Socos do caratê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tsuki waza
Jud-kara-zuki-frontal.gif

Grafia
Kanji 突き技
Hiragana つき わざ
Informações gerais
Classe técnica
Estilo(s) praticante(s) Todos
Conteúdo
Escopo Golpes contudentes diretos, aplicados com as mãos
Técnica base Te waza
Técnica(s) correspondente(s) Wushu: kio
Taekwondo: tirigui, tigui
Karate icon.svg

Tsuki waza (突き技? técnicas de soco)[a] é a parte do caratê que estuda os golpes diretos com os punhos é, isto é, aqueles golpes — atemi waza — que são aplicados com as mãos numa trajetória mais ou menos direta. À falta de uma tradução melhor, pode-se dizer que são socos aplicados, mas nesta parte veem-se golpes que são aplicados com os dedos.

Execução[editar | editar código-fonte]

De forma simplificada, as técnicas de soco desenvolvem-se impulsionando os punhos numa trajetória que sai do hara (?) até o alvo. Os golpes podem ser organizados e identificados segundo suas formas e variações, sendo as formas uma técnica específica (grosso modo, um tipo de soco) e as variações, simples modos de aplicar uma técnica, tal como o Oi zuki jodan, que é um golpe direto à cabeça do adversário.[1]

Os socos, para um olhar desatento, são considerados apenas como formas de ataque, porém, se for bem executado, respeitando exatamente a técnica, serve para repelir um ataque simultâneo, fazendo com que o contragolpe seja afastado do lutador.[carece de fontes?]

Classificação conforme a técnica de punho[editar | editar código-fonte]

Teken no katachi (手拳の形?). Conforme se usa uma ou outra técnica de punho, pode-se classificar um soco de caratê.

Seiken zuki[editar | editar código-fonte]

Jud-seiken.svg

Seiken zuki (正拳突き?) são formadas pelos golpes aplicados usando as técnicas de punho fechado. Todavia, a área real de impacto não repousa sobre todos os quatro dedos fechados mas somente entre indicador e médio, haja vista que tal área forma exatamente uma linha reta desde si até o cúbito, além de ser bem menor, o que implica numa concentração maior da energia do golpe. Em verdade, busca-se transformar o antebraço numa espécie de lança.

Nukite zuki[editar | editar código-fonte]

Jud-nukite-shihon.svg

Nukite zuki (貫手突き?) são golpes aplicados usando as técnicas de dedo em forma de agulha ou lâmina, isto é, são golpes de natureza perfurantes e somente visam pontos determinados, mormente aqueles específicos para de pronto incapacitar. Tais metas são apontadas por conhecimentos de kyusho waza.

Shi zuki[editar | editar código-fonte]

Jud-keiko.svg

Shi zuki (ン突き?) são aplicados usando as técnicas de dedo em forma de bico, com os dedos formando uma ponta sólida.

Classificação conforme a posição final do punho[editar | editar código-fonte]

Tekubi no kaiten (手首の回転? rotação do punho)

Kara zuki[editar | editar código-fonte]

Jud-choku-zuki.gif

Kara zuki (立て突き?) é feito com a rotação do punho em 180º. É a forma básica de choku zuki, da qual todas as demais derivam: o punho atacante sai desde o tanden, com a palma para cima, e vai até o foco do ataque, finalizando-o em seiken.

Tate zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Tate zuki (立て突き?) é executado rotacionando o punho em 90º, deixando-o "de pé". É uma forma mais relaxada da técnica, o que permite a troca sucessiva mais célere de golpes. Sua origem no caratê busca-se no estilo Tomari-te, que grosso modo desconhecia a técnica com rotação completa do punho, haja vista que esta última técnica seria de emprego arriscado, porque poderia sofrer um contragolpe exatamente no punho, causando extrema dor.[2]

Ura zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Ura zuki (裏突き?) é indicado para aquelas situações nas quais o contacto entre os oponentes é muito rente, a técnica é executada à curta distância, mantendo-se o punho com a palma da mão para cima.[3] Tal como sucede com a técnica de kara zuki, o punho deve ser rotacionado, assim, desde o tanden encontra-se invertido em relação à posição final da técnica.

Classificação conforme a perna que avança[editar | editar código-fonte]

Oi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Oi zuki (追い突き?) é executado golpeando-se com o punho correspondente ao pé que avança, isto é, executando um passo, o golpe sai de modo simultâneo e assim também finaliza, no momento em que terminar a passada, o golpe tem que atingir o alvo. Oi Zuki também é conhecido como soco com perseguição, posto o lutador desferir um golpe enquanto se dirige até seu oponente, que eventualmente estará ou a fugir ou a recuar.[3]

Jun zuki[editar | editar código-fonte]

Jun zuki (順 突き?) é o soco desferido em guarda normal, isto é, em sintonia com a perna adiantada. Geralmente, usa-se em sinonímia com oi zuki.

Gyaku zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Gyaku zuki (逆突き?) é semelhante a jun zuki, só que é executado com o punho inverso ao pé que avança, aproveitando o movimento circular da cintura até mais eficaz. Usa-se mais em contra-ataques.[3]

Kizami zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Kizami zuki (刻み突き?) é feito sem se alterar a base ou dar um sobrepasso, o lutador gira a cintura (hara) e desfere o golpe com o punho que estiver à frente (junto com a perna avançada). A potência da técnica está toda no movimento do corpo, da cintura. Serve mormente como bloqueio ou como "sombra" para execução de outro golpe.

Nagashi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Nagashi zuki (流し突き?) é executado esquivando-se, isto é, quando o lutador movimenta-se diagonalmente de modo a desviar dum ataque, o golpe é desferido em posição semi-circular, a cintura move-se para potencializar a energia.

Naoshi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Naoshi zuki (流し突き?), ou ren zuki (連突き?), é uma seqüência de socos.

  • Nidan zuki (二段突き?): dois socos seguidos, sendo ambos chudan.
  • Sanbon zuki (三本突き?): três socos seguidos, sendo o primeiro jodan e os próximos chudan.
  • Gyaku sanbon zuki (逆三本突き?): três socos seguidos, sendo todos chudan.
  • Tomoe zuki (巴突き?) é uma sequência de um soco reto e um circular, no qual o braço que ataca assume uma forma de um vibrião. Situa-se como técnica intermédia de mawashi zuki e furi zuki.[4]

O golpe inicial sai reto, mas o braço — ude — gira logo ao fim do percurso impulsionado pela rotação da cintura. A técnica visa principalmente o plexo solar:[5] o primeiro golpe atinge a resgião, retirando o fôlego do adversário ao despejar a energia contra o diafragma, enquanto o segundo golpe atinge ou o fígado ou o baço. Adicionalmente, o segundo golpe possui potencial defensivo, pelo que é capaz também de desviar um contragolpe.

É encontrado este golpe nos katas fukyugata ni, bassai e rohai.

Awase zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

O Awase zuki (合わせ突き?) é um soco em forma de "U" ou "V", executado mormente com o braço superior em posição inversa à perna que avança. A trajetória de ambos os golpes são direcionadas juntas.

Classificação conforme a trajetória do punho[editar | editar código-fonte]

Tekubi no kiseki (手首の軌跡? trajetória do punho)

Choku zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Choku zuki (直突き, soco direto?) é executada partindo o punho de ataque armado ao lado do copo,[3] rente ao hara, em movimento direto e rotacionado até o alvo; o cotovelo permanece sempre rente ao corpo, no fito de também defletir eventuais contra-ataques.[6]

Há duas formas de execução: em trajetória direta em ângulo e linearmente no eixo central do corpo. Quando se executa em movimentação de "caminhada", de passo — como durante uma luta (kumite) —, não deve se resumi-la apenas nos movimentos de braços e mãos, o cerne não se exaure nela mesma, ao contrário, o escopo é canalizar toda a energia (ki) na extremidade do punho.

A postura influencia sobremaneira e o lutador deve executar harmonizando o corpo com o movimento circular de cintura, o qual transferirá o movimento cinético dos passos (e idealmente da Terra) para o ponto de contato. Importante ainda o praticante manter, ao caminhar, a mesma altura (ayumi dashi), de forma que o esforço seja mínimo e o equilíbrio não seja afetado.

A origem da técnica na cércea do caratê repousa principalmente no estilo Shuri-te,[7] no qual é mais praticada a forma em seiken. Tanto que se refere a oi zuki e gyaku zuki como sinônimos de choku zuki.

Age zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Age zuki (揚げ突き?) é executado ascendendo o punho. Diferencia-se do Choku Zuki Jodan porque neste o punho segue uma trajetória direta, desde o tanden até o rosto do adversário e, em age zuki, o punho move-se tal e qual um pêndulo. O golpe aparece no kata Enpi, do estilo Shotokan.

Gedan zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Gedan zuki (下段突き?), ou otoshi zuki (落突き?), é semelhante a age zuki, pero o punho vai em direção descendente. Dependendo so estilo praticado, o punho pode seguir ao alvo numa trajetória reta simples ou conjugada a um movimento semicircular.

Yoko zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Yoko zuki (横突き?) é direcionado para a lateral do corpo. Recomenda-se usar da técnicas apenas em bases altas, como sanchin dashi, no fito de possibilitar o giro de cintura e conduzir adequadamente a energia.

Heiko zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Heiko zuki (平行突き?) compreende dois golpes diretos executados juntos com os braços paralelos.

Morote zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Morote zuki (諸手突き?) é similar a heiko zuki, mas os punhos deslocam-se como se se encontrar fossem no alvo: os braços ao fim do movimento formam um triângulo com o tronco.

Sayu zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Sayu zuki (左右突き?) é muito similar a yoko zuki, porém saem dois golpes simultâneos a ambos os lados, fazendo com que o corpo assuma a forma de T. A contrário do que se pode imaginar a priori, não se trata exatamente de dois golpes dirigidos a dois adversários diversos, mas de um golpe que visa canalizar a energia do ataque linearmente contra um único adversário. Em verdade, pode e deve conforme o caso ser usado contra dois oponentes, porém é muito eficaz contra um alvo específico, pois canaliza a força de dois ataques contra um ponto específico.

Wa zuki[editar | editar código-fonte]

Wa zuki (輪突き?) é aquele golpe directo feito com trajetória circular, isto é, o alvo ainda é um ponto determinado no corpo do adversário, pero, assim como sucede principalmente no boxe, a linha que a mão segue é uma curva. Não é uma técnica fácil de ser dominada eficazmente, mas é muito poderosa, pois é naturalmente evasiva e ofensiva de molde simultâneo.

Mawashi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Mawashi zuki (回し突き?) é um soco circular, no qual a trajetória é um semi-círculo, ou um círculo raso. Diz-se que é a principal forma desse tipo de técnica.

  • Ryote mawashi zuki (両手回し突き?)

Furi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Furi zuki (振り突き?) executa-se saindo da posição junto ao corpo, o braço que ataca abre-se lateralmente levando consigo a mão para longe do corpo, de modo a afastar mais o cotovelo, e conduzindo o punho em arco para frente. Detalhe: deve-se virar a palma da mão que ataca ligeiramente para fora.[8]

Kagi zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Kagi zuki (鉤突き?) é um soco em forma de gancho, é muito próximo ao upper cut do boxe, com o qual guarda muita semelhança.[8]

  • Shita zuki (振突き ou 下突き?)

Hasami zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Hasami zuki (はさみ突き?) é executado com dois socos circulares cujas trajetórias se fecham em direção alvo. Diz-que é um soco em forma de tesoura.

Yama zuki[editar | editar código-fonte]

borda.

Yama zuki (山突き?) é uma variação da forma direta awase zuki, mas é executado com os golpes superior e inferior aplicado em semi-círculo. Além de o lutador aplicar os golpes com os punhos, deve inexoravelmente usar do tanden, no escopo de potencializar a energia usada.[8]

Sun zuki[editar | editar código-fonte]

Sun zuki (山突き?) é conhecido como "soco de uma polegada", ou seja, o punho percorre um espaço mínimo até o alvo. [9]

Notas

[a] ^  Por idiossincrasia da língua japonesa o fonema de /ts/, quando composto, muda para /z/, assim, o que seria «oi tsuki» passa a ser «oi zuki».

Referências

  1. Japan Karate Federation (em inglês). Página visitada em 17.ago.2010.
  2. Maurizio Orfei. Analisi comparata dei movimenti dei Kata Pinan e loro interpretazione (PDF) (em italiano). Página visitada em 23.fev.2011.
  3. a b c d Unified Karate Training Center (em inglês). Página visitada em 17.ago.2010.
  4. Lexiques des termes japonais en arts martiaux - Voir le sujet :: Kwoon.info! (em francês). Página visitada em 04.mar.2011.
  5. Thought For The Week (em inglês) (21.jul.2008). Página visitada em 11.abr.2011.
  6. Martial Art Weapons (em inglês). Página visitada em 17.ago.2010.
  7. Influencia del Castillo de Shuri en el Karate (em espanhol). Página visitada em 23.fev.2011.
  8. a b c Karate Hand Techniques - Japanese Terms - Lyon-Karate.com (em inglês). Página visitada em 10.mar.2011.
  9. Ryan Parker. Kiko Breathing (Okinawan) (em inglês). Página visitada em 11.abr.2011.

Bibliografia

ARCE, Ferol; MCDERMOTT, Patrick. Karate's supreme ultimate (em inglês). EE. UU.: IUniverse, 2004. ISBN 0595307477.

MONTANARI, Enzo. Karatè sconosciuto: la parte nascosta del karate trdizionale (em italiano). Roma: Mediteranne, 1995.

NAGAMINE, Shoshin. L'essenza del karate-do di Okinawa (em italiano). Roma: Mediteranne, 2002.

NAKAYAMA, Masatoshi. O melhor do karatê: visão abarangente, práticas. São Paulo: Cultrix, 1996. 1 v.

________. O melhor do karatê: fundamentos. São Paulo: Cultrix, 1996. 2 v.

COGAN, Michaael. A goju ryu guidebook: the kogen kan manual for karate. Trafford, 2003. ISBN 9781553958468.

DEMURA, Fumio. Shito-ryu karate. Black Belt.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre caratê é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.