Hybe Corporation

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
HYBE Corporation
Nome nativo 하이브
Nome romanizado haibeu
Slogan We believe in music
Cotação KRX352820
Atividade Entretenimento
Gênero
Fundação 1 de fevereiro de 2005 (como Big Hit Entertainment Co., Ltd.)

31 de março de 2021 (como HYBE Corporation)

Fundador(es) Bang Si-hyuk
Sede Yongsan-gu, Seul, Coreia do Sul[1]
Pessoas-chave
  • Bang Si-hyuk (Chairman, CEO)
  • Lenzo Yoon (CEO, Global & Business)
  • Jiwon Park (CEO, HQ & Management)
Serviços
  • Produção musical, Publicação, Desenvolvimento de novos artistas e Gerenciamento de artistas.
  • Negócios em 360°, IP, Negócios de Plataforma & Educação.
Acionistas
  • Bang Si-hyuk (34.74%)
  • Netmarble Games (19.90%)
  • Individuais (22.38%)
  • Outros (22.98%)
Website oficial https://hybecorp.com/

HYBE Corporation (em coreano: 빅히트 엔터테인먼트; estilizado como HYBE) é um conglomerado sul-coreano de entretenimento, plataforma e negócios, fundada em 2005 por Bang Si-hyuk com o nome Big Hit Entertainment Co., Ltd..[2] A empresa possui várias subsidiárias, dentre elas, Big Hit Music, Source Music, Pledis Entertainment, Belift Lab, HYBE Labels Japan e KOZ Entertainment, coletivamente conhecidas como HYBE Labels.

História[editar | editar código-fonte]

2005–2021: Big Hit Entertainment[editar | editar código-fonte]

A Big Hit Entertainment foi fundada no dia 1 de fevereiro de 2005[3] e assinou um contrato de gerenciamento com o trio de vocais 8Eight em 2007.[4] Em 2010, a empresa assinou um contrato de gerenciamento conjunto com a JYP Entertainment, com o intuito de que a Big Hit Entertainment gerenciasse o grupo masculino 2AM.[5] Naquele mesmo ano, Bang Si-hyuk assinou com o RM, o primeiro membro do BTS, e lançou uma audição em escala nacional para recrutar outros membros para o grupo.[6] BTS estreou pela Big Hit Entertainment no dia 12 de junho de 2013.[7]

Em 2012, a empresa assinou com Lim Jeong-hee[8] e formou o grupo feminino GLAM, em uma colaboração com a sua futura subsidiária Source Music. O grupo ficou ativo até 2014, quando foi necessária a separação das integrantes, em decorrência dos escandâlos envolvendo a integrante Kim Da-hee, que foi sentenciada a prisão, depois de ser investigada e acusada por chantagens financeiras e emocionais contra o ator Lee Byung-hun.[9][10]

Ao final do contrato conjunto entre a Big Hit Entertainment e a JYP Entertainment em abril de 2014, três membros do 2AM retornaram para a JYP, enquanto Lee Chang-min decidiu continuar com a Big Hit para focar na sua carreira solo e integrar o duo Homme.[5] Nesse ano também houve o término do contrato do trio 8Eight, após os contratos de Baek Chan e Joo Hee terem chegado ao fim.[4]

Em maio de 2015, o contrato de Lim Jeong-hee chegou ao fim após 3 anos de atividades[8] e o Signal Entertainment Group, uma empresa listada na KOSDAQ e especializada no gerenciamento de artistas e produção para televisão, adquiriu a Big Hit por aproximadamente 6 milhões de dólares, através de uma negociação convertível. No começo de 2016, a Big Hit reverteu a sua relação com o Signal Entertainment Group, voltando a ser uma empresa independente.[11]

Em fevereiro de 2018, após o contrato de Chang-min chegar ao fim, o duo Homme se separou. Ele deixou a empresa com o objetivo de iniciar a sua própria agência de entretenimento enquanto Lee Hyun continuou como um artista solo.[12] Em agosto, Big Hit e CJ E&M divulgaram seus planos de criar uma empresa em conjunto. Estabelecida através do nome Belift Lab, a empresa ficou dividida entre 48% para a Big Hit e 52% para a CJ E&M.[13] Em outubro, os membros do BTS renovaram seus contratos com a agência por mais 7 anos.[14] Big Hit foi eleita como a melhor empresa coreana para se investir, no ano de 2018.[15]

Em março de 2019, a Big Hit estreou o seu segundo grupo masculino, Tomorrow X Together (TXT).[16] O ex-CBO Lenzo Yoon foi promovido ao cargo de co-CEO, juntamente com o Bang Si-hyuk, onde Yoon passou a se dedicar na parte dos negócios, enquanto Bang focou os seus esforços na produção musical.[17] Em julho de 2019, a empresa adquiriu a agência Source Music[18] e em agosto do mesmo ano, a desenvolvedora de jogos Superb.[19] Em 2020, a Fast Company escolheu a Big Hit Entertainment como a quarta empresa mais inovadora do mundo pelo desenvolvimento dos aplicativos Weverse e Weverse Shop, desenvolvidos pela subsidiária beNX.[20]

Em maio de 2020, Big Hit se tornou acionista majoritária da Pledis Entertainment. A empresa anunciou que a gravadora continuaria como um selo independente, mas que seus artistas, incluindo os grupos masculinos Nu'est e Seventeen, seriam mais promovidos fora da Coréia do Sul, com o intuito de ampliar seus alcances globais.[21] A Korea Fair Trade Commission, comissão que regula o regimento anti-monopólio do país, autorizou a aquisição da Pledis pela Big Hit Entertainment, em outubro do mesmo ano. No mês seguinte, Big Hit anunciou a aquisição da KOZ Entertainment, gravadora fundada pelo rapper Zico.[22]

Em 27 de janeiro de 2021, a mídia anunciou que a Naver Corporation estava investindo cerca de 321 milhões de dólares na subsidiária da Big Hit, beNX, adquirindo cerca de 49% da empresa. Em retorno ao investimento, a Naver transferiu o serviço de streaming V Live para a beNX, a qual já administra a plataforma Weverse. Com essas mudanças, a beNX foi renomeada para Weverse Company.[23] Em 17 de Fevereiro, a Big Hit Entertainment e Universal Music Group anunciaram uma parceria estratégica entre as duas empresas, que estarão colaborando em vários segmentos da indústria da música e da tecnologia.[24] O ponta pé inicial dessa parceria está na parceria entre a Big Hit e a Geffen Records, um selo da Universal Music Group, para estrear um grupo masculino global, através de uma nova gravadora que será estabelecida em Los Angeles. A formação do grupo está prevista para ocorrer em um programa que irá ao ar em 2022, na TV americana. A Big Hit será responsável por selecionar e treinar os artistas, enquanto o Universal Music Group estará encarregado da produção musical, distribuição global e vendas.[25] Adicionalmente, mais artistas do Universal Music Group estarão entrando no Weverse, que já conta com artistas como Gracie Abrams, New Hope Club e Alexander 23.[26]

Em 25 de fevereiro de 2021, Big Hit anunciou um investimento de aproximadamente 4 milhões de dólares na Supertone, uma empresa especializada na criação de vozes ultrarrealistas, usando tecnologias de inteligência artificial.[27]

2021–presente: Hybe Corporation[editar | editar código-fonte]

Na segunda semana de março de 2021, a Big Hit Entertainment anunciou sua renomeação sob o nome HYBE Corporation.[28] Em 19 de março, a empresa publicou uma apresentação online detalhado sua reestruturação organizacional, e afirmou que o nome "Big Hit Entertainment" (referente às operações musicais da empresa) se tornaria Big Hit Music, se juntando as outras gravadoras da empresa, onde juntas formam a divisão HYBE Labels.[29] A renomeação foi confirmada na reunião de acionistas do dia 30 de março.[30]

No dia 2 de abril de 2021, HYBE adquiriu 100% das ações da Ithaca Holdings, empresa de Scooter Braun, juntamente com todas as suas propriedades, incluindo a SB Projects (na qual gerencia artistas como Justin Bieber e Ariana Grande) e a Big Machine Label Group, através da subsidiária HYBE America[31]. HYBE investiu 950 milhões de dólares na HYBE America, para financiar a aquisição,[32] pagando um total de 1,05 bilhões de dólares aos acionistas e conselheiros da Ithaca. Foi criada uma subsidiária chamada BH Odyssey Merger Sub, dentro da HYBE America, que facilitou a aquisição, onde após o período de negociações, foi dissolvida,[33] restando somente a Ithaca. A acionista minoritária The Carlyle Group, concordou em vender as suas ações para a HYBE como parte do acordo, que inclui além da SB Projects, a gravadora Big Machine e todos os seus selos associados. Como parte do acordo, Scooter Braun passou a fazer parte do conselho da HYBE, enquanto Scott Borchetta, atual CEO do Big Machine Label Group, permanecerá com o seu cargo.[34]

Divisões e Subsidiárias[editar | editar código-fonte]

HYBE HQ[editar | editar código-fonte]

HYBE HQ é uma subsidiária totalmente pertencente a HYBE Corporation. A empresa possui três divisões, sendo elas: HYBE Labels, HYBE Solutions e HYBE Platforms. Sobre cada divisão, existem subsidiárias pertencentes totalmente ou parcialmente a HYBE Corporation.[35]

HYBE Labels[editar | editar código-fonte]

Essa é a divisão de entretenimento e de produção musical. Antes da mudança de nome, essa divisão era conhecida como Big Hit Labels. Subsidiárias sobre a divisão, operam de forma independente da HYBE Corporation, mas recebem todo o apoio criativo.[36]

HYBE Solutions[editar | editar código-fonte]

A divisão "Solutions" é especializada em soluções para a criação de vídeos, propriedades intelectuais, aprendizado e jogos. Cada conteúdo criado pelas subsidiárias dentro dessa divisão, passam por um processo de curadoria para estarem de acordo com a criatividade e as estratégias de negócios de cada subsidiária da HYBE Labels.[39]

  • HYBE 360
  • HYBE IP
  • HYBE Edu
  • Superb
  • HYBE Solutions Japan
  • HYBE T&D Japan

HYBE Platforms[editar | editar código-fonte]

Essa é a divisão de tecnologia. Ela gerencia a plataforma de rede social e de entretenimento Weverse, no qual serve como um hub para conectar e expandir todos os conteúdos e serviços da HYBE.[40]

  • Weverse Company

HYBE America[editar | editar código-fonte]

Antes da mudança de marca, a subsidiária era conhecida como Big Hit America. Após a mudança, a HYBE corporation comprou todas as ações da empresa, tornando-a uma subsidiária totalmente pertencente a corporação, se tornando a HYBE America[41]. Essa foi uma preparação para a aquisição da Ithaca Holdings através da HYBE America. A BH Odyssey Merger Sub foi criada como uma subsidiária da HYBE America para facilitar a compra da Ithaca. Quando finalizado, Ithaca se tornou uma subsidiária da HYBE America, enquanto a BH Odyssey foi dissolvida.[42]

Ithaca Holdings[editar | editar código-fonte]

Ex-artistas[editar | editar código-fonte]

HYBE Labels[editar | editar código-fonte]

Afiliadas[editar | editar código-fonte]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Em 2017, foi revelado que em 2014, a Big Hit Entertainment (agora HYBE), doou cerca de 25 mil dólares para 4 das 16 famílias que foram afetadas pelo desastre do naufrágio da balsa Sewol, através da organização "Truth and a Safer Society".[45]

Em junho de 2020, a Big Hit, juntamente com o grupo BTS, doaram 1 milhão de dólares em suporte ao movimento Black Lives Matter[46] e mais 1 milhão de dólares para a Crew Nation, uma campanha da Live Nation para ajudar e apoiar live de artistas independentes, durante a pandemia da COVID-19.[47]

Referências

  1. Kwon, Yae-rim (19 de março de 2020). «Big Hit's new headquarters nears completion» [Nova sede da Big Hit está quase completa] (em inglês). The Korea Herald. Consultado em 21 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2020 
  2. Kim, Hyo-jeong (14 de outubro de 2020). «방탄소년단이 끌어올린 '엔터 대장주'…빅히트 향후 행보는» ["Líder do entretenimento" elevada por BTS... Big Hit, o que vem a seguir?] (em coreano). Yonhap. Consultado em 21 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 18 de outubro de 2020. 빅히트는 히트 작곡가로 이름을 날리던 방시혁 현 의장이 2005년 JYP엔터테인먼트에서 독립해 설립했다. 
  3. «'방탄소년단' 만든 이 남자의 헉소리 나는 히트곡들» [As canções de sucesso desses caras feitas por 'BTS'] (em coreano). Kukmin Ilbo. 6 de dezembro de 2017. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 – via Naver 
  4. a b Yoon, Seong-yeol (21 de dezembro de 2014). «[단독]에이트, 7년만에 잠정적 해체.."각자 음악 활동"» [[Solo] 8Eight, dissolução provisória após 7 anos... "Atividades musicais independentes"] (em coreano). Starnews Korea. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 – via Naver 
  5. a b Lee, Mi-young (9 de abril de 2014). «빅히트 "JYP와 업무계약 만료일뿐…2AM 활동 지장 無"» [Big Hit "É apenas a expiração de um contrato comercial com a JYP... nenhum obstáculo para as atividades do 2AM"] (em coreano). JoyNews24. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 – via Naver 
  6. «세상의 총알을 막아내는 소년들 그룹 방탄소년단.» [BTS é um grupo de meninos que bloqueia balas de todo o mundo]. Cuvism Magazine (em coreano). 22 de julho de 2013. Consultado em 9 de março de 2021. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2013 
  7. Lee, Hyeon-ji (12 de junho de 2013). «[MBN포토] 방탄소년단 랩몬스터, '뮤비촬영중 각목에 부상,'» [[MBN Photo] BTS Rap Monster, 'Ferido em cada item durante a filmagem,'] (em coreano). Maeil Economic Daily. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 
  8. a b Jo, Woo-young (23 de julho de 2015). «임정희, 방시혁 빅히트엔터와 전속계약 만료» [Contrato exclusivo de Lim Jeong-hee com Bang Si-hyuk e Big Hit Entertainment expira] (em coreano). Star Today. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 
  9. «글램, 결국 3년 만에 해체…'이병헌 협박女' 다희-이지연 실형 선고» [Glam finalmente se desfez em 3 anos... 'Lee Byung-hun ameaçado por mulher' Dahee e Lee Ji-yeon condenadas à prisão] (em coreano). Sports Chosun. 15 de janeiro de 2015. Consultado em 9 de março de 2021. Arquivado do original em 8 de agosto de 2016 
  10. Yoon, Sun Cho (8 de agosto de 2016). «글램 다희, 모델 친구와 음담패설 영상 유포 협박 "세계적 스타라 거액 요구" 이병헌 공식입장은?» [Da-hee, do grupo GLAM, ameaça divulgar vídeos obscenos com uma amiga modelo] (em coreano). The Chosun Ilbo. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 
  11. Jeong, Kang-hoon (9 de fevereiro de 2017). «빅히트엔터, 영업이익 100억 돌파…VC '흐뭇'» [Big Hit Entertainment ultrapassa 10 bilhões em lucro operacional ... VC'Happy ']. thebell.co.kr (em coreano). Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 20 de fevereiro de 2018 
  12. Park, So-hyun (1 de fevereiro de 2018). «[공식입장] 이창민, 빅히트와 전속계약 만료 "1인 기획사 설립"» [[Posição oficial] Lee Chang-min e Big Hit expiraram o contrato exclusivo "Estabelecimento de uma agência de uma pessoa"] (em coreano). Xportsnews. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2021 – via Naver 
  13. «BTS' management agency teams up with CJ affiliate to launch entertainment firm» [A agência de gestão da BTS se une à afiliada da CJ para lançar uma empresa de entretenimento]. Yonhap. 31 de julho de 2018. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2021 
  14. Herman, Tamar (17 de outubro de 2018). «BTS Extend Contracts With Big Hit Entertainment Until 2026» [BTX estende contrato com Big Hit Entertainment até 2026] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 19 de janeiro de 2021 
  15. Lee, Sang-yeon (6 de dezembro de 2018). «한국벤처투자, 'Korea VC Awards 2018' 개최» (em coreano). MoneyToday. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 – via Naver 
  16. Kelley, Caitlin (6 de fevereiro de 2019). «BTS's Label Reveals TOMORROW X TOGETHER Will Debut March 4» [Agência de BTS revela data de estreia do TOMORROW X TOGETHER para 4 de março] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2020 
  17. Herman, Tamar (7 de março de 2019). «Big Hit Entertainment Appoints New Co-CEO Following Rise Of BTS, Launch Of TXT» [Big Hit Entertainment nomeia novo co-CEO após a ascensão do BTS e o lançamento do TXT] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2020 
  18. Kelley, Caitlin (28 de junho de 2019). «Big Hit Entertainment, BTS's Label, Acquires Source Music» [Big Hit Entertainment, gravadora do BTS, adquire a Source Music] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2021 
  19. Kim, Eun-ae (19 de agosto de 2019). «빅히트, 음악게임 회사 수퍼브 인수..방시혁 "긍정적 가치 가져다줄 것"[공식]» [Big Hit adquire a SuperV, uma empresa de jogos musicais. Bang Si-hyuk "trará valor positivo" [Oficial]] (em coreano). Osen. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 22 de junho de 2020 – via Naver 
  20. Mehta, Stephanie (10 de março de 2020). «Millions of BTS fans use these 2 apps to connect and shop. No tech startups needed» [Milhões de fãs do BTS usam estes dois aplicativos para se conectar e comprar. Startups de tecnologia não são necessárias] (em inglês). Fast Company. Consultado em 26 de março de 2020. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2021 
  21. Herman, Tamar (24 de maio de 2020). «BTS's Agency Big Hit Becomes Majority Shareholder Of K-Pop Company Pledis, Home To Seventeen & NU'EST» [A agência Big Hit do BTS torna-se acionista majoritária da empresa de K-Pop Pledis, lar de Seventeen e NU’EST] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2021 
  22. Benjamin, Jeff (18 de novembro de 2020). «Big Hit Entertainment To Acquire Label Founded By Korean Super Producer-Rapper Zico» [Big Hit Entertainment vai adquirir gravadora fundada pelo superprodutor-rapper coreano Zico] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2021 
  23. Yoon, So-yeon (27 de janeiro de 2021). «Big Hit, Naver and YG join forces in a big K-pop stock swap» [Big Hit, Naver e YG unem forças em uma grande troca de ações de K-pop] (em inglês). Korea JoongAng Daily. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 
  24. Benjamin, Jeff (17 de fevereiro de 2021). «Big Hit Entertainment And Universal Music Group Detail Partnership For Boy Band, Technology Offerings» [Big Hit Entertainment e Universal Music Group detalham parceria para boy band, ofertas de tecnologia] (em inglês). Forbes. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2021 
  25. Aswad, Jem (17 de fevereiro de 2021). «Big Hit Entertainment, Home of BTS, and Universal Music Unveil Expanded Partnership, Including New Label» [Big Hit Entertainment, lar de BTS, e Universal Music revelam parceria expandida, incluindo nova gravadora] (em inglês). Variety. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2021 
  26. Perez, Lexy; Sun, Rebecca (17 de fevereiro de 2021). «Universal Music Group and Big Hit Records Partnering to Debut New Boy Group» [Universal Music Group e Big Hit Records fazem parceria para estrear novo grupo masculino] (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2021 
  27. Stassen, Murray (25 de fevereiro de 2021). «Big Hit invests $3.6M in Supertone, an AI firm that just cloned a dead superstar's voice» [Big Hit investe $3.6M na Supertone, uma empresa de IA que acaba de clonar a voz de um artista falecido] (em inglês). Music Business Worldwide. Consultado em 9 de março de 2021. Cópia arquivada em 4 de março de 2021 
  28. Hwang, Hye-jin (11 de março de 2021). «빅히트, 하이브(HYBE)로 사명 바꾼다…방시혁 의장 사내이사 후보» [Big Hit muda seu nome para HYBE... Presidente Bang Si-hyuk Candidato a Diretor Executivo] (em coreano). Newsen. Consultado em 31 de março de 2021. Cópia arquivada em 20 de março de 2021 – via Naver 
  29. Choi, Ji-won (19 de março de 2021). «[Newsmaker] Big Hit Entertainment to change name to Hybe» [Big Hit Entertainment mudará nome para Hybe] (em inglês). The Korea Herald. Consultado em 31 de março de 2021. Cópia arquivada em 28 de março de 2021 
  30. Jung, Min-ha (30 de março de 2021). «'하이브' 이름 바꾼 빅히트, 투자 전문가 박영호 사외이사 선임» [Big Hit, rebatizado como 'Hive', nomeia o especialista em investimentos Young-ho Park como diretor externo] (em coreano). ChosunBiz. Consultado em 31 de março de 2021. Cópia arquivada em 31 de março de 2021 
  31. Frater, Shirley Halperin,Patrick; Halperin, Shirley; Frater, Patrick (2 de abril de 2021). «BTS Label Owner HYBE Merges With Scooter Braun's Ithaca Holdings for $1 Billion (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 5 de abril de 2021 
  32. Hayes, Dade; Hayes, Dade (2 de abril de 2021). «Scooter Braun Sells Ithaca Holdings To South Korea's HYBE, Home Of BTS, In $1 Billion Deal». Deadline (em inglês). Consultado em 5 de abril de 2021 
  33. «HYBE takes over Big Hit America, will also merge with Ithaca Holdings». koreajoongangdaily.joins.com (em inglês). Consultado em 5 de abril de 2021 
  34. «Scooter Braun sells Ithaca Holdings to HYBE, home to BTS». Music Business Worldwide (em inglês). 2 de abril de 2021. Consultado em 5 de abril de 2021 
  35. «BTS label Big Hit Entertainment officially rebrands as HYBE». Music Business Worldwide (em inglês). 19 de março de 2021. Consultado em 6 de abril de 2021 
  36. Herald, The Korea (19 de março de 2021). «[Newsmaker] Big Hit Entertainment to change name to Hybe». www.koreaherald.com (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2021 
  37. «빅히트, 플레디스 최대주주 지위 확보..뉴이스트·세븐틴으로 최고 라인업[공식]». entertain.naver.com (em coreano). Consultado em 6 de abril de 2021 
  38. Benjamin, Jeff. «Big Hit Entertainment To Acquire Label Founded By Korean Super Producer-Rapper Zico». Forbes (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2021 
  39. «BTS label Big Hit Entertainment officially rebrands as HYBE». Music Business Worldwide (em inglês). 19 de março de 2021. Consultado em 6 de abril de 2021 
  40. «BTS label Big Hit Entertainment officially rebrands as HYBE». Music Business Worldwide (em inglês). 19 de março de 2021. Consultado em 6 de abril de 2021 
  41. «HYBE takes over Big Hit America, will also merge with Ithaca Holdings». koreajoongangdaily.joins.com (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2021 
  42. «HYBE takes over Big Hit America, will also merge with Ithaca Holdings». koreajoongangdaily.joins.com (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2021 
  43. «빅히트 측 "쏘스뮤직 인수 계약→자회사 편입, 독립성 유지"(공식)». entertain.naver.com (em coreano). Consultado em 6 de abril de 2021 
  44. Stassen, Murray; Stassen, Murray (27 de janeiro de 2021). «BTS's Label Big Hit Now Owns Part of Rival K-Pop Company YG». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 31 de março de 2021 
  45. «[단독]방탄소년단, 세월호 참사 416가족협의회에 1억원 기부». entertain.naver.com (em coreano). Consultado em 31 de março de 2021 
  46. Benjamin, Jeff; Benjamin, Jeff (6 de junho de 2020). «BTS and Big Hit Entertainment Donate $1 Million to Black Lives Matter (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 31 de março de 2021 
  47. «Hybe Corporation». Wikipedia (em inglês). 31 de março de 2021. Consultado em 31 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]