Arquidiocese de Mérida-Badajoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arquidiocese de Mérida-Badajoz
Archidiœcesis Emeritensis Augustanus-Pacensis
Catedral de São João Batista de Badajoz
Localização
País Espanha
Dioceses sufragâneas Cória-Cáceres
Plasencia
Estatísticas
Área 17 405 km²
Informação
Rito Romano
Criação da diocese século III
Elevação a arquidiocese 28 de julho de 1994
Padroeiro João Batista
Governo da arquidiocese
Arcebispo Celso Morga Iruzubieta
Jurisdição Sé Metropolitana
Outras informações
Página oficial www.archimeridabadajoz.org
Mapa
Mapa da área da arquidiocese
dados em catholic-hierarchy.org
Escudo da arquidiocese

A Arquidiocese de Mérida-Badajoz (em latim: Archidiœcesis Emeritensis Augustanus-Pacensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica na Espanha. Foi criada no século III, sendo recriada em 1230, após a Reconquista, e elevada em 28 de julho de 1994.[1] Atualmente tem uma jurisdição de 218 paróquias, atendidas por 327 padres, com uma população de 585 290 católicos,[quando?] ou seja, 99,3% do total da população.[2]

As sedes da arquidiocese são a Catedral de São João Batista de Badajoz e a Concatedral de Santa Maria Maior de Mérida. Em 2021, o arcebispo era Dom Celso Morga Iruzubieta.[1]

História[editar | editar código-fonte]

No século III, é encontrado o nome de Marcial, o primeiro arcebispo metropolitano de Augusta Emerita (Mérida). A antiga metrópole abrangia a toda a província romana da Lusitânia. No final do século IV se destaca o nome do arcebispo Idácio, que teve adversidades com a heresia prisciliana. Também é importante a figura do arcebispo Mausônio, que lutou contra o arianismo e no Terceiro Concílio de Toledo, em 589, promoveu a conversão do rei visigodo Recaredo I pelo arianismo à ortodoxia católica.

Em 714 Mérida foi conquistada pelos muçulmanos, mas a sucessão episcopal foi provavelmente mantida, como indicado em 862, com o arcebispo de nome Arnulfo. No século X, a sede da diocese foi transferida para Badajoz.

Em 1120 o Papa Calisto II estabeleceu a sede metropolitana de Santiago de Compostela, que herdou os direitos da sede metropolitana de Mérida, de cuja cidade de Badajoz ficou sufragânea. Badajoz foi recapturada em 1228 por Afonso IX de Leão e em 29 de outubro de 1230 a diocese foi restaurada por uma bula do Papa Gregório IX. Em 1255 o Papa Alexandre IV nomeou o primeiro bispo eleito depois de 250 anos.[1]

Em 1480, Gómez Suárez de Figueroa foi o último bispo eleito pelo capítulo. Em 3 de maio de 1664 foi criado o seminário diocesano, dedicado a Santo António, sendo que em 1754 foi inaugurado o novo edifício. Em 1873, a bula papal Quo gravius do Papa Pio IX retirava a administração das ordens militares de Santiago e Alcântara e territórios vastos e agregava-os aos da diocese, que até então tinha uma pequena escala espacial.

Após a concordata de 1955, em 1958 os limites territoriais foram alterados: a diocese adquiriu uma arquipresbiterado que pertencia à diocese de Córdoba e, em troca deu outro arquipresbiterado à diocese de Coria. Em 28 de julho de 1994, a diocese foi elevada à categoria de arquidiocese Metropolitana pela bula Universae Ecclesiae sustinentes do Papa João Paulo II e assumiu seu nome atual.[1]

Prelados[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Arcebispos
Celso Morga Iruzubieta 2015- Atual
Santiago García Aracil 2004-2015
Antonio Montero Moreno 1994-2004
Bispos
104º Antonio Montero Moreno 1980-1994 Elevado à Arcebispo
103º Doroteo Fernández y Fernández 1971-1979
102º José María Alcaráz y Alenda 1930-1971
101º Ramón Pérez y Rodríguez 1920-1929 Nomeado Bispo do Ordinário Militar Castrense da Espanha
100º Adolfo Pérez y Muñoz 1913-1920 Nomeado Bispo de Córdoba
99º Félix Soto y Mancera 1904-1910
98º José Hevía y Campomanes, O.P. 1903-1904
97º Ramón Torrijos y Gómez 1894-1903
96º Francisco Sáenz de Urturi y Crespo, O.F.M. 1891-1894 Nomeado Arcebispo de Santiago de Cuba
95º Fernando Ramírez y Vázquez 1865-1890
94º Joaquín Hernández y Herrero 1863-1865 Nomeado Bispo de Segorbe
93º Pantaleón Montserrat y Navarro 1862-1863 Nomeado Bispo de Barcelona
92º Diego Mariano Alguacil y Rodríguez 1858-1861 Nomeado Bispo de Vitória
91º Manuel García Gil, O.P. 1853-1858 Nomeado Arcebispo de Saragoça
90º Francisco Javier Rodríguez Obregón 1847-1853
89º Mateo Delgado y Moreno 1802-1841 Arcebispo (título pessoal)
88º Gabriel Álvarez Faria 1797-1802
87º Alfonso Solís Marroquin y Grajera, O.S. 1783-1797
86º Santiago Palmero Escada 1780-1781
85º Manuel Pérez Minayo y Zumeda 1755-1779
84º Amador Merino y Malaguillas 1730-1755
83º Pedro Francisco Levanto Vivaldo 1715-1729
82º Francisco Valero y Losa 1707-1715 Nomeado Arcebispo de Toledo
81º Juan Marín y Rodezno 1681-1706
80º Juan Herrero Jaraba 1677-1681 Nomeado Bispo de Plasencia
79º Agustín Antolínez, O.S.A. 1675-1677
78º Francisco de Lara 1673-1675 Nomeado Arcebispo de Saragoça
77º Francisco de Rois y Mendoza, O.Cist. 1668-1673 Nomeado Arcebispo de Granada
76º Jerónimo Rodríguez de Valderas, O. de M. 1662-1668 Nomeado Bispo de Jaén
75º Gabriel de Esparza Pérez 1660-1662 Nomeado Bispo de Salamanca
74º Diego del Castillo y Artigas 1658
73º Diego López de la Vega 1649-1658 Nomeado Bispo de Cória
72º Ángel Manrique, O.Cist. 1645-1649
71º José Valle de la Cerda, O.S.B. 1640-1644
70º Gabriel Ortiz Sotomayor 1635-1640
69º Juan Roco Campofrío, O.S.B. 1627-1632 Nomeado Bispo de Cória
68º Pedro Fernández Zorrilla 1618-1627 Nomeado Bispo de Pamplona
67º Cristóbal Lobera y Torres 1615-1618 Nomeado Bispo de Osma
66º Juan Beltrán Guevara y Figueroa 1611-1615 Nomeado Arcebispo de Santiago de Compostela
65º Andrés Fernández de Córdoba y Carvajal 1602-1611
64º Diego Gómez de Lamadrid, O.SS.T. 1578-1601 Arcebispo (título pessoal)
63º Diego de Simancas 1568-1578 Nomeado Bispo de Zamora
62º Juan de Ribera 1562-1568 Nomeado Arcebispo de Valência
61º Cristóbal Rojas Sandoval 1556-1562 Nomeado Bispo de Córdoba
60º Francisco de Navarra y Hualde 1545-1556 Nomeado Arcebispo de Valência
59º Jerónimo Suárez Maldonado 1532-1545
58º Pedro González Manso 1525-1532 Nomeado Bispo de Osma
57º Pedro Gómez Sarmiento de Villandrando 1524-1525 Nomeado Bispo de Palencia
56º Bernardo de Mesa, O.P. 1521-1524
55º Pedro Ruiz de la Mota, O.S.B. 1516-1520 Nomeado Bispo de Palencia
54º Alfonso Manrique de Lara y Solis 1499-1516 Nomeado Bispo de Córdoba
53º Juan Rodríguez de Fonseca 1495-1499 Nomeado Bispo de Córdoba
52º Juan Ruiz de Medina 1493-1495 Nomeado Bispo de Cartagena
51º Bernardino López de Carvajal y Sande 1489-1493 Nomeado Bispo de Cartagena
50º Pedro Ximénez de Préxamo 1486-1489 Nomeado Bispo de Cória
49º Gómez Suárez de Figueroa 1479-1485
48º Pedro de Silva y Tenorio, O.P. 1461-1479
47º Lorenzo Suárez de Figueroa 1444-1456
46º Juan de Morales, O.P. 1418-1443
45º Juan Rodríguez Villalón 1415-1418 Nomeado Bispo de León
44º Diego Badán, O.F.M. 1409-1415 Nomeado Bispo de Cartagena
43º Gonzalo de Alba, O.P. 1407-1408 Nomeado Bispo de Salamanca
42º Pedro Tenorio ? 1403
41º Fernando Suárez de Figueroa 1379-1398
40º Fernando Sánchez 1373-1378
39º Juan García Palomeque 1354-1373 Nomeado Bispo de Osma
38º Alfonso Fernando de Toledo y Vargas, O.E.S.A. 1353-1354 Nomeado Bispo de Osma
37º Juan 1349-1353
36º Vincenzo Estevanez 1344-?
35º Fernando Martínez de Ágreda 1335-1344
34º Juan de Morales 1329-1335 Nomeado Bispo de Jaén
33º Bernabé 1324-1329 Nomeado Bispo de Osma
32º Simón, O. de M. 1309-1324 Nomeado Bispo de Tuy
31º Bernardo 1300-?
30º Gil Ruíz 1290-1295
29º Alfonso 1287-?
28º Juan 1286-?
27º Gil Colonia 1282-1285
26º Lorenzo Suárez, O.M.Alc. 1264-?
25º Pedro Pérez, O.F.M. 1255-1266
24º Daniel 1000-?
23º Júlio 932-?
22º Thedocutus 904-?
21º Arnulfo 839-862
20º Máximo 688-?
19º Estêvão II 681-685
18º Festo 671-681
17º Profirio 665-671
16º Oronzo 637-665
15º Estêvão I 633-637
14º Rinovato ?-633
13º Inocêncio 605-?
12º Masona 571-605
11º Fedele 560-571
10º Paulo 530-560
Zenone 483-492
Antonino 445-449
Gregório 410-420
Patruino 400-?
Idácio 380-400
Fiorenzo 347-380
Libério 295-314
Félix 255-?
Marcial ?-255
Bispos coadjutores
Doroteo Fernández y Fernández 1962-1971
Eugenio Beitia Aldazabal 1954-1962 Nomeado Bispo de Santander
Bispo auxiliar
Fernando de Vera y Zuñiga, O.S.A. 1614-1628 Nomeado Arcebispo de Santo Domingo
Administrador apostólico
Giovanni d'Aragona 1479

Referências

  1. a b c d «Metropolitan Archdiocese of Mérida–Badajoz, Spain» (em inglês). GCatholic.org. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  2. Cheney, David M. «Archdiocese of Mérida-Badajoz» (em inglês). Catholic-Hierarchy.org. Consultado em 20 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Arquidiocese de Mérida-Badajoz