Ivaté

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Ivaté
Bandeira indisponível
Brasão de Ivaté
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Aniversário 2 de maio
Fundação 1989
Emancipação 1993
Gentílico ivateense
Prefeito(a) Univaldo Campaner (PSC)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ivaté
Localização de Ivaté no Paraná
Ivaté está localizado em: Brasil
Ivaté
Localização de Ivaté no Brasil
23° 24' 32" S 53° 22' 08" O23° 24' 32" S 53° 22' 08" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Noroeste Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Umuarama IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Umuarama
Municípios limítrofes Douradina, Santa Cruz de Monte Castelo, Icaraíma e Umuarama
Distância até a capital 644 km
Características geográficas
Área 410,907 km² [2]
População 7 524 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 18,31 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,752 elevado PNUD/2000 [4]
PIB R$ 93 122,356 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 393,90 IBGE/2008[5]

Ivaté é um município do estado brasileiro do Paraná. Dista aproximadamente 644 quilômetros da capital do estado, Curitiba e sua população estimada em 2010 era de 7 473 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Ivaté" é um termo de origem tupi que significa "fruta verdadeira", através da junção dos termos 'ybá ("fruta") e eté ("verdadeiro")[6].

História[editar | editar código-fonte]

Toda a região do noroeste do estado brasileiro do Paraná era ocupada, até meados do século XX, pela etnia indígena dos xetás. Com os projetos de colonização da região levados a cabo a partir dessa época, os xetás foram praticamente exterminados, seja através da perda de suas terras, através de doenças trazidas pelos não índios ou através do assassínio puro e simples[7].

A ocupação dos brancos no território do município de Ivaté foi promovida pela Companhia Brasileira de Imigração e Colonização, que dava boas condições para a aquisição de terras aos migrantes. Em sua maioria, vindos de estados da Região Norte do Brasil. Quando chegaram na região noroeste do estado, encontraram acampamentos indígenas dos Caigangues, dos Zoras e dos Xetás. Criado através da Lei Estadual 8 970, de 02 de Março de 1989 e instalado em 1 de Janeiro de 1993, foi desmembrado de Umuarama.

Clima[editar | editar código-fonte]

Verões quentes com tendência de concentração das chuvas, com temperatura média de 22 °C. Invernos com geadas pouco frequentes e temperatura média de dezoito graus centígrados, sem estação seca definida.

Hino de Ivaté[editar | editar código-fonte]

Autores - Sebastião Lima e José Carlos Pereira

Junto ao vale, tão formoso.
A clareira se fez dominar
E surgiu no rincão grandioso
Ivaté, que eu sempre hei de amar.
Já nasceste fadada ao sucesso
Com teu povo, capaz varonil.
Construindo feliz teu progresso
Para orgulho do nosso Brasil

(Estribilho)

Ivaté águas cantantes
Berço augusto de paz e esplendor
Tuas planícies, verdejantes.
Sintetizam o vigor
Deste solo, alvissareiro.
Onde a amora, o café, o algodão.
Te transformam, num celeiro
De riquezas da nação
No horizonte a mais bela imagem
E o fascínio dos canaviais
A pecuária enriquece a paisagem
Destas glebas colossais
Ivaté és um marco de glória
E hás de ser sempre o meu bem querer
Tens o nome inserido na história
Sou teu filho e por ti vou viver

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
  7. História Secretaria de educação
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.