Thysanoptera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaThysanoptera
Thysanoptera

Thysanoptera
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Thysanoptera
Sub-ordens e Famílias
Sub-ordem Terebrantia

Adiheterothripidae
Aelothripidae
Fauriellidae
Heterothripidae
Merothripidae
Thripidae
Uzelothripidae
Sub-ordem Tubulifera

Phlaethripidae
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Thysanoptera

Os tisanópteros (Thysanoptera) constitem uma ordem de insetos, chamados genericamente de tripes ou tripses. São insetos pequenos, variando de 0,5 a 13 mm, de cor escura na fase adulta. A sua principal característica morfológica são as asas do tipo franjada ou asas franjadas.

Em alguns lugares do Brasil o seu nome vulgar é lacerdinha.

Características[editar | editar código-fonte]

Além do tamanho diminuto, que nos adultos varia de 0,5 a 14 mm de comprimento, os tripes caracterizam-se por apresentarem um aparelho bucal do tipo picador-sugador assimétrico, formado por uma única mandíbula, a esquerda. A coloração dos adultos é muito variável. Existem espécies de cor escura, castanha, amarela, alaranjada e também esbranquiçada.

Outras características dos tisanópteros são: a presença de um arólio adesivo e eversível na extremidade tarsal e também uma metamorfose intermediária entre a simples e a completa. As asas, que podem estar presentes ou não, são em número de quatro, cada qual apresenta uma longa franja de cerdas, de onde se origina o nome da ordem (do grego thysanos = franja e pteron = asa). Porém esta última característica também é compartilhada por outros grupos de insetos (p.ex. Coleoptera).

Os tripes podem ser fitófagos, predadores, ou ainda alimentarem-se de pólen, esporos e hifas de fungos. Certas espécies podem eventualmente, utilizar exsudatos de Lepidoptera, succionar sangue ou serem ectoparasitos de outros insetos.

Devido a essa plasticidade no seu hábito alimentar, estes insetos ocupam um número variado de hábitats, tais como: flores e folhas de inúmeras espécies vegetais, folhedo, cascas de árvores, em galhas produzidas por eles ou por outros insetos. Podem também estar associados à ninhos de pássaros e mamíferos, ou ainda à formigueiros e cupinzeiros.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Os insetos pertencentes à ordem Thysanoptera reúnem cerca de 5.500 espécies descritas, embora este número possa chegar a 10.000. Os tisanópteros estão agrupados em duas subordens:

  1. Terebrantia: apresentam um ovipositor externo em forma de serra, e
  2. Tubulifera: possuem o último segmento abdominal em forma de tubo e não apresentam ovipositor externo.

São reconhecidas nove famílias para esta ordem, oito destas estão incluídas em Terebrantia (Adiheterothripidae, Aeolothripidae, Fauriellidae, Heterothripidae, Melanthripidae, Merothripidae, Thripidae, Uzelothripidae), e apenas uma em Tubulifera (Phlaeothripidae). As famílias Thripidae e Phlaeothripidae, que constituem os grupos mais derivados da ordem, compreendem cerca de 90% do total de espécies descritas de Thysanoptera.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mound, L.A. 2005. "Thysanoptera: diversity and interactions." Annu. Rev. Entomol. 50:247-269.
  • Mound, L.A. & R. Marullo. 1996. "The thrips of Central and South America: an introduction (Insecta: Thysanoptera)". Mem. Entomol. Inter. 6: 1-488.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]