Raza Odiada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raza Odiada
Álbum de estúdio de Brujeria
Lançamento 22 de agosto de 1995
Gravação 1995
Gênero(s) grindcore, deathgrind
Duração 40:17
Idioma(s) espanhol
Gravadora(s) Roadrunner Records
Produção Dino Cazares
Cronologia de Brujeria
Último
Último
Matando Güeros
(1993)
Spanglish 101
(1999)
Próximo
Próximo

Raza Odiada é o segundo álbum da banda mexicana Brujeria, lançado em 1995.

A temática do álbum envolve satanismo, revolução, imigração ilegal, tráfico de drogas e temas relacionados. Raza Odiada notavelmente critica o parlamentar estadunidense Pete Wilson, referenciado como "Pito" Wilson, em virtude deste ter apresentado uma proposta contra a imigração ilegal em 1994 (Proposição 187) e outra relativa a segregação racial (Proposição 209) na Califórnia.

"La Migra" fala de imigração ilegal e corrupção; "Revolución" é uma canção pró-Exército Zapatista.

A canção "El Patrón" homenageia o colombiano Pablo Escobar e traz, no final, um discurso exaltando suas virtudes e como ele ajudava os pobres. O discurso é narrado como se estivesse sendo feito à época da morte de Escobar: o narrador cita que milhares estão indo ao seu enterro e pergunta "¿Y ahora, quien nos va a cuidar?" (em espanhol: "E agora, quem vai cuidar de nós?").

"Hermanos Menéndez" fala dos irmãos Lyle e Erik Menéndez, que em 20 de agosto de 1989 mataram os próprios pais na cidade de Beverly Hills na Califórnia, Estados Unidos — um crime que, à época, foi explorado pela mídia.

A capa do álbum traz a foto de Subcomandante Marcos, porta-voz do Movimento Zapatista no México.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg [1]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Raza Odiada (Pito Wilson)"   3:30
2. "Colas de Rata"   1:33
3. "Hechando Chingasos (Greñudos Locos II)"   3:34
4. "La Migra (Cruza la Frontera II)"   1:43
5. "Revolución"   3:18
6. "Consejos Narcos"   2:39
7. "Almas de Venta"   2:12
8. "La Ley del Plomo"   2:45
9. "Los Tengo Colgando (Chingo de Mecos II)"   1:48
10. "Sesos Humanos (Sacrificio IV)"   1:15
11. "Primer Meco"   1:15
12. "El Patrón"   3:42
13. "Hermanos Menéndez"   2:05
14. "Padre Nuestro"   2:07
15. "Ritmos Satánicos"   6:51
Duração total:
40:17

Formação[editar | editar código-fonte]

Referências