Amaraji

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Amaraji
"Cidade das cachoeiras"
Bandeira de Amaraji
Brasão de Amaraji
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 23 de julho
Fundação 1868
Gentílico amarajiense
Lema Educação é o nosso lema
Prefeito(a) Jânio Gouveia da Silva (PR)
(2013–2016)
Localização
Localização de Amaraji
Localização de Amaraji em Pernambuco
Amaraji está localizado em: Brasil
Amaraji
Localização de Amaraji no Brasil
08° 22' 58" S 35° 27' 10" O08° 22' 58" S 35° 27' 10" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Mata Pernambucana IBGE/2008[1]
Microrregião Mata Meridional Pernambucana IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes norte: Chã Grande, sul: Ribeirão, leste: Primavera, oeste: Cortês e Gravatá.
Distância até a capital 96 km
Características geográficas
Área 234,780 km² [2]
População 22 600 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 96,26 hab./km²
Altitude 289 m
Clima Tropical As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,580 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 127 522 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 787 24 IBGE/2012[5]
Página oficial

Amaraji é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Distante a 96 km da capital pernambucana, Recife.

História[editar | editar código-fonte]

O município de Amaraji surgiu em torno de uma feira, realizada aos domingos, no Engenho Garra, a partir de 23 de julho de 1868. A feira atraiu o comércio e novas habitações. Foi crescendo um povoado denominado São José da Boa Esperança. Foi construída uma capela, tendo este santo como padroeiro. Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, elevou o povoado à categoria de Vila, a Vila de São José da Boa Esperança, pertencente ao município de Escada. No ano seguinte, foi criado o município com a denominação de Amaracy, depois Amaragi e atualmente denominado Amaraji. Foi elevada à categoria de cidade pela Lei Estadual nº 991, de 1 de julho de 1909. O município é formado pelo distrito Sede e pelo povoado de Demarcação.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Amaraji tem uma distância de 96 km de Recife pela BR 101, e 110 km pela BR 232. Situada na Zona da Mata Sul, rodeada de águas por todos os lados. Sua maior fonte de renda ainda é a Cana-de-açucar, porém já desenvolve várias outras culturas. Uma outra cultura forte na região é o Chuchu, sendo considerada a maior produtora. Para se chegar aqui existem dois caminhos: pela PE 63 são 25 km passando pela Usina União e Indústria até a BR 101; e pela PE 71 com uma distância de 27 km até a BR 232, passando pela cidade de Chã Grande que divide com a cidade de Gravatá. A BR 232 liga Recife ao sertão.


Localiza-se a uma latitude 08º22'59" sul e a uma longitude 35º27'09" oeste, estando a uma altitude de 289 metros. Sua população estimada em 2010 era de 21.925 habitantes.

Possui uma área de 235 km².

O acesso é feito através das rodovias BR-101 e PE-063; BR 232 e PE-71.

O relevo de Amaraji está inserido na unidade dos Tabuleiros Costeiros, que acompanha o litoral de todo o nordeste, apresenta altitude média de 50 a 100 metros. Compreende platôs de origem sedimentar, com entalhamento variável: possui alguns vales estreitos e encostas abruptas e também vales abertos com encostas suaves e fundos com amplas várzeas. Os solos são do tipo Latossolos e Podzólicos nos topos; Podzólicos com Fregipan, Podzólicos Plínticos e Podzóis nas pequenas depressões nos tabuleiros; Podzólicos Concrecionários em áreas dissecadas e encostas e Gleissolos e Solos Aluviais nos vales.

A vegetação nativa consiste em Floresta subperenifólia, com partes de Floresta subcaducifólia e transição cerrado/ floresta.

A atividade econômica predominante é a agroindústria açucareira. Além da cana-de-açúcar, destacam-se outros produtos como abacaxi, mandioca, borracha, banana, batata-doce e laranja.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal-IDH-M é de 0,617, o que situa o município em 95° no ranking estadual e em 4353° no nacional.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 01 de outubro de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.