São Vendelino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Vendelino
Bandeira indisponível
Brasão de São Vendelino
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 29 de abril de 1988 (29 anos)
Gentílico são-vendelinense
Prefeito(a) Presidente da Câmara de Vereadores (Interino)
Localização
Localização de São Vendelino
Localização de São Vendelino no Rio Grande do Sul
São Vendelino está localizado em: Brasil
São Vendelino
Localização de São Vendelino no Brasil
29° 22' 08" S 51° 22' 37" O29° 22' 08" S 51° 22' 37" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Microrregião Montenegro IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Carlos Barbosa, Alto Feliz, Farroupilha,Bom Princípio e Barão
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 32,087 km² [2]
População 1 944 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 60,59 hab./km²
Altitude 100 m
Clima subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,827 muito alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 29 527,489 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 15 764,81 IBGE/2008[5]
Página oficial

São Vendelino é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 29º22'08" sul e a uma longitude 51º22'37" oeste, estando a uma altitude de 100 metros. Sua população estimada em 2004 era de 1.797 habitantes. Possui uma área de 37,984 km².

História[editar | editar código-fonte]

A denominação São Vendelino deve-se à origem de muitos de seus fundadores, imigrantes católicos, provenientes da cidade alemã de Sankt Wendel, próxima a Trier, no estado do "Saarland".

Língua minoritária[editar | editar código-fonte]

Assim como muitos municípios do estado do Rio Grande do Sul, língua alemã faz parte da história de São Vendelino desde a sua fundação. O dialeto falado na região é o Riograndenser Hunsrückisch, uma variante do dialeto prevalente na região do Hunsrück, no sudoeste da Alemanha.

Em 2012 a Câmara de Deputados do Rio Grande do Sul aprovou em voto unânime o reconhecimento oficial do dialeto alemão riograndense como parte integral do patrimônio cultural do estado.[6][7]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. LEI 14.061 - DECLARA INTEGRANTE DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL A “LÍNGUA HUNSRIK”, DE ORIGEM GERMÂNICA
  7. LEI Nº 14.061, de 23 de julho de 2012 - Declara integrante do patrimônio histórico e cultural do estado do Rio Grande do Sul a língua hunsrik, de origem germânica

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.