Be Yourself

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Be Yourself"
Single de Audioslave
do álbum Out of Exile
Lançamento 2005
Formato(s) CD single
Gênero(s) Hard rock, rock alternativo
Duração 4:39
Gravadora(s) Interscope
Composição Cornell, Morello, Commerford, B. Wilk
Produção Rick Rubin
Cronologia de singles de Audioslave
Último
Último
"What You Are"
(2004)
"Your Time Has Come"
(2005)
Próximo
Próximo

"Be Yourself" é o primeiro single do Audioslave para o seu segundo disco, Out of Exile. Foi lançado no dia 2 de junho de 2005. A música foi a número um do Hot Modern Rock Tracks durante três semanas em 2005, e número um também no Hot Mainstream Rock Tracks durante sete semanas, no mesmo ano.

Próximo à Like a Stone, esta música é tida como uma das canções mais conhecidas da banda, e ainda é tocada em várias rádios de todo o mundo.

Foi o tema da WWE Diva Search de 2005, que foi detida pela WWE, e foi temporariamente utilizada como música de entrada da vencedora desse concurso, Ashley Massaro. Também foi utilizada no episódio premiere da sexta temporada de Scrubs, "My Mirror Image". Utilizada, também, por Shawn Green, do New York Mets.

Havia um concurso promovido pela Contactmusic.com no qual os fãs poderiam enviar fotos da banda, no qual duas dúzias seriam selecionados e presentiados com o vinil 7" do single.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Be Yourself" - 4:38
  2. "Like a Stone (Live version)"
  3. "Show me how to live (Remix by T-Ray)" - 4:48
  4. "Be Yourself (Video)" - 4:48

Versão importada[editar | editar código-fonte]

  1. "Be Yourself" - 4:38
  2. "Super Stupid" - 3:24
  3. "Show Me How To Live (Remix By T-Ray)" - 4:48
  4. "Be Yourself (Video)" - 4:48

Vinil[editar | editar código-fonte]

A. "Be Yourself" - 4:38 B. "Super Stupid" - 3:24

Significado da música[editar | editar código-fonte]

As músicas foram inspiradas na vida de Chris Cornell. "Be yourself foi realmente criada baseando-se em várias coisas pelas quais passei em minha vida, uma grande quantidade de mudanças, todas as tragédias, todos os estúpidos erros horrendos que cometi em minha vida pessoal, querendo fazer coisas melhores, querendo não ser envergonhado, toda essa coisa", ele explicou. "Você sabe, esta é a única vantagem de envelhecer, e esta canção diz isso tão simplificadamente, atingindo um nível que há dez anos seria constrangedor colocá-las numa música, porque é bastante simples. Mas aí está."[1]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O vídeo foi gravado em um velho hotel no centro de Los Angeles e dirigido por Francis Lawrence, veterano no trabalho, quem já dirigiu vídeos para Gwen Stefani, Aerosmith, Jennifer Lopez e Will Smith, e estreou em longas metragens dirigindo Constantine. O vídeo começa com a banda tocando a música, com destaque em Tom Morello tocando sua guitarra na maior parte do tempo. Destaques em Cornell cantando, seguido de mais da guitarra do Morello. Só então a banda é mostrada, depois do refrão em uma sala escura e isolada, cheia de largas janelas, algo parecido com o quarto no vídeo de Like a Stone. Destaques em Tom Morello durante o solo, com visões abstratas de Chris Cornell, enquanto as luzes de fundo mudam de cor rapidamente. Depois do último refrão, as luzes de fundo piscam em vermelho.

Cornell disse que a banda modelou o conceito depois do filme dos Beatles, Let it be: "Se você assistir Let it be a aparência do filme faz com que o visual da banda pareça algo importante. Eu só queria parecer importante, assim como eram as coisas quando eu era criança."[2]

Esse videoclipe é muito parecido com o do segundo single da banda, Like a Stone, onde eles aparecem tocando em uma sala escura.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "Blabbermouth.net - AUDIOSLAVE Frontman Explains Lyrical Inspiration For 'Be Yourself'". Blabbermouth.net (2005-04-08).
  2. "Blabbermouth.net - New AUDIOSLAVE Video Inspired By BEATLES' 'Let It Be'". Blabbermouth.net (2005-04-08).