Trois couleurs: Rouge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trois couleurs: Rouge
Três Cores: Vermelho (PT)
A fraternidade é vermelha (BR)
 França
1994 • cor • 99 min 
Direção Krzysztof Kieślowski
Roteiro Krzysztof Piesiewicz
Krzysztof Kieślowski
Elenco Irène Jacob
Jean-Louis Trintignant
Género drama
Idioma francês
Lançamento França 14 de Setembro de 1994
Cronologia
Último
Último
Trois couleurs: Blanc
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Trois couleurs: Rouge (A fraternidade é vermelha (título no Brasil) ou Três Cores: Vermelho[1] (título em Portugal)) é um filme polonês, francês e suíço de 1994, do gênero drama, dirigido pelo cineasta polonês Krzysztof Kieślowski.

É o terceiro filme da trilogia das cores, baseada nas três cores da bandeira francesa e nas três palavras do lema da Revolução Francesa - liberdade, igualdade e fraternidade. O filme completa a trilogia e trata do ideal da fraternidade.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Valentine está dirigindo seu carro de volta para casa quando atropela algo em seu caminho. Ao descer do veículo, encontra uma cachorrinha ferida, com o endereço de seu dono na coleira. Assim, ela passa a conhecer a pessoa que iria alterar o curso de sua vida: um juiz aposentado, que termina seus dias espionando as conversas telefônicas de seus vizinhos. Por trás deste estranho comportamento, está o enigma de um homem cujo motivo vital é tomar posse da intimidade daquelas pessoas e acompanhar passo a passo o desenrolar de seus destinos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Irène Jacob.... Valentine
  • Jean-Louis Trintignant.... juiz
  • Frédérique Feder… Karin
  • Jean-Pierre Lorit.... Auguste
  • Samuel de Freitas.... fotógrafo
  • Marion Stalens.... veterinário
  • Teco Celio.... barman
  • Leonardo Gabardo.... vizinho
  • Juliette Binoche.... Julie
  • Zbigniew Zamachowski.... Karol Karol
  • Benoít Régent.... Olivier

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1995 (EUA)

BAFTA 1995 (Reino Unido)

  • Indicado nas categorias de melhor filme em língua não inglesa, melhor atriz (Irène Jacob), melhor roteiro adaptado e melhor diretor (Prêmio David Lean).

Globo de Ouro (EUA)

  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro (Polônia e Suíça).

Festival de Cannes 1994 (França)

Prêmio César 1995 (França)

  • Venceu na categoria de melhor música para cinema.
  • Indicado na categoria de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Jean-Louis Trintignant), melhor atriz (Irène Jacob), melhor som e melhor roteiro - original ou adaptado.

Prêmio Bodil 1994 (Dinamarca)

  • Venceu na categoria de melhor filme em língua estrangeira.

Independent Spirit Award 1995 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro (França, Polônia e Suíça).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Três Cores: Vermelho Cinema.sapo. Página visitada em 7-01-2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]