Changes (canção de Black Sabbath)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Changes"
Single de Black Sabbath
do álbum Black Sabbath, Vol. 4
Lançamento Setembro de 1972
Gênero(s) Soft rock
Duração 4:43
Gravadora(s) Warner Bros.
Composição Geezer Butler
Tony Iommi
Ozzy Osbourne
Bill Ward
Produção Patrick Meehan
Black Sabbath
Cronologia de singles de Black Sabbath
"Supernaut"
(1973)
"Sabbath Bloody Sabbath"
(1973)

"Changes" é uma canção da banda britânica de heavy metal Black Sabbath, que apareceu pela primeira vez no álbum Vol. 4 de 1972.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

A melodia do piano da canção foi composta pelo guitarrista Tony Iommi, que estava experimentando o instrumento no estúdio.[1] "Changes" é uma balada inspirada principalmente pelo término do relacionamento de Bill Ward com sua primeira esposa.[1] As letras foram compostas pelo baixista Geezer Butler,[1] e o vocalista Ozzy Osbourne referiu a canção como "dolorosa". A canção era bastante diferente das demais anteriores da banda Black Sabbath, já que essa era uma balada "muito bonita", de acordo com o crítico de música Barney Hoskyns.[2]

A música foi tocada ao vivo em 1973, mas muito raramente foi tocada nos anos seguintes.[3]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Versão Ozzy e Kelly Osbourne[editar | editar código-fonte]

"Changes"
Single de Ozzy e Kelly Osbourne
do álbum Shut Up
Lançamento 30 de setembro de 2003
Formato(s) CD single
Gravação 2002
Duração 4:07
Gravadora(s) Sanctuary Records
Composição Geezer Butler
Tony Iommi
Ozzy Osbourne
Bill Ward

Três décadas mais tarde, Ozzy gravou mais uma versão da canção, desta vez um dueto com sua filha, Kelly Osbourne. As letras revisadas para esta versão, lançadas em 2003, refletem os momentos de suas vidas juntos. O single alcançou o número 1 no UK Singles Chart.[4]

De acordo com o site oficial Ozzy Osbourne, o single vendeu mais de um milhão de cópias.[5] Esta versão da música, foi nomeada a vigésima sétima das "50 piores canções da década de 2000" em um artigo de 2009 publicado pelo The Village Voice.[6]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Parada Maior posição
2003 "Changes" (Felix Da Housecat Remix)  Estados Unidos (Hot Dance Music/Club Play) 43
"Changes"  Irlanda (Irish Singles Chart) 7
 Reino Unido (UK Singles Chart) 1

Certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação[7] Vendas
 Reino Unido Prata 200,000
Ouro 400,000

Referências

  1. a b c Osbourne, Ozzy (2011). I Am Ozzy. [S.l.]: Grand Central Publishing. ISBN 978-0446569903 
  2. Hoskyns, Barney (2009). Into The Void: Ozzy Osbourne And Black Sabbath. [S.l.]: Omnibus Press. p. 104. ISBN 9780857121066 
  3. «Devil worship and four-letter words: Black Sabbath in Sydney, 1973» (em inglês). smh.com.au. Consultado em 10 de março de 2017. Cópia arquivada em 12 de outubro de 2017 
  4. Roberts, David (2006). British Hit Singles & Albums 19 ed. Londres: Guinness World Records Limited. p. 693. ISBN 1-904994-10-5 
  5. «Ozzy Osbourne Official Website - Biography» (em inglês). Ozzy.com. Consultado em 2 de abril de 2014. Arquivado do original em 7 de abril de 2014 
  6. Johnston, Maura (3 de dezembro de 2009). «The 50 Worst Songs of the '00s, F2K No. 27: Kelly Osbourne and Ozzy Osbourne, "Changes" | Village Voice» (em inglês). Blogs.villagevoice.com. Consultado em 6 de outubro de 2016. Cópia arquivada em 12 de agosto de 2014 
  7. «BPI certified awards» (em inglês). Consultado em 16 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 6 de agosto de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]