Sanseru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sanseru
Grafia
Tradução Trinta e seis
Outros nomes Sanseiru
San shi liu
Kanji 三十六
Hiragana サンセール
Informações gerais
Classe Kata
Criador(es) Kanryo Higaonna
Data de criação 1883
Local(is) de origem  China,  Ryukyu
Estilo(s) praticante(s) Goju-ryu
Ryuei-ryu
Uechi-ryu
Karate icon.svg

Sanseru (三十六? trinta e seis) é um kata do caratê que foi introduzido na arte marcial por intermédio do estilo Naha-te. Sua origem, contudo, será buscada na China onde era praticado. Seu nome em chinês, inclusive, sān shi liu quer dizer "trinta e seis" e fazia parte do currículo do estilo Shaolin.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O mestre Kanryo Higashionna provavelmente teria visto (ou aprendido) o kata antes mesmo de empreender viagem até a China, para aprender as artes marciais de lá, posto acreditar-se o kata ter sido ensinado pelo mestre Seicho Aragaki em período anterior à citada viagem.[1]

De qualquer modo, retornando a Oquinaua, o mestre Higaonna passou a ensiná-lo (certamente) modificado conforme os conhecimentos adquiridos do wushu de Shaolin.

Conta-se ainda que um certo Feng Yiquan, que vivera ente 1522 e 1567, na época do vigor da Dinastia Ming, era experto em acupuntura e teria desenvolvido um método de defesa que explorava exatamente 36 pontos de pressão proibidos, restando como legado de tais técnicas o kata, que seria a compilação desse conhecimento. Depois, outros discípulos de Yiquan teriam expandido os pontos para 72 e 108, por fim.[2]

Genealogia[editar | editar código-fonte]

 
 
 
 
 
 
 
 
Kung fu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Naha-te
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Shorei-ryu
 
 
 
Uechi-ryu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Shito-ryu
 
Goju-ryu
 
Chito-ryu
 
Toon-ryu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Kyokushin

Características[editar | editar código-fonte]

O nome do kata, isto é, 36 advem da fórmula 6 × 6, e reflecte um conceito budista: os seis primeiros números seriam os olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo e espírito, e os seguintes, a cor, a voz, o sentido do paladar, o olfato e a justiça; o número três, resultante da operação matemática, representaria passado, presente e futuro[1] . Ou ainda, o nome faria referência a 36 pontos vitais. De modo pragmático, as técnicas são projetados para luta de contacto próximo em todas as direções.

Referências

  1. a b c Título não preenchido, favor adicionar. Visitado em 08.fev.2011.
  2. Sanseru Kata (em inglês). Visitado em 25.fev.2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre caratê é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.