Branca de França, Duquesa de Orleães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Branca de França
Tumba de Branca em Notre Dame
Duquesa de Orleães
Reinado 13451376
 
Marido Filipe de Valois, Duque d'Orleães
Casa Capeto (por nascimento)
Valois (por casamento)
Nascimento 1 de abril de 1328
  Châteauneuf-sur-Loire, Loiret, França
Morte 8 de fevereiro de 1393 (64 anos)
  Vincennes, Vale do Marne, França
Enterro Basílica de Saint-Denis
Pai Carlos IV de França
Mãe Joana de Évreux

Branca de França (em francês: Blanche de France ; Châteauneuf-sur-Loire, 1 de abril de 1328Vincennes, 8 de fevereiro de 1393)[1] foi a filha póstuma do rei Carlos IV de França e sua terceira esposa Joana de Évreux.[2]

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Tal como aconteceu com o seu irmão antes dele, Carlos IV morreu sem um herdeiro masculino, terminando assim a linha direta da dinastia capetiana. Doze anos antes, uma regra contra sucessão por mulheres, possivelmente derivada da lei sálica, tinha sido reconhecida por controlar a sucessão ao trono francês. A aplicação desta lei barrou a filha de 1 ano de idade do rei, Maria, de ter sucesso como monarca.

Joana também estava grávida no momento de sua morte. Desde que pudesse ter sido possível que desse à luz um filho, a regência foi criada com o herdeiro presuntivo Filipe de Valois, membro da Casa de Valois (o ramo-sênior mais próximo da dinastia Capetiana), sendo o regente. Depois de dois meses, Joana deu à luz Branca. O regente tornou-se assim o rei e em maio foi consagrado e coroado Filipe VI. Neste momento, uma nova regra de sucessão, uma vez mais, sem dúvida, com base na lei sálica, foi reconhecida como proibindo não só a herança por uma mulher, mas também a herança através de uma linhagem feminina.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Branca casou-se no dia 8 de janeiro de 1345 com seu primo Filipe, duque de Orleães,[3] filho do rei Filipe VI de França e da rainha Joana, a Coxa. Eles não tiveram filhos juntos, mas Filipe teve filhos ilegítimos. Ele morreu em 1376, seu título e terras voltam ao domínio real.

Branca morreu em 1392 e está enterrada na capela de Notre-Dame, na Basílica de Saint-Denis.

Ascendência[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Branca de França, Duquesa de Orleães

Referências

  1. Foundation for Medieval Genealogy
  2. Hult, David F.. Debate of the Romance of the Rose. Chicago: University of Chicago Press, 2010. pp. 59. ISBN 0226670139
  3. Bulletin de la Société archéologique et historique de l'Orléanais, Volume 18,Edições 143-150. Orleães: Société archéologique et historique de l'Orléanais., 2005. p. 43.