The Madness of King George

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Madness of King George
A Loucura do Rei George (PT)
As Loucuras do Rei George (BR)
 Reino Unido
1994 • cor • 107 min 
Direção Nicholas Hytner
Produção Stephen Evans
David Parfitt
Roteiro Alan Bennett
Elenco Nigel Hawthorne
Helen Mirren
Ian Holm
Rupert Graves
Amanda Donohoe
Rupert Everett
Julian Rhind-Tutt
Julian Wadham
Gênero Drama
Idioma Inglês
Música George Fenton
Georg Friedrich Händel
Direção de arte Ken Adam
Direção de fotografia Andrew Dunn
Figurino Sue Honeybourne
Mark Thompson
Edição Tariq Anwar
Estúdio Close Call Films
Distribuição The Samuel Goldwyn Company
Lançamento 28 de dezembro de 1994
Página no IMDb (em inglês)

The Madness of King George é um filme britânico de 1994, do gênero drama histórico, dirigido por Nicholas Hytner

O filme é baseado em peça teatral de Alan Bennett, que foi também o responsável pelo roteiro. O título da peça era The Madness of George III mas, para o filme, o título foi trocado para The Madness of King George pois os produtores temiam que o público estadunidense pensasse que o filme era uma continuação.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No final do século XVIII, após perder as colônias americanas que o país possuía, o rei George III passa a demonstrar claros sinais de loucura, o que gera um clima de instabilidade e intriga no reino.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Locais de filmagens[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1995 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor direção de arte.
  • Indicado nas categorias de melhor ator (Nigel Hawthorne), melhor atriz coadjuvante (Helen Mirren) e melhor roteiro adaptado.

BAFTA 1996 (Reino Unido)

  • Venceu nas categorias de melhor filme britânico, melhor ator (Nigel Hawthorne) e melhor maquiagem.
  • Indicado nas categorias de melhor diretor, melhor atriz (Helen Mirren), melhor ator coadjuvante (Ian Holm), melhor trilha sonora, melhor fotografia, melhor figurino, melhor edição, melhor som, melhor roteiro adaptado e melhor desenho de produção.

Festival de Cannes 1995 (França)

  • Ganhou o prêmio de melhor atriz (Helen Mirren).

Prêmio Goya 1996 (Espanha)

  • Indicado na categoria de melhor filme europeu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]