Ateneu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com O Ateneu.
Disambig grey.svg Nota: Para a antiga escola romana, veja Ateneu de Adriano.
Ateneu
Nascimento 168/180
Morte Após 228
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Escritor

Ateneu (em grego clássico: Αθήναιος; transl.: Athénaios; em latim: Athenaeus; fl. século II-III) foi um escritor grego da Roma Antiga, ativo entre o reinado de Marco Aurélio (r. 168–180) e Caracala (r. 211–217). Era nativo de Náucratis, no Egito.[1]

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Ateneu nasceu em Náucratis, no delta do Nilo, no Egito. Deve ter nascido no reinado do imperador Marco Aurélio (r. 168–180) e viveu até algum momento depois de 228, data da morte do jurista Ulpiano, a quem Ateneu cita em sua obra. Seu trabalho sobrevivente se chama Dipnosofistas ou Banquete dos Eruditos. Pode ser considerado uma das primeiras coleções do que é chamado Ana, ou seja, uma imensa massa de anedotas, extratos de escritos de poetas, historiadores, dramaturgos, filósofos, oradores e médicos, fatos da história natural, críticas e discussões sobre quase todos os assuntos possíveis, especialmente gastronomia, sobre a qual cita a obra perdida de Arquéstrato. Diz o próprio que teria lido e feito extratos de 800 peças da chamada comédia média. O autor se apresenta descrevendo, a seu amigo Timócrates, o banquete oferecido na casa do nobre Laurêncio para vários convidados, incluindo o médico Galeno e o jurista Ulpiano. A obra foi escrita na forma de diálogo, no qual os interlocutores são os convidados.[2]

Referências

  1. Cotton 1870, p. 400-402.
  2. Cotton 1870, p. 400.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cotton, George Edward Lynch (1870). Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology Vol. I. Boston: Little, Brown and Company 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]