Arquidiocese de Pamplona e Tudela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arquidiocese de Pamplona e Tudela
Archidiœcesis Pampilonensis et Tudelensis
Catedral de la Asunción de Nuestra Señora
Localização
País Espanha
Dioceses sufragâneas Diocese de Calahorra e La Calzada-Logroño
Diocese de Jaca
Diocese de San Sebastián
Estatísticas
Área 10 421 km²
Informação
Rito Romano
Criação da diocese século V
Elevação a arquidiocese 11 de agosto de 1956
Governo da arquidiocese
Arcebispo Francisco Pérez González
Jurisdição Sé Metropolitana
Contatos
Página oficial www.iglesianavarra.org/
Mapa da jurisdição da Arquidiocese.

A Arquidiocese de Pamplona e Tudela (em latim: Archidiœcesis Pampilonensis et Tudelensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica na comunidade foral (autônoma) de Navarra, na Espanha. Foi criada no século V como sufragânea da Arquidiocese de Tarragona com o nome de Diocese de Pamplona e elevada à arquidiocese em 11 de agosto de 1956. Possui hoje uma jurisdição de 739 paróquias, atendidas por 779 sacerdores, com uma população de 573.386 católicos, ou seja, 99,2% do total da população[1].

A sede da arquidiocese é a Catedral de Santa Maria de Pamplona e sua concatedral é a Catedral de Santa Maria de Tudela. Seu atual arcebispo é Dom Francisco Pérez González.

História[editar | editar código-fonte]

A diocese de Pamplona ​​foi eregida no século V, embora acredita-se que o primeiro bispo da cidade foi São Firmino, em meados do século III. O primeiro bispo de que se tem notícia é historicamente Liliolo, que participou do III Concílio de Toledo em 589. Foi originalmente sufragânea da Arquidiocese de Tarragona.

Na sequência da Invasão muçulmana no ano 711 o controle dos bispos de Pamplona foi perdido, que assume a sucessão em 829, ao mesmo tempo, quando fez as primeiras tentativas de estabelecer o Reino de Navarra.

Durante a Idade Média, Navarra é uma terra de passagem de peregrinos para Santiago de Compostela ligada ao Caminho de Santiago. O trânsito de peregrinos ajudaram o florescimento de alguns mosteiros (Leyre, Irache, Fitero, Iranzu e La Oliva).

No século XIII, o reino de Navarra é dividido em seis dioceses, incluindo a de Pamplona que era a maior, estendendo-se até mesmo além das fronteiras do reino. Em 1318 a diocese tornou-se parte da província eclesiástica da Arquidiocese de Zaragoza até 1574, quando ficou sufragânea da Arquidiocese de Burgos.

No século XVI, a diocese foi estendido para incluir as diocesed de Bayonne e Dax, que foram suprimidas. No século XVIII, Valdonsella foi cedida à Diocese de Jaca.

Em 5 de setembro de 1851 foi unida à diocese de Tudela, que foi eregida em 27 de março de 1783 e até então era sufragânea de Burgos, e assumiu o nome da diocese de Pamplona-Tudela. Ao mesmo tempo, tornou-se novamente sufragânea da Arquidiocese de Zaragoza.

Em 8 de setembro de 1861 deu uma porção do seu território para o benefício da ereção da diocese de Vitória. A partir de 17 de julho de 1889 a 2 de setembro de 1955, a Diocese de Tudela foi unida à diocese de Tarazona, durante o qual a sé navarrina tomou o nome da diocese de Pamplona. Em 1955, os limites diocesanos foram modificados de modo que coincidem com os limites de Navarra civil.

A 11 de agosto de 1956 foi elevada à categoria de arquidiocese metropolitana, pela a Bula do Papa Pio XII Decessorum Nostrorum.

Em 11 de agosto de 1984, devido à bula Supremam exercentes do Papa João Paulo II, a Diocese de Tudela foi unida aeque principaliter à arquidiocese de Pamplona: os arcebispos têm o título de Arcebispo de Pamplona e bispo de Tudela, passando o nome a Arquidiocese de Pamplona e Tudela.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Bispos[editar | editar código-fonte]

Bispos de Pamplona[editar | editar código-fonte]

Bispos de Pamplona-Tudela[editar | editar código-fonte]

  • Severo Leonardo Andriani Escofet † (1851 - 1861)
  • Pedro Cirilo Uriz Labayru † (1861 - 1870)
  • José Oliver y Hurtado † (1875 - 1886)
  • Antonio Ruiz-Cabal y Rodríguez † (1886 - 1889)

Bispos de Pamplona[editar | editar código-fonte]

  • Antonio Ruiz-Cabal y Rodríguez † (1889 - 1899)
  • José López Mendoza y García, O.S.A. † (1899 - 1923)
  • Mateo Múgica y Urrestarazu † (1923 - 1928)
  • Tomás Muñiz Pablos † (1928 - 1935)
  • Marcelino Olaechea Loizaga, S.D.B. † (1935 - 1946)
  • Enrique Delgado y Gómez † (1946 - 1956)

Arcebispos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Pamplona e Tudela

Referências

  1. Dados referentes a 2005.