Shay Given

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shay Given
ShayGiven.JPG
Informações pessoais
Nome completo Séamus John James Given
Data de nasc. 20 de Abril de 1976 (37 anos)
Local de nasc. Lifford,  Irlanda
Altura 1,85 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Aston Villa
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1991-1994 Escócia Celtic
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1994-1997
1995
1996
1997-2009
2009-2011
2011-
Inglaterra Blackburn
Inglaterra Swindon Town (emp.)
Inglaterra Sunderland (emp.)
Inglaterra Newcastle United
Inglaterra Manchester City
Inglaterra Aston Villa
002 0000(0)
005 0000(0)
017 0000(0)
462 0000(0)
050 0000(0)
034 0000(0)
Seleção nacional3
1996- Flag of Ireland.svg Irlanda 125 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 3 de Abril de 2013.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 3 de Abril de 2013.

Séamus John James Given (Lifford, 20 de abril de 1976) é um futebolista irlandês que atua como goleiro. Atualmente, joga pelo Aston Villa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Given jogou no clube local da cidade, Lifford Celtic, até aos 15 anos. Entretanto, durante um tour feito pelo Celtic à Irlanda quando Given tinha 14 anos, foi condidado a juntar-se ao clube. Assinou por este aos 16 anos.

Jogou assim por dois anos na equipa sub-18 do Celtic, tendo o seu ponto alto pela equipa principal quando entrou na partida contra o Rangers, no primeiro dia de 1994, na qual perdeu por 4-2.

Blackburn Rovers[editar | editar código-fonte]

Given transfere-se para o Blackburn em 1994 pelas mãos do técnico e dirigente Kenny Dalglish. Apesar das suas atuações notáveis quando teve as primeiras oportunidades de surgir, foi incapaz de se impôr na baliza contra o internacional inglês Tim Flowers, acabando por jogar só por duas ocasiões.

Foi assim emprestado ao Swindon Town em 1995 e depois ao Sunderland em 1996. Neste último, Shay conseguiu manter a baliza inviolável em 16 dos 17 jogos que realizou. Recebeu portanto uma medalha da contemporânea Division One (actual League Championship), pelo facto de ter realizado mais de 10 encontros pelo clube durante o período de empréstimo.

Newcastle United[editar | editar código-fonte]

Given transfere-se para o Newcastle United em 1997, de novo pelas mãos do manager Dalglish, responsável pelo Newcastle na altura. Shay logo marcou a sua posição como titular na equipa principal, ultrapassando os companheiros Pavel Srníček, Shaka Hislop e Steve Harper. Participou no final da Copa da Inglaterra em 1998 e falhou a final da mesma competição no ano seguinte, sendo substituído por Steve Harper até ao final da temporada de 1999-00.

Shay voltou a perder o lugar para Harper, só que desta vez, mais em sinal de protesto do que própria vontade, fez um pedido de transferência à direcção. Ao mesmo tempo que isto ocorria, Harper lesionou-se durante um treino. Shay recuperou assim a posição de titular.

Na temporada de 2001-02 Given jogou todos os 34 jogos na Premier League, o que lhe valeu a nomeação na Equipa do Ano da mesma competição e a chamada para o Campeonato do Mundo de 2002 pela Irlanda, não conseguindo evitar a derrota contra a Espanha em grandes penalidades.

No dia 30 de Abril de 2003, Given tornou-se o jogador mais chamado à equipa quando atingiu o 41º jogo da época, ultrapassando o antigo recorde de Alf McMichael. Na altura bateu também o recorde de mais aparições consecutivas na Premier League, sendo agora Frank Lampard o detentor desse recorde.

As suas actuações consistentes levaram-no a ser eleito pela segunda vez para a Equipa do Ano, na época 2005-2006.

No início da época 2006-2007, Shay Given renovou o seu contrato com o Newcastle, marcando assim a intenção de finalizar a sua carreira nos Magpies. No dia 17 de Setembro de 2006 Given sofre uma lesão grave nos intestinos depois de uma chegada do atacante do Marlon Harewood do West Ham. Given voltou aos relvados no dia 18 de Novembro numa atuação impressionante contra o Arsenal.

Manchester City[editar | editar código-fonte]

Em 1 de fevereiro de 2009, foi anunciada sua contratação por parte do Manchester City. No subsequente conferência da imprensa, ele criticou a gestão do Newcastle não dura o suficiente para tentar mantê-lo no clube. He também disse:"Eu também achava que eu deveria estar em um clube onde se deve ser um desafio para titulos. Tenho uma curta carreira , e eu não quero terminar a minha carreira e acho que depois que eu lamento é não aproveitar esta oportunidade em aderir Manchester City ". Mais tarde, na entrevista ele também mencionou que ele acreditava "que o clube iria decolar. Tendo mantido uma folha limpa em um homem de igualar o desempenho em sua estréia, uma vitória 1-0 contra o Middlesbrough, em 7 de fevereiro.


Bandeira de República da IrlandaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas irlandeses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.