Born Again (álbum de Black Sabbath)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Born Again
Álbum de estúdio de Black Sabbath
Lançamento 7 de agosto de 1983
Gravação "Manor Studio", Shipton on Cherwell, Oxfordshire, Inglaterra
Gênero(s) Heavy metal
Duração 41:08
Gravadora(s) Vertigo Reino Unido
Warner Bros. Records Estados Unidos
Castle
Sanctuary
Produção Robin Black e Black Sabbath
Cronologia de Black Sabbath
Live Evil
(1982)
Seventh Star
(1986)
Singles de Born Again
  1. "Trashed"
    Lançamento: 1983

Born Again é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda de heavy metal, Black Sabbath, lançado em 1983.

Mudança de formação[editar | editar código-fonte]

Após a polêmica sobre o mixagem do ao vivo Live Evil e a saída de Ronnie James Dio, e Vinny Appice da banda, Tony Iommi e Geezer Butler viram-se novamente sem vocalista e baterista. O escolhido para substituir Dio foi Ian Gillan, do Deep Purple, um dos maiores vocalistas da época, embora David Coverdale, do Whitesnake, fosse a primeira opção[1]. Gillan tinha acabado de sair de sua banda solo, para uma reunião do Deep Purple (que viria a acontecer só alguns anos depois) e estava livre para qualquer oferta. Bill Ward voltou e assumiu novamente a bateria.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 1.5 de 5 estrelas. [2]

O álbum foi lançado dia 7 de Agosto, com receios de que alguns fãs mais conservadores se recusassem a escutar o álbum, mas a critica e os números surpreenderam. O álbum ficou em 4 lugar nas paradas inglesas no primeiro mês após o lançamento. Canções como "Zero The Hero" e "Trashed" se tornaram clássicos e ganharam videoclipes. Born Again foi o único trabalho de Ian Gillan com o Black Sabbath, que deixou a banda em 1984 para gravar o álbum Perfect Strangers com o MK2 do Deep Purple.

Anos depois, os músicos do Black Sabbath não parecem gostar do álbum, em parte por causa da produção. Descobriu-se só após a mixagem final que um dos alto-falantes do amplificador da guitarra de Tony Iommi queimou durante as gravações e assim permaneceu[3], conferindo uma sonoridade única ao disco.

Turnê[editar | editar código-fonte]

Para a turnê, Bill Ward, novamente por motivos de saúde, não pôde excursionar com a banda, e foi substituído por Bev Bevan, da banda ELO, na bateria. Foram gravados um extenso número de bootlegs dos shows da turnê de promoção do álbum, e Iommi até chegou a pensar no lançamento de um novo ao vivo, porém Gillan rejeitou a ideia, pois não gostou das capas feitas para o ao vivo. Na maioria dos shows a banda tocava "Smoke on the Water", do Deep Purple. Durante a turnê, ao receber um convite para se reunir com a MK2 do Deep Purple, Gillan deixou a banda, e Bevan saiu com ele. Novamente só restaram como Black Sabbath Iommi e Geezer. Geezer, muito desapontado, também deixou a banda (até 1992 quando gravaria o álbum Dehumanizer junto com Dio e Appice). A banda ainda se juntou em sua formação original para o Live Aid, mas se desfez novamente, pois Ozzy preferiu continuar seu trabalho solo.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções compostas por Iommi/Gillan/Butler/Ward, exceto "Hot Line" e "Keep It Warm" por Iommi/Gillan/Butler.

N.º Título Duração
1. "Trashed"   4:16
2. "Stonehenge"   1:57
3. "Disturbing the Priest"   5:49
4. "The Dark"   0:46
5. "Zero the Hero"   7:33
6. "Digital Bitch"   3:40
7. "Born Again"   6:34
8. "Hot Line"   4:53
9. "Keep It Warm"   5:35

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Ian Gillan - Vocais
  • Tony Iommi - Guitarra, flauta
  • Geezer Butler - Baixo
  • Bill Ward - Bateria
  • Geoff Nicholls - Teclados
  • Produzido por Robin Black e Black Sabbath
  • Arranjos por Robin Black e Steve Chase
  • Coordenação do álbum Baul Glarck
  • Masterizado por Hans Brethouwer no Umvex Tapes
  • Gravado no "Manor Studio", Shipton on Cherwell, Oxfordshire, Inglaterra
  • Equipamentos e Técnico de Guitarra Beter Resten
  • Design da Capa e Arte do álbum Steve Joule
  • Assistente de Arte Steve Barret
  • Empresariado por Don e David Arden
  • Remasterizado por Ray Staff no Whitfield Street Studios
  • Fotografia adicional por Ross Halfin e Chris Walter

Catálogos[editar | editar código-fonte]

  • LP Warner Bros 23978-1 (USA 1983)
  • LP Vertigo 814 271-1 (UK 1983)
  • MC Vertigo 814 271-4 (1983)
  • CD Vertigo 814 271-2 (UK 1983)
  • CD Vertigo 814 271-2 (Germany July 1987)
  • CD Essential/Castle ESMCD334 (UK - Apr 1996) - Remastered
  • CD Sanctuary SMRCD075 (UK 2004)

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Posições Certificações
UK
[4]
NOR
[5]
SWE
[6]
US
[7]
GER
NZL
AUS
1983 4 14 7 39 37 44 53

Referências

  1. «Os 35 anos de 'Born Again', o único disco do Black Sabbath com Ian Gillan». Igor Miranda 
  2. Avaliação no allmusic
  3. «Black Sabbath: Born Again é um álbum injustiçado? (Resenha - Born Again - Black Sabbath)» 
  4. «UK Music charts». EveryHit.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2008. 
  5. «Discography Black Sabbath» (em Norwegian). VG-lista. Consultado em 14 de fevereiro de 2008. 
  6. «Discography Black Sabbath» (em Swedish). VG-lista. Consultado em 14 de fevereiro de 2008. 
  7. «Billboard charts». Billboard. Consultado em 14 de fevereiro de 2008.