Região Metropolitana de Umuarama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Região Metropolitana de Umuarama
Localização
Localização da Região Metropolitana de Umuarama
Unidade federativa  Paraná
Lei LCE 149/2012
Data da criação 22 de agosto de 2012
Número de municípios 24
Cidade-sede Umuarama
Características geográficas
Área 11 400,637 km²
População 306 012 hab. (44º)
Densidade 26,84 hab./km²
PIB R$ 3.020.244.086 mil '
PIB per capita R$ 10 177,53 '

A Região Metropolitana de Umuarama (RMU), também conhecida como Grande Umuarama,[1] reúne 24 municípios do estado do Paraná em relativo processo de conurbação.[2] O termo refere-se à extensão da capital da amizade, formando com seus municípios lindeiros (ou próximos) uma mancha urbana contínua.

A região é uma das mais dinâmicas no cenário econômico brasileiro e representa 0,13% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e 2,05% do PIB parananaense, ou seja, cerca de 7,7 bilhões de reais (2015).[3]

Conforme a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020, a RMU chegou a marca de 314 678 habitantes.[4]

Municípios[editar | editar código-fonte]

Criada pela Lei Complementar Estadual n.º 149/12,[5] a Grande Umuarama é composta atualmente por 24 municípios[6]:

Município Legislação Área (km²)
[7]
População

(est. 2020)[4]

IDH[8] PIB em mil R$
(2018)[9]
Alto Paraíso Lei Compl. Est. nº 149/12 967,771 2 685 0,678 médio 96 375,77
Alto Piquiri Lei Compl. Est. nº 149/12 447,722 9 778 0,676 médio 305 786,39
Altônia Lei Compl. Est. nº 149/12 661,558 22 176 0,721 alto 378 302,16
Brasilândia do Sul Lei Compl. Est. nº 149/12 291,039 2 585 0,681 médio 192 409,66
Cafezal do Sul Lei Compl. Est. nº 149/12 336,205 4 009 0,692 médio 103 376,96
Cidade Gaúcha Lei Compl. Est. nº 149/12 403,044 12 797 0,718 alto 414 644,06
Cruzeiro do Oeste Lei Compl. Est. nº 149/12 779,222 20 947 0,717 alto 828 972,54
Douradina Lei Compl. Est. nº 149/12 419,852 8 869 0,724 alto 592 066,47
Esperança Nova Lei Compl. Est. nº 149/12 138,56 1 665 0,689 médio 49 444,72
Francisco Alves Lei Compl. Est. nº 149/12 321,898 5 993 0,669 médio 195 959,96
Icaraíma Lei Compl. Est. nº 149/12 675,241 7 786 0,666 médio 232 809,28
Iporã Lei Compl. Est. nº 149/12 647,894 13 782 0,706 alto 366 770,61
Ivaté Lei Compl. Est. nº 149/12 410,907 8 240 0,706 alto 195 702,18
Maria Helena Lei Compl. Est. nº 149/12 486,234 5 634 0,703 alto 108 577,31
Mariluz Lei Compl. Est. nº 149/12 433,170 10 336 0,639 médio 230 261,54
Nova Olímpia Lei Compl. Est. nº 149/12 136,308 5 826 0,710 alto 82 512,48
Perobal Lei Compl. Est. nº 149/12 406,707 6 160 0,713 alto 182 646,93
Pérola Lei Compl. Est. nº 149/12 240,635 11 321 0,700 alto 338 767,27
São Jorge do Patrocínio Lei Compl. Est. nº 149/12 404,689 5 586 0,676 médio 115 678,88
Tapejara Lei Compl. Est. nº 149/12 591,400 16 345 0,703 alto 452 093,56
Tapira Lei Compl. Est. nº 149/12 434,367 5 495 0,697 médio 129 044,03
Tuneiras do Oeste Lei Compl. Est. nº 162/13 24.810 8 533 0,695 médio 201 176,45
Umuarama Lei Compl. Est. nº 149/12 1.232,799 112 500 0,761 alto 3 390 618,27
Xambrê Lei Compl. Est. nº 149/12 359,713 5 630 0,706 alto 95 132,65
Total 11,400 637 314 678 0,697 médio 9 279 130,13

Referências

  1. Gazeta do Povo (2009). «Sem cadastro». Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  2. G1 (2012). «Criação da Região Metropolitana de Umuarama é aprovada por deputados». Consultado em 29 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 24 de junho de 2013 
  3. Fórum Nacional de Entidades Metropolitanas (FNEM) (2018). «Região Metropolitana de Umuarama». Consultado em 29 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2020 
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2020). «Estimativas da População Residente no Brasil e Unidades da Federação com Data de Referência em 1º de Julho de 2020» (PDF). Consultado em 28 de dezembro de 2020 
  5. Casa Civil do Governo do Estado do Paraná (2012). «Lei Complementar 149, de 22 de Agosto de 2012». Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  6. Maggioni, Iara (2019). «Por que as regiões metropolitanas são importantes para o Paraná?». Gazeta do Povo. Consultado em 29 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2020 
  7. «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  8. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). «Ranking decrescente do IDHM dos municípios do Brasil». Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2018). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 28 de dezembro de 2020 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.