Três Coroas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Três Coroas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Três Coroas
Bandeira
Brasão de armas de Três Coroas
Brasão de armas
Hino
Lema Mundo novo
Gentílico três-coroense
Localização
Localização de Três Coroas no Rio Grande do Sul
Localização de Três Coroas no Rio Grande do Sul
Três Coroas está localizado em: Brasil
Três Coroas
Localização de Três Coroas no Brasil
Mapa de Três Coroas
Coordenadas 29° 30' 55" S 50° 46' 46" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Canela, Gramado, Igrejinha, Santa Maria do Herval, São Francisco de Paula e Taquara
Distância até a capital 91 km
História
Fundação 12 de maio de 1959 (63 anos)
Administração
Prefeito(a) Alcindo de Azevedo (PSDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 185,535 km²
População total (est. IBGE/2021 [2]) 28 948 hab.
Densidade 156 hab./km²
Clima Subtropical (Cfa)
Altitude 56 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 95660-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,710 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 356 836,572 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 14 681,01
Sítio trescoroas.rs.gov.br (Prefeitura)
camaratrescoroas.rs.gov.br (Câmara)

Três Coroas é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se na Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre e na Microrregião de Gramado-Canela, mais precisamente no Vale do Paranhana, a uma latitude 29º31'01" sul e a uma longitude 50º46'40" oeste, estando a uma altitude média de 56 metros. Sua população estimada em 2021 foi de 28.948 habitantes. Possui uma área de 185,535 km². É um município que conta com as águas do Rio Paranhana.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Três Coroas inicia junto com a colonização da Colônia de Santa Maria do Mundo Novo, atual Vale do Paranhana, em 1846. Diversos imigrantes de origem alemã, vindos de São Leopoldo, fixaram residência no vale.

Antes de Três Coroas o lugar já teve várias denominações: Colônia de Santa Maria do Mundo Novo, Santa Maria de Cima, distrito Mundo Novo, e por último Três Coroas, devido a um pinheiro Araucária com três copas (coroas) que existia no vale do Arroio Kampf.

Economia[editar | editar código-fonte]

Como em todo o Vale dos Sinos a economia gira em torno da indústria calçadista. Três Coroas é sede de centenas de empresas do ramo que empregam diretamente cerca de 5,4 mil pessoas e mais 4,5 mil indiretamente.[5] Estas indústrias produzem 16 milhões de pares de calçados por ano.

Política[editar | editar código-fonte]

A administração do município de Três Coroas se dá pelo poder executivo, poder legislativo e poder judiciário.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população do município em 2007 era estimada pelo IBGE em 22.905 habitantes, sendo o 85° município mais populoso do estado, apresentando uma densidade populacional de 122,0 habitantes por km².

Vista panorâmica da região central da cidade de Três Coroas

Turismo[editar | editar código-fonte]

Templo de Khadro Ling
Templo de Khadro Ling

O turismo na cidade tem sido alavancado pelas atrações naturais como o Rio Paranhana, Camping das Laranjeiras, montanhas, pelos esportes de aventura como rafting, ciclismo de montanha e rapel, e pelo único templo budista tibetano da América do Sul, o templo de Chagdud Gonpa Khadro Ling, situado sobre as montanhas e aberto à visitação pública.[6]

Localizada em uma região montanhosa o município possui diversas atrações naturais. Os principais atrativos são o Rio Paranhana os parques naturais como o Parque das Laranjeiras e o Brasil Raft Park - ambos localizados na localidade de Linha Café.[7]

Os principais eventos da cidade são o Três Coroas em Festa, um festival de comemoração do aniversário do município, realizada anualmente no mês de maio; O Três Coroas em Ação, Festival de Teatro Amador e Estudantil que acontece no mês de Novembro; o Festival de Canoagem, uma competição de canoagem, seja ela nacional, panamericana ou mundial, realizada no mês de novembro no Parque das Laranjeiras.[8]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. IBGE, IBGE (27 de agosto de 2021). «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2021» (PDF). ibge.gov.br. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  3. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 7 de agosto de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Abicalçados - Produção de calçados em Três Coroas». Consultado em 18 de abril de 2008. Arquivado do original em 16 de maio de 2008 
  6. Jornal Zero Hora - Templo budista. http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a1842407.xml&template=3898.dwt&edition=9741&section=67 Jornal Zero Hora - Templo budista. Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 27 de abril de 2008.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  7. TrêsCoroas.rs.gov.br. «Dados sobre o turismo no município». Consultado em 17 de junho de 2008 
  8. TrêsCoroas.rs.gov.br. «Eventos do município». Consultado em 17 de junho de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.