São Gonçalo do Abaeté

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Gonçalo do Abaeté
"Boreska"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1944
Gentílico sangonçalense
Prefeito(a) Pacífico César Borba (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de São Gonçalo do Abaeté
Localização de São Gonçalo do Abaeté em Minas Gerais
São Gonçalo do Abaeté está localizado em: Brasil
São Gonçalo do Abaeté
Localização de São Gonçalo do Abaeté no Brasil
18° 20' 16" S 45° 49' 58" O18° 20' 16" S 45° 49' 58" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Noroeste de Minas IBGE/2008[1]
Microrregião Paracatu IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Três Marias, João Pinheiro, Varjão de Minas, Tiros, Morada Nova de Minas e Buritizeiro
Distância até a capital 380 km
Características geográficas
Área 2 687,410 km² [2]
População 6 252 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 2,33 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,670 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 94 612,591 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 675,44 IBGE/2008[5]
Página oficial

São Gonçalo do Abaeté é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1713, em decorrência dos movimentos das entradas e bandeiras, inicia-se o povoamento da região de Paracatu. Negros fugidos de fazendas e lavras lá estabeleciam quilombos, contribuindo também para a ocupação daqueles sertões. Em meados do século XVIII, uma expedição organizada por Manuel Pinto da Fonseca chega aos rios Indaiá e Abaeté. Em pouco tempo, a riqueza destes rios e de outros da região é confirmada com a presença de diamantes - além de ouro - em seus leitos. Para fins de fiscalização, a Coroa Portuguesa instalou, no início do século XIX, vários quartéis gerais, dentre os quais o Quartel Geral de Abaeté, nas cercanias da atual cidade de Tiros. Em maio de 1867, o distrito de Santo Antônio de Tiros é elevado a Paróquia e conta em seu território com o povoado de São Gonçalo de Abaeté. No ano de 1923, Tiros eleva-se à categoria de município, passando São Gonçalo do Abaeté a figurar como um de seus distritos. Sua emancipação política é conseguida vinte anos mais tarde, em 1943. Em 31 de dezembro de 1943 e 1 de janeiro de 1944 tornou-se cidade.

Localização[editar | editar código-fonte]

Está localizada na BR-365 km 325, trevo com a Rodovia Estadual Professor José Acrisio Braga (MG 060)- distante 11 km da cidade. Fica a 380 quilômetros de Belo Horizonte, à 320 quilômetros de Montes Claros, à 110 quilômetros de Patos de Minas, no Alto São Francisco. Distante 60 km da BR-040 passando pela BR-365. A sede está a 798 metros de altitude.

Economia[editar | editar código-fonte]

Diamante e quartzo, pecuária leiteira e de corte, agricultura como café, eucalipto, soja, algodão, arroz, feijão, cana de açúcar e outras fazem suas riquezas.

Município[editar | editar código-fonte]

São Gonçalo do Abaeté é uma cidade pacata, interiorana, com uma população receptiva e honesta, tem alguns hotéis fazenda e três pousadas dentro de sua área urbana, possui agência lotérica, Banco do Brasil, Sicoob, lojas de eletrodomésticos, hospital e quadras esportivas, custo de vida baixo e linhas de transporte rodoviário diárias, para as cidades de Patos de Minas e João Pinheiro. Anualmente em julho ocorre a maior festa da cidade, a Festa do Cowboy. Sua população estimada em 2010 era de 6 252 habitantes (Censo 2010).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Localizada na Bacia do São Francisco, São Gonçalo do Abaeté é banhada pelo Rio Abaeté, afluente da margem esquerda do Rio São Francisco. A Bacia do Rio Abaeté, grande parte dentro do município, é alimentada por vários ribeirões e córregos, como exemplo temos: Ribeirão Andrade, Ribeirão Santo Inácio, Córrego Galheiro, Córrego do Lenço, Córrego da Fazenda, Córrego Grande, dentre vários outros.

Distritos e localidades[editar | editar código-fonte]

O município é composto por 3 distritos, sendo Distrito Sede de São Gonçalo do Abaeté; Distrito de Canoeiros; e Distrito de Beira Rio.

O município possui as seguintes localidades: Caraíba, Lagoa do Garimpo, Lagoa do Canastrão, Lagoinha e Pontal do Abaeté.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.