Viktor Bout

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde Novembro de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Viktor Bout

Viktor Anatolyevich Bout (em russo: Виктор Анатольевич Бут, Dushanbe, RSS Tadjique, 13 de janeiro de 1967) estabeleceu uma série de empresas de carga aérea e é famoso por ser um suspeito de praticar tráfico de armas.

História[editar | editar código-fonte]

Como um ex-militar soviético, Bout fez uma quantidade significativa de dinheiro por meio de suas empresas de transporte aéreo muitos de transporte marítimo na maior parte na África e no Oriente Médio durante os anos 1990 e início de 2000. Bout pode ter facilitado enormes transferências de armas em várias guerras civis na África,com suas frotas de cargas privado do ar durante a década de 1990. Embora afirmando ter feito pouco mais do que fornecer a logística, ele tem sido chamado de "destruidor de nanções" pelo ex-ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Peter Hain, que descreveu Bout como "o canal principal para aviões e rotas de abastecimento que pegar em armas da Europa Oriental, principalmente, a Bulgária a Moldávia e a Ucrânia para a Libéria e Angola." O ex-oficial da Força Aérea da União Soviética responde pelas acusações de tráfico de armas desde os anos 90 para ditadores e várias áreas de conflitos na África, América do Sul e Oriente Médio. Ele teria utilizado suas relações para comprar, a preços menores arsenais e armas de ex-repúblicas soviéticas ou de aliados de Moscou depois da queda da potência comunista e revendê-los.

Prisão[editar | editar código-fonte]

Bout foi preso em um hotel de luxo de Bancoc em março de 2008, após uma operação entre EUA e Tailândia que simulou uma tentativa de compra de armamento por um falso integrante das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Os EUA queriam que ele fosse extraditado, e enquanto a primeira tentativa falhou, uma segunda tentativa foi bem-sucedida. Bout agora vai enfrentar acusações em um tribunal dos EUA. A decisão de Bancoc pela extradição foi precedida de intensas pressões diplomáticas tanto dos EUA como da Rússia, que queria a volta do ex-ofical soviético a Moscou.

Filme[editar | editar código-fonte]

Bout inspirou o personagem do filme "O Senhor das Armas" (2005), protagoniazado pelo ator Nicolas Cage, ele é mais conhecido como o "mercador da morte" no filme.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]