William P. Young

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
William P. Young
Nacionalidade Canadá canadense
Data de nascimento 11 de Maio de 1955 (59 anos)
Local de nascimento Grande Prairie, Alberta
Ocupação Romancista
Obra(s) de destaque A Cabana
Influências Jacques Ellul, George Macdonald, C.S. Lewis, Gibran, The Inklings, Søren Kierkegaard, A.W. Tozer, Maya Angelou, Don Miller
Página oficial http://www.windrumors.com

William Paul Young (Alberta, 11 de maio de 1955) é um escritor canadense, mais conhecido por sua obra A Cabana.

O mais velho de quatro filhos, Young passou grande parte da sua infância na Papua-Nova Guiné, junto com seus pais missionários, numa comunidade tribal. Os membros da tribo vieram a se tornar parte de sua família. O fato de ser a única criança branca na comunidade e que sabia falar sua língua veio a garantir um incomum acesso à cultura e à comunidade local. Pagou seus estudos religiosos trabalhando com DJ, salva-vidas e em diversos outros empregos temporários. Formou-se em Religião em Oregon, nos Estados Unidos da América. A sua obra mais conhecida é "A Cabana" (The Shack).

Em 2012 publicou sua segunda obra "A Travessia" (Cross Roads).

A Cabana[editar | editar código-fonte]

O grande, e por enquanto único, pode-se dizer assim, sucesso editorial de William P. Young vendeu mais de 12 milhões de cópias pelo mundo[1] . O best-seller procura, de uma forma bastante simples e intrigante, responder às nossas maiores questões de vida. Apresenta uma linguagem simples de identificar o que o autor quer mostrar para os seus leitores.

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.