António José Teixeira de Abreu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
António José Teixeira de Abreu.

António José Teixeira de Abreu (Cabanas, Carregal do Sal, 8 de Dezembro de 1865Coimbra, 8 de Dezembro de 1930.) foi um advogado, professor, deputado e ministro português.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em Direito em 2 de outubro de 1895, pela Universidade de Coimbra. Em sua carreira política, como deputado e militante político, acompanhou João Franco, quando da cisão do Partido Regenerador, em que ambos militavam. Em 2 de maio de 1907 assumiu o cargo de ministro da Justiça, permanecendo neste cargo até à queda do ministério, em virtude do regicídio de 1908. No cargo de ministro da Justiça, assumiu alguns dos actos mais repressivos da Monarquia de D. Carlos, sendo quem levou a Vila Viçosa, para assinatura de D. Carlos, o decreto que reprimia os crimes de sublevação. Após a proclamação da República, Teixeira de Abreu fo impedido de exercer a sua profissao de professor se não jurasse a Republica.[1] Quando saiu da prisão achou por bem exilar-se em São Paulo. Regressou em 1927, data que foi reintegrado no corpo docente da Universidade de Coimbra.[2][carece de fontes?]

Morreu em Coimbra a 8 de Dezembro de 1930.[1]

Graças às desavenças na Câmara dos Deputados com o seu primo em segundo grau D. Antonio Viana Telles de Abreu, do Partido Progressista, deixaram de falar ate 1918.[3][necessário verificar]

Descendentes[editar | editar código-fonte]

Bisneto - Miguel Teixeira de Abreu (1959 - ) sócio fundador da Abreu Advogados[2].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • ABREU, Antonio José Teixeira de. Lições de direito civil português: para uso dos seus discípulos. Coimbra: França Amado-Editor. 1898 - 481 p.[4]

Referências

  1. a b c «António José Teixeira de Abreu (1865-1930)». Biografias. Fundação Mário Soares. Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  2. a b Tatiana Canas (março de 2011). «Miguel Teixeira de Abreu, sócio fundador da Abreu & Associados: Crise aumenta recurso a advogados» (PDF). Lima, Ediciones Peruanas. advocatus. 1 (12): 38. ISSN 2177-3416. Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  3. «actas referentes à Câmara dos Senhores Deputados da Nação Portugueza». Debates Parlamentares - Câmara dos Senhores Deputados da Nação Portugueza. Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  4. Biblioteca Digital da Faculdade de Direito, Universidade de Coimbra, Biblioteca Online, Ficha bibliográfica. [em linha]. Visitado em 26 de dezembro de 2014
Ícone de esboço Este artigo sobre um advogado(a) ou jurista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.