Antônio do Lajedinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio do Lajedinho

Antônio Moreira Ferreira (Feira de Santana, Bahia, 6 de dezembro de 1925) é um ex-combatente que serviu à Marinha do Brasil na Segunda Guerra Mundial e jornalista. Foi condecorado e em seguida passou a trabalhar como jornalista nos periódicos O Mundo e O Careta e foi redator da revista Vigilante. Participou de quatorze antologias e publicou oito livros, inclusos dois de poemas.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Feira de Santana no ano de 1925, filho de Francisco Ferreira da Silva e Zilda Moreira Ferreira. Cursou o primário na Escola Normal Rural daquela cidade. Em Janeiro de 1942 ingressou na Marinha de Guerra Brasileira, onde participou ativamente de operações de guerra, sendo condecorado por serviços prestados á pátria e pensionado como segundo tenente das Forças Armadas do Brasil. Foi jornalista profissional e advogado atuante nas comarcas de Irecê, Morro do Chapéu, Central, Xique-Xique e Juiz de Paz da Vila de América Dourada. Recebeu em Barra do Mendes o Título de Cidadão Barramendense e do Exército Brasileiro o Diploma de Amigo do 35 BI, além das comendas Maria Quitéria, Godofredo Filho pela Câmara Municipal de Feira de Santana e Honraria no grau de Oficial da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana. Poeta e Cronista é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana, Instituto Internacional da Poesia, União Brasileira de Escritores e da Academia Feirense de Letras na qual exerce a função de Diretor de Biblioteca.

Realizações[editar | editar código-fonte]

Sempre antenado com a política levou grandes benefícios através das suas influências às cidades de Barra do Mendes, América Dourada e ao povoado do Spínola onde passa alguns anos se dedicando á sua fazenda. Foi entusiasta da doação do prédio da Associação dos Ex-Combatentes de Feira de Santana á Universidade Estadual de Feira de Santana, transmissão de posse que se concretizou no ano de 2012 e que resultará na construção de um museu e um memorial da 2ª Guerra Mundial no prédio que passou a ser utilizado pela UEFS.

Obras[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • ALMEIDA, Oscar Damião de; Dicionário Personificativo de Feira de Santana; 2.ª Edição;

Editorial Talentos; 2006 ;ISBN 91+981(814.22)(038).

  • OLIVEIRA, Lélia Vitor Fernandes de; Homens que fizeram História; 1.ª Edição;

Editorial Grafinort; 2004.

  • SANTANA, Instituto Histórico e Geografico de Feira de; Revista do IHGFS; 2.ª Edição; Editorial Grafinort; 2006; ISBN 93+91(814.22).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]