USA for Africa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USA for Africa
Informação geral
País  Estados Unidos
Período em atividade 1985
Página oficial USAforAfrica.org
Integrantes Vários artistas

USA for Africa (United Support of Artists for Africa), foi o nome sob o qual quarenta e cinco artistas norte-americanos, liderados por Harry Belafonte, Kenny Rogers, Michael Jackson e Lionel Richie, gravaram o compacto "We Are The World" em 1985. A canção alcançou a primeira colocação na parada de sucessos dos Estados Unidos e do Reino Unido em abril daquele ano.

A maioria dos lucros da empreitada foi para a USA for Africa Foundation, que os usou para ajudar as vítimas da fome e doenças na África, especialmente para a Etiópia; alguns críticos da ação alegam, entretanto, que o dinheiro arrecadado foi entregue aos governos (muitos dos quais militares) dos países afetados pela fome em vez da população final.

O USA for Africa também realizou um evento beneficente, Hands Across America, no qual aproximadamente 7 milhões de pessoas seguraram as mãos em uma corrente humana durante 15 minutos, num caminho que se espalhava pelos Estados Unidos. Os participantes pagaram 10 dólares para ingressar na fila. O dinheiro arrecadado também serviu para aliviar a fome e a falta de moradias na África.

As receitas combinadas da vendas de "We Are the World" e do evento "Hands Across America" totalizaram cerca de 100 milhões de dólares.

"We are the world"[editar | editar código-fonte]

A canção foi composta por Michael Jackson e Lionel Richie, produzida por Quincy Jones e gravada em 28 de janeiro de 1985 no A&M Studios em Hollywood, Califórnia.

A gravação de uma apresentação ao vivo, feita em 13 de junho de 1985, foi lançada no DVD do Live Aid em 8 de novembro de 2004.

A sugestão veio de Harry Belafonte, inspirado pelo sucesso da Band Aid e seu compacto "Do They Know It's Christmas?" em 1984.

Para a gravação foi escolhido o mesmo dia da premiação American Music Awards, para assegurar que o maior número possível de artistas comparecesse. No total, participaram 45, inclusive Bob Geldof, que organizou o Band Aid no Reino Unido. Os vocais foram dividos entre 21 cantores, incluindo Richie, Jackson, Tina Turner, Bob Dylan e Bruce Springsteen.

Como era de se esperar, o compacto foi um grande sucesso, vendendo mais de 7,5 milhões de cópias só nos Estados Unidos, seguido por um álbum, USA for África: We Are The World, que vendeu mais 3 milhões, e que trazia músicas de outros artistas. O montante arrecadado com as gravações, um videoclipe e merchandising chegou a 50 milhões de dólares.

Músicos participantes[editar | editar código-fonte]

Vocalistas principais[editar | editar código-fonte]

Lista completa dos vocalistas[editar | editar código-fonte]

Instrumentistas[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]