Branca Nunes de Lara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Branca
Senhora de Vilhena, Escalona e Peñafiel
Retrato de D. Branca e D. João Manuel de autoria desconhecida localizado no Palácio dos Condes de Ficalho, em Portugal.
Cônjuge João Manuel de Castela
Descendência Joana Manuel, Rainha de Castela
Casa La Cerda
Anscáridas
Nascimento 1311
Morte 1347 (36 anos)
Pai Fernando de La Cerda
Mãe Joana Nunes de Lara

Branca Nunes de Lara, também conhecida como Branca de La Cerda e Lara (em espanhol: Blanca Núñez de Lara; 13111347)[1][2] foi senhora de Vilhena, Escalona e Peñafiel como a terceira esposa do infante D. João Manuel de Castela.

Família[editar | editar código-fonte]

Branca foi a filha primogênita de Fernando de La Cerda e de Joana Nunes de Lara. Seus avós paternos eram o infante de Castela, Fernando de La Cerda, e a princesa Branca de França. Seus avós maternos eram João Nunes I de Lara e Teresa Dias II de Haro, senhora de Biscaia.

Branca teve três irmãos mais novos: João Nunes III de Lara, senhor de Biscaia, marido de Maria Dias II de Haro; Margarida, monja do Mosteiro de Caleruega, e Maria, condessa de Étampes como esposa de Carlos de Évreux, e depois condessa de Alençon como esposa de Carlos II de Alençon.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 1329, D. Branca casou-se com o infante D. João Manuel, filho de Manuel de Castela e de Beatriz de Saboia, em Lerma, atualmente em Castela e Leão.

A primeira esposa de João Manuel foi Isabel de Maiorca, mas eles não tiveram filhos. Depois, foi marido de Constança de Aragão, com quem teve filhos, incluindo Constança Manuel, consorte do rei Afonso XI de Castela.

D. Branca faleceu em 1347, com cerca de 36 anos de idade. O seu local de enterro é desconhecido.

Já o seu viúvo morreu algum tempo depois, em 13 de junho de 1348, sem ter contraído matrimônio pela quarta vez.

Descendência[editar | editar código-fonte]

O casal teve apenas uma filha:

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências