Chris Dobson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chris Dobson
Nascimento 8 de outubro de 1949
Rinteln
Morte 8 de setembro de 2019 (69 anos)
Sutton, Londres, Inglaterra
Nacionalidade britânico
Cidadania Reino Unido
Alma mater Universidade de Oxford
Ocupação biólogo molecular, químico, professor universitário
Prêmios Medalha Corday–Morgan (1981), Medalha Davy (2005), Medalha Real (2009), Prêmio de Bioquímica e Biofísica A.H. Heineken (2014)
Empregador Universidade Harvard, Universidade de Cambridge
Causa da morte Câncer
Campo(s) química
biofísica
enovelamento de proteínas
Tese The conformation of lysozyme in solution (1975)

Sir Christopher Martin "Chris" Dobson, FRS, (8 de outubro de 1949[1]Sutton, 8 de setembro de 2019) foi um químico britânico.

Ele era professor da cadeira John Humphrey Plummer de química e biologia estrutural da Universidade de Cambridge e mestre do St John's College (Cambridge). Suas pesquisas eram concentradas no campo do enovelamento de proteínas.[2]

Dobson morreu em 8 de setembro de 2019, os 69 anos de idade, devido a um câncer, no hospital Royal Marsden, em Sutton, perto de Surrey.[3]

Referências

  1. Dobson, Christopher Martin Profile at Who's Who 2009 (requires institutional login)
  2. Dobson, Chris Arquivado em 14 de abril de 2010, no Wayback Machine. Profile at the University of Cambridge Chemistry Department
  3. «Professor Sir Christopher Dobson, master of St John's College, Cambridge, dies at 69» (em inglês). Cambridge Independent. 9 de setembro de 2019. Consultado em 10 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Robert Hedges, Philip Cohen e Alan Fersht
Medalha Real
2009
com Chintamani Rao e Ronald Laskey
Sucedido por
Peter Knight, Azim Surani e Allen Hill
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.