Carlos Barbosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Barbosa
  Município do Brasil  
Maria fumaça do Trem do Vinho, em Carlos Barbosa/RS.
Maria fumaça do Trem do Vinho, em Carlos Barbosa/RS.
Símbolos
Bandeira de Carlos Barbosa
Bandeira
Brasão de armas de Carlos Barbosa
[[Brasão|Brasão de armas]]
Hino
Apelido(s) "Terra da Faca, do Queijo e do Futsal"
Gentílico barbosense
Localização
Localização de Carlos Barbosa no Rio Grande do Sul
Localização de Carlos Barbosa no Rio Grande do Sul
Carlos Barbosa está localizado em: Brasil
Carlos Barbosa
Localização de Carlos Barbosa no Brasil
Mapa de Carlos Barbosa
Coordenadas 29° 17' 52" S 51° 30' 14" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Região metropolitana Serra Gaúcha
Municípios limítrofes Garibaldi (NO), Farroupilha (NE), Alto Feliz (SE), São Vendelino (SE), Barão (S), Boa Vista do Sul (O)
Distância até a capital 104 km
História
Fundação 25 de setembro de 1959 (60 anos)
Administração
Prefeito(a) Evandro Zibetti (PMDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 229,906 km²
População total (estimativa IBGE/2019[2]) 29 833 hab.
Densidade 129,76 hab./km²
Clima subtropical (Cfa)
Altitude 676 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (IBGE/2010[3]) 0,796 alto
PIB (IBGE/2015[4]) R$ 1 842 015,90 mil
PIB per capita (IBGE/2015[4]) R$ 66 824,45

Carlos Barbosa é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Seu nome é uma homenagem a Carlos Barbosa Gonçalves, governador do estado durante a República Velha. É, sobretudo graças à equipe ACBF, a Capital Nacional do Futsal.[5]

No município, localizam-se as sedes das indústrias Tramontina e Cooperativa Santa Clara, que possibilitaram uma mudança significativa na economia local e comércio.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Carlos Barbosa começa por volta de 1855, com a vinda dos primeiros imigrantes alemães. Mas, o maior impulso ao desenvolvimento da localidade aconteceu na década de 1870, com a chegada dos imigrantes italianos, que constituíam o grupo mais numeroso que aqui se estabeleceu, fixando-se em quase todas as localidades do município. São procedentes de oito regiões da Itália, sendo que a maior parte veio do Vêneto e da Lombardia.

Primeira Secção do Caminho Geral, Trinta e Cinco e Santa Luiza, foram os primeiros nomes dados à localidade. Em 25 de janeiro de 1910, o intendente de Garibaldi deu-lhe a denominação oficial e definitiva, de Carlos Barbosa, em homenagem ao então Governador do Estado, Carlos Barbosa Gonçalves, em cuja gestão (1909 a 1913) foi construída a ferrovia Montenegro-Caxias do Sul.

Em 25 de setembro de 1959, foi assinado pelo então governador do estado Leonel Brizola, o decreto de criação do novo município de Carlos Barbosa.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do município baseia-se principalmente no setor industrial onde destaca-se na produção de talheres, panelas, pias e equipamentos elétricos (Tramontina), calçados, esquadrias de madeira, móveis, leite e derivados (Cooperativa Santa Clara), entre outros.

Na agropecuária destaca-se a criação de gado leiteiro e a cultura de batata e milho, entre outras.

Turismo[editar | editar código-fonte]

As atividades turísticas do município estão fundamentadas na natureza exuberante, característica da região, bem como nos atrativos históricos deixados pelos imigrantes. Recentemente a administração municipal, através de concurso público, oficializou a logomarca turística do município de Carlos barbosa, incentivando assim o fortalecimento da identidade visual da cidade.

A marca possui como foco principal os trilhos e a Estação Ferroviária de Carlos Barbosa, juntamente com a caixa d’água que abastecia todo o município, símbolos históricos do desenvolvimento do município. Também inserida nesta composição está a torre, elemento marcante do centro da cidade e muito apreciada pelos barbosenses e turistas.

Ao lado da estação estão três faixas que possuem significados específicos, e que traduzem o desenvolvimento do município. A faixa cinza representa o metal, remetendo às antigas ferramentas inicialmente fabricadas pela Tramontina e sua representatividade para a economia de Carlos Barbosa, bem como todas as outras indústrias metalúrgicas que aqui se firmaram. A faixa laranja faz alusão à ACBF, reconhecida mundialmente por suas conquistas esportivas. Por fim, a faixa amarela representa os deliciosos queijos que Carlos Barbosa produz, provenientes da significativa produção leiteira da cidade.

Algumas atrações turísticas:

Esporte[editar | editar código-fonte]

Dentre os esportes praticados em Carlos Barbosa destacam-se:

  • o mundialmente conhecido time de futsal, a Associação Carlos Barbosa de Futsal (ACBF)
  • a rampa de saltos de parapente
  • a pista de motocross, onde é realizada uma etapa do campeonato brasileiro desse esporte
  • o futebol americano, esporte que vem crescendo no estado, através do Carlos Barbosa Ximangos.
  • as várias equipes de bocha, esporte tradicional da colônia italiana
  • as várias equipes de bolão, esporte parecido com boliche, mas com algumas modificações, praticado pela colônia alemã.
  • downhill é praticado por vários jovens da cidade.

Imprensa[editar | editar código-fonte]

O município conta com três jornais semanais. O Jornal Contexto é o mais antigo, fundado em 1 de janeiro de 1987. Em 2004 foi criado o Jornal de Carlos Barbosa (JCB) e, em 2015, o esportivo Gol Mania. Funcionam na cidade também as rádios A Voz FM 87,5 MHz e Estação FM.

Transporte Urbano[editar | editar código-fonte]

Em 21 de março de 2011, foi implantado pela 1ª vez em Carlos Barbosa, o transporte coletivo urbano.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º17'51" sul e a uma longitude 51º30'13" oeste, estando a uma altitude de 676 metros.

Possui uma área de 208,16 km² e sua população foi estimada em 29 833[2] habitantes, conforme dados do IBGE de 2019.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima está classificado como subtropical de altitude, e as temperaturas absolutas variam entre -6 e 36 graus centígrados, com uma precipitação pluviométrica média anual de 1 500 milímetros. A média de temperatura é de 18 graus centígrados, com invernos frios, e verões com temperaturas elevadas. Os meses mais quentes, janeiro e fevereiro, têm temperatura máxima média de 26 graus centígrados e mínima média de 17 graus centígrados, enquanto os meses mais frios (junho e julho) têm máxima média de 15 e mínima média de 7 graus centígrados. Outono e primavera são consideradas estações de transição. O município tem maio como o mês mais seco, quando ocorrem 109 milímetros de precipitação, e março como o mais chuvoso, quando a média fica em 206 milímetros.

Dados climatológicos para Carlos Barbosa
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 26 26 24 21 18 16 15 16 19 21 23 26 22
Temperatura mínima média (°C) 17 16 14 12 10 8 7 7 10 13 15 16 13
Precipitação (mm) 145 152 206 132 109 152 155 178 203 173 140 170 1 915
Fonte: The Weather Channel

Referência bibliográfica[editar | editar código-fonte]

  • MIGOT, Aldo Francisco. História de Carlos Barbosa. Carlos Barbosa: Prefeitura Municipal; Porto Alegre: EST; Caxias do Sul: EDUCS, 1989

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  3. 2010 https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/carlos-barbosa/pesquisa/37/30255. Consultado em 15 de outubro de 2018  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. a b «IBGE-PIB de Carlos Barbosa, RS». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 15 de outubro de 2018 
  5. Jornal SerraNossa. «Carlos Barbosa é oficialmente a Capital Nacional do Futsal». Consultado em 8 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]