Valefar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na demonologia, Valefar, é o Duque dos infernos[1] . Ele tenta roubar as pessoas e está a cargo de um bom relacionamento entre os ladrões, porém, mais tarde, depois ele traz-los para a forca. Valefar é considerado um bom familiar para os seus associados "até que sejam apanhados na armadilha."[2] Ele comanda dez legiões de demônios.[3]

Selo de Valefor

Valefar, é representado como um leão com a cabeça de um homem, ou como um leão com a cabeça de um jumento..[3]

Outras ortografias para Valefar : Malaphar, Malephar, Valafar, Valefor.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. Waite, Arthur Edward (1913), The Book of Ceremonial Magic, Chapter IV: "The Mysteries of Goëtic Theurgy according to the Lesser Key of Solomon the King: Demons: I. (Baal) to IX. (Paimon), p. 197 at sacred-texts.com
  2. ibid., footnote #7
  3. a b Mathers, S.L. MacGregor, Crowley, Aleister (Editors - 1904), The Lesser Key of Solomon, "Goetia: Shemhamphorash," p. 23, at sacred-texts.com


Fontes[editar | editar código-fonte]