Região Metropolitana da Serra Gaúcha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Região Metropolitana da Serra Gaúcha
Localização
Localização da Região Metropolitana da Serra Gaúcha
Centro-CaxiasdoSul.jpg
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Lei 14 293 (complementar)
Data da criação 29 de agosto de 2013
Número de municípios 13
Cidade-sede Caxias do Sul
Características geográficas
Área 4 505 000 km²
População 790 295 hab. Estimativa Populacional IBGE/2014[1]
Densidade 175,43
PIB R$ 25 725 276 057,00 (IBGE - 2008)

A Região Metropolitana da Serra Gaúcha (RMSG) é uma região metropolitana brasileira localizada no estado da Rio Grande do Sul criada em 2013.

Juntamente com a Região Metropolitana de Porto Alegre, forma um importante complexo manufatureiro e urbano, tendo como eixo a BR-116, de forma semelhante a que acontece em outros estados do país (como no caso de São Paulo e Campinas por exemplo).

Características[editar | editar código-fonte]

A região metropolitana foi instituída pela lei complementar estadual 14 293 de 29 de agosto de 2013. Esta substitui o então a lei complementar estadual nº 10335 de 1994 que criou a Aglomeração Urbana do Nordeste do Rio Grande do Sul (AUNE) e é formada por 13 municípios.[2]

Atualmente compreende 4505 km² e, segundo censo do IBGE de 2010, possui mais de 700 mil habitantes, sendo mais populosa que algumas capitais brasileiras. Possuindo o 23ª maior PIB metropolitano do Brasil, a Região Metropolitana da Serra Gaúcha constitui-se numa importante área para o desenvolvimento do interior do estado. Nela encontram-se algumas das maiores e mais importantes empresas do país, como montadoras de carrocerias de ônibus, indústrias de autopeças, produtos alimentícios, plásticos, entre outros.

Caxias do Sul[editar | editar código-fonte]

Situada na região da Serra Gaúcha, tem como cidade-sede Caxias do Sul, importante município do Rio Grande do Sul, um dos mais ricos e populosos do estado. Juntamente com as cidades de seu entorno, Caxias do Sul é um importante polo comercial e de serviços do estado e sua influência se estende para além dos limites desta região metropolitana, atingindo várias cidades do norte e nordeste do Rio Grande do Sul.

Tem o Aeroporto Regional Hugo Cantergiani como a principal porta de entrada para passageiros vindos de outras regiões do estado. Conta também com um movimentado terminal rodoviário.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Municípios que compõem a região metropolitana com a data de anexação e a legislação que assim a determinou:

Município Anexado em Legislação Área (km²)
[3]
População
(2014)[1]
PIB em R$
(2008)[4]
Distância à
Caxias do Sul (km)
Antônio Prado 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 347,616 13 274 220 544,503 55
Bento Gonçalves 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 382,513 112 318 2 398 620,150 45
Carlos Barbosa 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 229,906 27 279 671 592,428 42
Caxias do Sul 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 1 643,913 470 223 16 636 859,000 -
Farroupilha 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 359,300 68 030 1 278 072,191 18
Flores da Cunha 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 272,662 28 974 461 349,743 20
Garibaldi 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 167,697 32 862 826 559,849 38
Ipê 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 599,948 6 374 90 704,685 60
Monte Belo do Sul 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 68,369 2 712 56 705,029 45
Nova Pádua 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 103,239 2 551 44 373,596 51
Pinto Bandeira 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 101,000 2 800 sem dados 45
Santa Tereza 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 72,390 1 781 21 328,000 38
São Marcos 29 de Agosto de 2013 LCF 14/2013 256,254 21 117 283 837,025 35
Total 4 505,000 790 295 25 725 276 057

Referências

  1. a b «IBGE Cidades_Rio Grande do Sul». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Julho de 2014. Consultado em 13 de março de 2015 
  2. «LEI COMPLEMENTAR Nº 14.293, DE 29 DE AGOSTO DE 2013». Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. 29 de agosto de 2013. Consultado em 22 de janeiro de 2014 
  3. IBGE, Área Territorial Oficial, Resolução nº 5 de 10 de outubro de 2002. Acessado em 20 de janeiro de 2008.
  4. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 dez. 2010