Big Machine Records

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Big Machine Records
Fundação 1 de setembro de 2005 (9 anos)
Fundador(es) Scott Borchetta
Distribuidor(es) Universal Music Group[nota 1]
Gênero(s) Country, pop
País de origem  Estados Unidos
Localização Nashville, TN
Página oficial bigmachinerecords.com

A Big Machine Records é uma gravadora independente dos Estados Unidos. Ela foi fundada em 2005 pelo criador da DreamWorks Records, Scott Borchetta, em uma parceria entre ele e Toby Keith.[2] De início, era uma empresa especializada em música country; no entanto, com o lançamento do quinto álbum de Taylor Swift, 1989, e o contrato firmado com outros artistas de música pop transformaram-na em uma editora sem um gênero exclusivo.[3] [4]

Artistas ativos na Big Machine[editar | editar código-fonte]

Artistas ativos na Valory[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Ao contrário da grande maioria de gravadoras distribuídas pelas "três grandes" (Universal Music Group, Sony Music Entertainment e Warner Music Group), a Big Machine não é filiada ao UMG e mantém apenas um contrato de distribuição com a empresa.[1]

Referências

  1. Melinda Newman (5 de fevereiro de 2015). Taylor Swift's Label Boss on Her Future, His Spotify Showdown and 'American Idol' (em inglês) The Hollywood Reporter. Visitado em 18 de maio de 2015.
  2. Stark, Phyllis. (11 de março de 2006). "The Honeymoon's Hardly Over, but Show Dog and Big Machine split". Billboard.
  3. Deborah Weitzmann (10 de outubro de 2014). Making a swift exit! Taylor Swift goes bold in attention-grabbing colour block jumper as she dines at top London restaurant (em inglês) Daily Mail Daily Mail and General Trust. Visitado em 18 de fevereiro de 2015.
  4. Liz Isenberg. Kids' Choice Awards 2015: Iggy Azalea Begged Producers to Get Slimed The Hollywood Reporter. Visitado em 30 de março de 2015.