Brigada de Intervenção (Exército Português)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A insignia do Grupo de Auto-Metralhadoras.

A Brigada de Intervenção (BrigInt) é uma grande unidade do Exército Português baseada em unidades operacionais de infantaria motorizada. A BrigInt tem o seu Quartel-General instalado em Coimbra, mas as suas unidades operacionais estão aquarteladas em diversas unidades da Estrutura Base do Exército espalhadas pelo país. A BrigInt será a principal destinatária dos novos blindados de rodas Pandur II, em fase de aquisição para o Exército Português, o que a transformará numa unidade blindada ligeira.

História[editar | editar código-fonte]

A actual BrigInt foi criada em 1992 com a denominação de Brigada Ligeira de Intervenção (BLI), a qual foi, por sua vez, organizada a partir da então extinta Brigada de Forças Especiais (BFE) que englobava o batalhão operacional do Regimento de Comandos. Tal como a BFE, a BLI seria composta por unidades operacionais aquarteladas em unidades territoriais espalhadas pelo país e dependentes dos diversos comandos territoriais do Exército.

O Quartel-General (QG) da BLI manteve-se inicialmente no Forte do Bom Sucesso em Lisboa, local onde estava a sede da extinta BFE. Pouco depois, o mesmo foi transferido para o Forte do Alto do Duque, ainda em Lisboa. Em 1993, em virtude da extinção da Região Militar do Centro (RMC), com sede no Quartel de Santana em Coimbra, foi decidido transferir para aquelas instalações o QG da BLI.

Segundo a nova Lei Orgânica do Exército, em vigor desde o princípio de 2006, a BLI passou a denominar-se Brigada de Intervenção e, em virtude da extinção dos comandos territoriais do Exército, passou a tutelar a maioria das unidades da Estrutura Base do Exército (antigas unidades territoriais) responsáveis por organizar, treinar e manter as suas unidades operacionais.

Organização[editar | editar código-fonte]

A BrigInt engloba um Comando e Estado-Maior e as seguintes unidades operacionais:

Equipamento[editar | editar código-fonte]

Armas Ligeiras:

  • Espingarda-automática 7,62 mm G3;
  • Metralhadora Ligeira 7,62 mm MG3;
  • Metralhadora Pesada 12,7 mm Browning M2.

Armas de apoio de infantaria:

Armas Anticarro:

  • Dispositivo de Lançamento de Míssil Anticarro Milan.

Artilharia de Campanha:

  • Obus rebocado 155 mm M114;

Artilharia Anti-Aérea:

  • Dispositivo de Lançamento de Missil AA Stinger;;

Veículos Blindados:

  • Veículo Blindado Ligeiro Panhard M11;
  • Veículo Blindado Chaimite;
  • Veículo Blindado com Canhão 90 mm V150;
  • Veículo Blindado Pandur II (várias versões em fase de aquisição).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]