Arquidiocese de Madri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Arquidiocese de Madri
Archidiœcesis Matritensis
Localização
País Espanha
Dioceses sufragâneas Diocese de Alcalá de Henares
Diocese de Getafe
Estatísticas
Área 3 663 km²
Informação
Rito Romano
Criação da diocese 7 de março de 1885
Elevação a arquidiocese 25 de março de 1964
Governo da arquidiocese
Arcebispo Carlos Osoro Sierra
Bispo auxiliar Juan Antonio Martínez Camino, S.J.
Santos Montoya Torres
Jesús Vidal Chamorro
José Cobo Cano
Arcebispo emérito Antonio María Rouco Varela
Jurisdição Sé Metropolitana
Contatos
Página oficial www.archimadrid.es
Mapa da jurisdição da Arquidiocese de Madri.

A Arquidiocese de Madri (em latim: Archidiœcesis Matritensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica na Espanha. Foi criada em 7 de março de 1885 e elevada em 25 de março de 1964. Em 2016 sua jurisdição contava 481 paróquias, atendidas por 1390 sacerdotes seculares e 1676 regulares, com uma população de 3,5 milhões católicos, ou seja, 86,9% do total da população.[1]

A sede da arquidiocese é a Catedral de Santa Maria a Real de Almudena. Seu atual arcebispo é Carlos Osoro Sierra.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A diocese de Madri, com o nome de diocese de Madrid-Alcalá foi criada em 7 de março de 1885, sendo pontífice o Papa Leão XIII, sobre territórios então pertencentes à arquidiocese de Toledo. Desde mais de três séculos antes, Madri era capital de Espanha, mas os arcebispos de Toledo, Primazes da Espanha, se opunham à criação da diocese, temerosos de perder sua influência na Corte.

No mesmo ano de 1885, foi criado o seminário diocesano, dedicado a São Boaventura. Em 25 de março de 1964, a diocese foi elevada à arquidiocese.[1] Em 23 de julho de 1991, a arquidiocese cede parte de seu território para a ereção das dioceses de Alcalá de Henares e de Getafe e tornou-se, assim, uma arquidiocese metropolitana.

Em 15 de junho de 1993, o Papa João Paulo II consagrou a catedral de Madri, cuja primeira pedra foi colocada pelo Rei Alfonso XII em 4 de abril de 1883.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Cronologia da administração local:[1]

Bispos de Madri[editar | editar código-fonte]

Arcebispos de Madri[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Cheney, David M. (2019). «Archdiocese of Madrid». The Hierarchy of the Catholic Church. Consultado em 17 de julho de 2019. Cópia arquivada em 26 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Madri