Mob Rules (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mob Rules
Álbum de estúdio de Black Sabbath
Lançamento 4 de novembro de 1981
Gravação "The Record Plant", Los Angeles, EUA
Gênero(s) Heavy metal
Duração 40:31
Gravadora(s) Vertigo Reino Unido
Warner Bros. Records Estados Unidos
Castle
Sanctuary
Produção Martin Birch
Cronologia de Black Sabbath
Último
Último
Heaven and Hell
(1980)
Live Evil
(1982)
Próximo
Próximo
Singles de Mob Rules
  1. "The Mob Rules"
    Lançamento: 1981
  2. "Turn Up the Night"
    Lançamento: 1982
  3. "Voodoo"
    Lançamento: 1982

Mob Rules é o décimo álbum de estúdio da banda de heavy metal Black Sabbath, lançado em 1981.

Mudança de formação[editar | editar código-fonte]

Infelizmente, durante a turnê do álbum Heaven and Hell o Black Sabbath perdeu outro membro que sempre esteve na banda, o baterista Bill Ward, que teve de se afastar por motivos de saúde (provavelmente por causa do álcool) e por motivos pessoais (perda de seus pais). A saída de Ozzy foi de importante influencia na referida decisão de Ward. O escolhido para substituir Ward na bateria foi Vinny Appice, e seu primeiro trabalho com a banda foi a canção "The Mob Rules" que também foi escolhida para ser o nome do novo álbum, e seu primeiro single.

Composição e gravação[editar | editar código-fonte]

O álbum foi gravado, como seu anterior, no "Record Plant", em Los Angeles, e produzido por Martin Birch. As illustrações ficaram por conta de Greg Hildebrandt. Os créditos foram divididos entre Dio/Iommi/Butler, e os créditos das letras ficaram novamente para Dio. Dio se mostrou um pouco de seu romantismo em músicas como "Country Girl", "Slipping Away" e "Over and Over". O álbum assim como seu antecessor começa com uma faixa rápida e poderosa "Turn Up The Night"', que foi a escolha óbvia para um segundo single, que foi lançado no dia 27 de Fevereiro de 1982. "Voodooo", "The Sing Of The Southern Cross", "E5150"' e "The Mob Rules" foram escolhidas para o novo set list, que mais para frente resultaria no álbum ao vivo Live Evil.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[1]
Rolling Stone 1 de 5 estrelas.Star empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[2]
The Rolling Stone Album Guide 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[3]
Martin Popoff 10 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[4]

Depois do sucesso de Heaven and Hell, em 1980, o Black Sabbath provou que não apenas podia seguir em frente sem seu co-fundador Ozzy Osbourne, mas que podia ir adiante conquistando uma nova legião de fãs do heavy metal. Mob Rules ficou em décimo segundo nas paradas britânicas e em vigésimo nono nas americanas.

Turnê[editar | editar código-fonte]

O Black Sabbath nesse ponto estava com o empresário Sandy Pearlman, o mesmo da banda Blue Öyster Cult, o que resultou em uma turnê conjunta, que levou o nome de Black and Blue Joint Tour, nome de um VHS que seria lançado posteriormente. Dio e Appice fizeram sua última performance com a banda no dia 31 de Agosto de 1982.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  • Todas as canções compostas por Dio/Iommi/Butler; letras escritas por Dio.
N.º Título Duração
1. "Turn Up the Night"   3:42
2. "Voodoo"   4:32
3. "The Sign of the Southern Cross"   7:45
4. "E5150"   2:54
5. "The Mob Rules"   3:15
6. "Country Girl"   4:02
7. "Slipping Away"   3:46
8. "Falling Off the Edge of the World"   5:03
9. "Over and Over"   5:28

Versão de luxo de 2010[editar | editar código-fonte]

O Disco 2 é a Edição Limitada em CD do álbum Live at Hammersmith Odeon.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Banda[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Produção e Arranjos Martin Birch
  • Assistentes de Arranjos Eddie DeLena e Angelo Arcuri
  • Gravado no Record Plant, Los Angeles, EUA
  • Ilustrações Greg Hildebrandt
  • Remasterizado por Ray Staff no Whitfield Street Studios
  • Fotografia adicional por Ross Halfin e Chris Walter

Catálogos[editar | editar código-fonte]

  • LP Vertigo 6302 119 (UK 1981)
  • LP Vertigo 1144 119 (NL 1981)
  • MC Vertigo 7144 119 (UK 1981)
  • CD Vertigo 8307 777-2 (UK 1981)
  • CD Warner Bros 3605-2 (US 1981)
  • CD Essential/Castle ESMCD332 (UK - Feb 1996) - Remastered
  • CD Sanctuary SMRCD073 (UK 2004)

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rivadavia, Eduardo. "Black Sabbath: Mob Rules > Review" (em inglês) no Allmusic. Acessado em 2009-01-24.
  2. Considine, J. D. (19 February 1986). Album reviews Mob Rules Rolling Stone Wenner Media. Visitado em 28 February 2012.
  3. Black Sabbath: Album Guide Rolling Stone. Visitado em 6 June 2012.
  4. Popoff, Martin. In: Martin. The Collector's Guide to Heavy Metal: Volume 2: The Eighties. Burlington, Ontario, Canada: Collector's Guide Publishing, 1 November 2005. ISBN 978-1-894959-31-5
  5. BPI Searchable database – Gold and Platinum British Phonographic Industry. Visitado em 2008-01-03.
  6. RIAA Gold and Platinum Search for albums by Black Sabbath
  7. CRIA Canadian Recording Industry Association. Visitado em 2008-01-03.
  8. UK Music charts EveryHit.com. Visitado em 2008-02-14.
  9. Discography Black Sabbath (em swedish) VG-lista. Visitado em 2008-02-14.
  10. Billboard charts Billboard. Visitado em 2008-02-14.