Chrystian & Ralf

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chrystian & Ralf
Informação geral
Origem Morrinhos, Goiás
País  Brasil
Gênero(s)
Período em atividade 1982 - 2000
2001 - 2021
Gravadora(s) RGE (1983-1986)
Continental (1986-1991)
BMG Ariola (1991-1993)
Warner Music Brasil (1993-2000)
Abril Music (2001-2002)
Indie Records (2002-2004)
Independente (2004-2021)
Ex-integrantes José Pereira da Silva Neto (Chrystian)
Ralf Richardson da Silva (Ralf)
Página oficial chrystianeralf.com.br

Chrystian & Ralf foi uma dupla sertaneja brasileira formada pelos irmãos José Pereira da Silva Neto (Goiânia, 3 de novembro de 1956), conhecido artisticamente como Chrystian, e Ralf Richardson da Silva (Goiânia, 15 de junho de 1961), conhecido artisticamente como Ralf.[1][2]

A dupla era famosa pelo som agudo de suas canções e foi reconhecida como a "dupla mais afinada do Brasil".[3]

Chrystian & Ralf já lançaram 20 álbuns, 32 coletâneas e 2 DVDs acústicos, além de vídeos independentes, chamados pocket shows.[4] Ganharam 15 discos de ouro, 9 de platina, 2 de platina triplo, 4 de diamante nos anos de 1988, 1989, 1992, 1993 e 1 de diamante com a trilha sonora da novela da TV Globo O Rei do Gado, Rei do Gado 2, em 1996, com a música "Mia Gioconda", com a participação de Agnaldo Rayol, somando mais de um milhão de cópias vendidas. Considerando os LPs, CDs, DVDs, SMDs e coletâneas, a dupla vendeu mais de 15 milhões de cópias, além de terem milhões de acessos em seus vídeos pocket show no YouTube.[5] Embora os números certificados pela ABPD tenham se iniciado apenas a partir de 1990, esses seriam os cálculos aproximados. Chrystian & Ralf tiveram alguns trabalhos independentes sem grandes gravadoras e selos, lançados no formato de SMD, criado por Ralf, para disputar de igual pra igual com os preços dos chamados "CDs piratas", mas não houve aceitação pelas grandes gravadoras.[6] Em 2017, a dupla lançou em seu canal no YouTube, o Pocket Show 3, que é o pocket mais visualizado da dupla. A dupla adotou essa estratégia como um jeito de agradar os fãs com seus sucessos. Em duas semanas, o Pocket 3 já estava com 6 milhões de visualizações.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Chrystian & Ralf, respectivamente José Pereira da Silva Neto e Ralf Richardson da Silva, já cantavam desde a infância. São filhos de Eunice Jesus Silva e Mário Pereira da Silva.[8][9]

Chrystian, antes da formação da dupla, cantava em inglês e gravou uma música para a novela Cavalo de Aço em 1973, "Don't Say Goodbye".[10][11]

O primeiro disco da dupla foi lançado em 1983, que lhe garantiu o primeiro disco de ouro.[12]

Em 1993, Chrystian & Ralf fizeram a turnê "Viajantes da Canção" para mostrar que a dupla não cantava apenas música sertaneja, pois na turnê cantavam ópera, passando por Elis Regina e Dalva de Oliveira.[12]

Reconhecida nacionalmente e internacionalmente, foi a primeira dupla sertaneja a gravar em formato de CD, e também a primeira dupla a vender 1 milhão de cópias de LPs, o que foi considerado um feito histórico nos anos de 1988 a 1990, feito alcançado somente pelo cantor Roberto Carlos.[12]

Chegaram a ganhar um Prêmio Sharp de Música Brasileira, sendo a única dupla sertaneja a ganhar esse prêmio, e também gravaram um CD em espanhol em 1989 que vendeu 500 mil cópias, alcançando sucesso em toda a América Latina e com várias apresentações nos Estados Unidos, com shows para um público de 70 mil pessoas. A dupla Chrystian & Ralf se tornou famosa por ter várias músicas nas trilhas sonoras de novelas da TV Globo, do SBT e da RecordTV. Somente o CD da trilha sonora de O Rei do Gado, lançado em 1996 com a música "Mia Gioconda", que teve a participação de Agnaldo Rayol, vendeu mais de um milhão de cópias, o que levou a dupla a gravar um clipe na Itália e a ganhar uma medalha pelo tema. Conseguiram também grande êxito em Portugal, onde se apresentaram.[12]

A dupla fez parte do "quinteto de ouro da música sertaneja", já que sempre esteve entre as cinco maiores duplas do Brasil, tendo várias músicas regravadas por duplas e cantores do chamado sertanejo universitário.[13]

Separação[editar | editar código-fonte]

Em 2000, a dupla se separou e eles lançaram seus próprios trabalhos individuais.[14] Chrystian lançou um disco com músicas inéditas, intitulado Beijo Final, com duas músicas que seriam regravadas anos mais tarde: "Tá no Meu Coração", por Edson & Hudson em 2005 no álbum Galera Coração, e "Foi Só Engano" (único single do álbum) por Zezé Di Camargo & Luciano em 2006 no álbum Diferente. Ralf lançou um disco com regravações de sucessos da música sertaneja, porém todas em italiano, intitulado Solo Italiano. Em 2001, a dupla voltou com o disco De Volta. Em 2021, a dupla anunciou a separação definitiva e ambos passaram a seguir suas carreiras solo.[15][16] Chrystian confirmou uma turnê solo intitulada "Romance", enquanto o irmão Ralf iniciou um projeto com o cantor Eduardo Costa, chamado "Mitos".[17][18]

SMD e SMDV[editar | editar código-fonte]

Em 2005, a dupla lançou o álbum Chrystian & Ralf, o primeiro gravado em SMD.[19] O álbum vendeu em apenas 8 dias 200 mil cópias, chegando a ganhar um disco de platina em três semanas de vendas. Segundo Ralf, o SMD seria uma arma ao combate à pirataria de CDs, porém as grandes gravadoras preferiram continuar lançando CDs, o que fez com que ele vendesse a patente a uma empresa interessada na ideia.[20][21]

Esse formato de armazenamento de áudio inventado por Ralf, o Semi Metalic Disk, assim como o Semi Metalic Disk Video, é um CD com um preço mais barato do que os convencionais, cerca de R$: 5,00 o CD, e R$: 8,00 o DVD.[12][22]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Participações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Jerônimo (1984)
  • Pery Ribeiro (1991)
  • Altemar Dutra (1992)
  • Emoção em Dose Dupla (1992)
  • Biafra (1994)
  • Amigos 2 (1996)
  • Clássicos Sertanejos (1996)
  • Saudades de Tião Carreiro (1996)
  • Gilberto Barros (1997)
  • Tributo a Leandro (1998)
  • Nossa Senhora (1999)
  • Direito de Viver (2001)
  • Direito de Viver 2 (2002)
  • Zezé Di Camargo & Luciano (2005)

Referências

  1. «Com mais de 30 anos de carreira, Chrystian & Ralf comemoram independência musical». Tribuna do Paraná. 30 de julho de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  2. «'Próximos 5 anos é Chrystian sozinho', diz sertanejo ex-dupla com Ralf». www.uol.com.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  3. JCNET (12 de maio de 2010). «Após jejum de nove anos, a dupla Chrystian e Ralf volta com inéditas». Cultura. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  4. News, Campo Grande. «Com sucessos de 32 anos de carreira, Chrystian e Ralf fazem show sábado». Campo Grande News. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  5. «Com mais de 30 anos de carreira, Chrystian & Ralf comemoram independência musical». Tribuna do Paraná. 30 de julho de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  6. «Ralf, da dupla Chrystian & Ralf, fecha acordo a favor do SMD - O Fuxico». O Fuxico. 18 de novembro de 2005. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  7. «Com mais de 30 anos de carreira, Chrystian & Ralf comemoram independência musical». Tribuna do Paraná. 30 de julho de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  8. «Com mais de 30 anos de carreira, Chrystian & Ralf comemoram independência musical». Tribuna do Paraná. 30 de julho de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  9. News, Campo Grande. «Com sucessos de 32 anos de carreira, Chrystian e Ralf fazem show sábado». Campo Grande News. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  10. «Chrystian tem reeditado álbum solo em inglês que gravou nos Estados Unidos antes de formar dupla sertaneja com Ralf». G1. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  11. «15 artistas brasileiros que cantavam em inglês nos anos 70 | Memória». VEJA SÃO PAULO. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  12. a b c d e «Cópia arquivada». Consultado em 10 de novembro de 2008. Arquivado do original em 6 de dezembro de 2008 
  13. JCNET (12 de maio de 2010). «Após jejum de nove anos, a dupla Chrystian e Ralf volta com inéditas». Cultura. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  14. «Confira cinco duplas sertanejas que se separam após brigas - Entretenimento». Diário Gaúcho. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  15. «Irmãos Chrystian e Ralf encerram dupla após 40 anos e deixam de seguir nas redes sociais». Extra Online. 22 de novembro de 2021. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  16. «Chrystian e Ralf encerram dupla após 40 anos de carreira». Metrópoles. 23 de novembro de 2021. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  17. «Sertanejo Chrystian lança música solo após 40 anos da dupla com Ralf». F5. 4 de dezembro de 2021. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  18. «Eduardo Costa pretende lançar projeto milionário com cantor Ralf». Terra. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  19. «Reportagem: Leonardo Rodrigues - 'CD genérico' do cantor Ralf tentou mudar a música, mas esbarrou no sistema». www.uol.com.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  20. «Folha de S.Paulo - Fabricante de CDs usará patente de cantor sertanejo - 29/08/2007». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  21. Internet (amdb.com.br), AMDB (13 de agosto de 2007). «Gravadoras resistem ao SMD, alternativa ao CD». Rolling Stone. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 
  22. «Ralf: sobre SMD, pirataria e internet». UOL Música. Consultado em 7 de fevereiro de 2022 

Ligacões externas[editar | editar código-fonte]