Bernard Francis Law

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bernard Law
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcipreste Emérito da Basílica de Santa Maria Maior
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 27 de maio de 2004
Predecessor Dom Carlo Cardeal Furno
Sucessor Dom Santos Cardeal Abril y Castelló
Mandato 2004 - 2011
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 21 de maio de 1961
por Dom Egidio Vagnozzi
Nomeação episcopal 22 de outubro de 1973
Ordenação episcopal 5 de dezembro de 1973
por Dom Joseph Bernard Brunini
Nomeado arcebispo 11 de janeiro de 1984
Cardinalato
Criação 24 de maio de 1985
por Papa João Paulo II
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Suzana
Brasão
Coat of arms of Bernard Francis Law.svg
Lema TO LIVE IS CHRIST
Dados pessoais
Nascimento Torreón
4 de novembro de 1931 (85 anos)
Nacionalidade mexicano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Bernard Francis Law (Torreón, México, 4 de novembro de 1931) é um cardeal dos Estados Unidos e arcipreste emérito da Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, nomeado pelo Papa João Paulo II em 2004 depois de ter renunciado à Arquidiocese de Boston em 2002. Desde 1985 ele é o Cardeal-presbítero da Igreja de Santa Susana nas termas de Diocleciano.[1][2]

Law foi o arcebispo de Boston até sua renúncia em 13 de dezembro de 2002,[3] em resposta ao escândalo de abuso sexual na Igreja Católica Romana depois que documentos da própria igreja mostraram que ele tinha encoberto os abusos sexuais cometidos por dezenas de padres católicos em sua arquidiocese.[4] Foi revelado que um único padre estuprou ou molestou 130 crianças durante várias décadas, mas Law e outras autoridades o transferiram entre as igrejas ao invés de denunciá-lo às autoridades.[5] Law também orquestrou acordos secretos para as queixas de abuso feitas contra pelo menos setenta de seus sacerdotes, em que as famílias foram pagas para ficar em silêncio sobre o abuso sexual e o estupro de seus filhos.[6]

Apenas dois anos depois de renunciar de sua posição em Boston, que a Igreja chamou de "um passo importante no processo de cura",[7] o Papa João Paulo II nomeou Law como Arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior em Roma, em 2004. Ele renunciou desta posição ao atingir a idade de 80 anos em novembro de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Bernard Francis Cardinal Law» (em inglês). Catholic-Hierarchy. Consultado em 6 de fevereiro de 2016 
  2. «Cardeal renuncia por causa de escândalos sexuais nos EUA.». www.bbc.com. 2002. Consultado em 6 de fevereiro de 2016 
  3. Paulson, Michael (14 de dezembro de 2002). «A church seeks healing». Boston Globe 
  4. «Church allowed abuse by priest for years». Boston Globe. 6 de janeiro de 2002. Consultado em 5 de dezembro de 2015 
  5. «Church allowed abuse by priest for years». Boston Globe. 6 de janeiro de 2002. Consultado em 5 de dezembro de 2015 
  6. «Scores of priests involved in sex abuse cases». Boston Globe. 31 de janeiro de 2002 
  7. Paulson, Michael (4 de dezembro de 2002). «A church seeks healing». Boston Globe 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bernard Francis Law
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.