Sagitário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sagitário (astrologia))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Sagitário Sagitário (astrologia)
22 de novembro a 21 de dezembro
Sagitário (astrologia)
Elemento Qualidade Polaridade
Fogo Mutável Masculino [Nota 1]
Planeta regente
Júpiter
Exílio Exaltação Queda
Mercúrio Vênus Plutão
Anatomia
Fígado, quadris e coxas [1]
Palavra-chave Casa natural
Casa IX
Signo
Anterior Oposto Seguinte
Escorpião [2] Gêmeos Capricórnio [2]
Características
Positivas Negativas
Otimista
Sincero
Corajoso
Bem-humorado
Irresponsável
Atirado
Exagerado
Despreocupado

Sagitário é o nono [2] signo astrológico do zodíaco, situado entre Escorpião [2] e Capricórnio [2] e associado à constelação de Sagittarius. Seu símbolo é o centauro. Forma com Áries [3] e Leão [3] a triplicidade dos signos do Fogo. É também um dos quatro signos mutáveis, juntamente com Gêmeos, Virgem e Peixes. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os sagitarianos são as pessoas nascidas entre 22 de novembro e 21 de dezembro.

Mitologia[editar | editar código-fonte]

De Uranographia, de Johann Bode.

Na Grécia Antiga, esta constelação era chamada de O Arqueiro, e alguns a chamavam de Centauro, porém, segundo Higino, de forma incorreta, pois os centauros não usavam arcos. Outro mistério é porque esta constelação era representada com um corpo de cavalo, mas com cauda de sátiro.[4]

Alguns [Nota 2] diziam que a constelação era Croto, filho da babá das Musas, Eupheme. De acordo com Sositeu, um escritor de tragédias, Croto vivia no Monte Helicão e gostava da companhia das Musas, e da caça. Ele ganhou fama como caçador, e as Musas pediram a Júpiter que o representasse em um grupo de estrelas, o que foi feito. Como ele queria mostrar todas suas habilidades em um único corpo, ele foi representado com um corpo de cavalo, porque ele gostava de cavalgar. O arco foi adicionado para mostrar sua habilidade, e a cauda de sátiro porque as Musas tinham tanto gosto por Croto quanto Liber tinha com os sátiros. Diante dos seus pés estão estrelas arrumadas como um círculo,[Nota 3] que alguns [Nota 4] dizem eram uma grinalda.[4]

Notas e referências

Notas

  1. Os signos se alternam entre masculino e feminino, de acordo com o Tetrabiblos (ver Livro I, Capítulo XV), começando com Áries, masculino.
  2. Higino não especifica quem dizia isto.
  3. Estas estrelas, hoje, formam outra constelação, Corona Australis.
  4. Higino também não diz quem.

Referências

  1. [1]
  2. a b c Cláudio Ptolomeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo IX, A influência das estrelas fixas [em linha]
  3. a b Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Capítulo XXI, As triplicidades [em linha]
  4. a b Higino, Astronômica, 27, Arqueiro [em linha]
Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.