Carlos Manato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Humberto Manato
Dados pessoais
Nascimento 7 de agosto de 1957 (63 anos)
Alegre, Espírito Santo
Partido PSDB (1994-2000)
PDT (2001-2013)
Solidariedade (2013-2018)
PSL (2018-2020)
Sem partido (2020-presente)
Profissão Médico e político
linkWP:PPO#Brasil

Carlos Humberto Manato (Alegre, no dia 7 de agosto de 1957) é um médico, formado na EMESCAM, título em Especialista em Ginecologia e Obstetrícia, pós-graduado em Medicina do Trabalho, em Colposcopia, e em Administração Hospitalar, que foi Professor na Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória de 1987 a 1994. Foi Diretor Clínico do Hospital Dório Silva de 1989 a 1991, Foi Diretor Geral do Hospital Dório Silva de 1992 a 1993, Foi Diretor da Rede Hospitalar da Prefeitura Municipal da Serra de 1993 a 1994. Foi Diretor Clínico do Hospital Metropolitano de 1994 a 1996. Foi Diretor Presidente do Hospital Metropolitano de 1997 a 2000.

Foi Secretário de Serviços da Prefeitura Municipal da Serra de 2001 a 2002. Em 2002 se candidatou à Deputado Federal pelo ES, elegendo-se com 56.219 votos, assumiu o mandato em 2003, acabou sendo reeleito por 4 mandatos consecutivos. Na Câmara pode apresentar diversos projetos de Leis e pode aplicar suas Emendas em todos Municípios do ES, ajudando assim milhares de famílias. Ganhou por diversos anos o Prêmio de melhor parlamentar do ES, onde é medido gastos, faltas em sessões entre outros. Foi o único Parlamentar do Brasil que nunca faltou a nenhuma sessão na Câmara Federal.

Em 2018 resolveu se candidatar a Governador do Estado do Espírito Santo com o apoio do então candidato, hoje Presidente Jair Messias Bolsonaro, obteve mais de Meio Milhão de votos, ficando em 2 lugar, faltando apenas cerca de 5% para ter ido ao Segundo Turno com o Socialista Renato Casagrande.

Em 2019 foi convidado pelo Presidente Jair Messias Bolsonaro à Assumir a Secretaria Especial da Casa Cívil para a Câmara dos Deputados, onde permaneceu até Junho daquele ano quando pediu sua exoneração.

Atualmente é Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-ES

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) entre 1994 e 2000. Ingressou no Partido Democrático Trabalhista (PDT) em 2001. Iniciou sua vida na política assumindo a Secretaria Municipal de Serviços da Prefeitura Municipal de Serra, entre os anos de 2001 e 2002.[1] No pleito de 2002, foi eleito pela primeira vez a exercer um mandato na Câmara dos Deputados. Foi reeleito em 2006, 2010 e 2014. Em 2013, deixou o PDT.

Assumiu em 2015 a Corregedoria Parlamentar na Câmara dos Deputados, órgão superior da Câmara dos Deputados que atua no sentido da manutenção do decoro, da ordem e da disciplina no âmbito da Câmara dos Deputados, cargo que ocupou até novembro de 2016.[1]

Em 2018, filiou-se ao PSL,[2] em apoio a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República.

Votações[editar | editar código-fonte]

Em 17 de abril de 2016, votou pela abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.[3][4]

Posteriormente, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[4] Em abril de 2017, votou contra a Reforma Trabalhista.[4][5] Em agosto de 2017, votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer.[4][6]

Candidatura ao governo do Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Em 2018, ficou em segundo lugar na eleição para governador do Espírito Santo com 525.973 votos (27,26% dos votos válidos).[7]

Referências