Bacia do rio dos Sinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Bacia do rio dos Sinos situa-se na Região Hidrográfica do Guaíba, na porção nordeste do Rio Grande do Sul. Abrange as províncias geomorfológicas do Planalto Meridional e Depressão Central.[1]

Possui uma área de 3.746,68 km², correspondendo a 1,5% do território estadual. Limita-se a oeste e norte com as bacias do rio Caí e Taquari-Antas, ao sul com a Bacia do Baixo Jacuí e Lago Guaíba e a leste com as bacias do rio Gravataí e Tramandaí.[1]

Abrange municípios como Campo Bom, Canoas, Gramado, Igrejinha, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Taquara e Três Coroas, com população total estimada em 1.249.100 habitantes.[1]

Os principais cursos de água são o Rio Rolante, Rio da Ilha, Rio Paranhana e o Rio dos Sinos. Este último tem sua nascente na cidade de Caraá e desembocadura no delta do Jacuí. Os principais usos da água na bacia estão destinados ao abastecimento público, uso industrial e irrigação.[1]

As áreas mais conservadas encontram-se a montante da bacia. O grande problema encontrado é o despejo de efluentes industriais e principalmente domésticos sem tratamento nos cursos de água no seu trecho médio-baixo.[1]

Altitude e localização de alguns dos corpos de água principais[2]
Principais corpos de água Altitude/
nascente principal
Localização
Rio dos Sinos 920 m Caraá
Rio Rolante 1000 m São Francisco de Paula
Rio Paranhana 890 m Canela

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação da bacia é caracterizada pelo encontro de diversas formações fitogeográficas onde ocorre a Floresta ombrófila mista nas nascentes do rio Rolante (Floresta Nacional de São Francisco de Paula), Savana, Floresta estacional decidual, Floresta estacional semidecidual e Áreas de tensão ecológica. Atualmente a cobertura original está bem reduzida, restando maiores concentrações nas nascentes e nas margens fluviais.

Referências