Clodoaldo Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde março de 2013)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Clodoaldo Silva
Informações pessoais
Nome completo Clodoaldo Francisco da Silva Correa
Apelido Tubarão Paraolímpico
Nascimento 1 de fevereiro de 1979 (38 anos)
Natal,  Rio Grande do Norte
Nacionalidade Brasil brasileira
Clube SADEF (Sociedade Amigos dos Deficientes do Rio Grande do Norte)

Clodoaldo Francisco da Silva Correa, o Clodoágua, (Natal, 1 de fevereiro de 1979) é um nadador paralímpico brasileiro. O atleta sofreu uma paralisia cerebral por falta de oxigênio durante o parto, o que afetou a mobilidade de suas pernas e sua coordenação motora.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clodoaldo conheceu a natação como processo de reabilitação no ano de 1996, em Natal. Quatro anos depois, já conquistava suas primeiras medalhas em Jogos Paralímpicos (três de prata e uma de bronze). Nos Jogos Paralímpicos de Atenas 2004, conquistou (6 de ouro e 1 de bronze) conquistando à época o título de brasileiro recordista de medalhas de ouro em paralimpíadas. Nas quatro paralimpíadas que disputou, Clodoaldo acumula treze medalhas, sendo seis de ouro. Posteriormente, Clodoaldo foi superado pelo também nadador Daniel Dias, que detém doze medalhas douradas.

Em três participações em Jogos Parapan-Americanos, conquistou cinco medalhas em 2003 (Mar del Plata), oito em 2007 (Rio de Janeiro) e seis em 2011 (Guadalajara). Nos três Campeonatos Mundiais que disputou, totaliza nove medalhas.

Entre as diversas homenagens que recebeu estão o título de embaixador do Pan e do Parapan-americano de 2007, concedido pelo Sistema Firjan e escolha pela Soberana Ordem do Mérito do Empreendedor Juscelino Kubitschek como personalidade esportiva de 2006.

Nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, Clodoaldo foi o escolhido para acender a pira olímpica na cerimônia de abertura.[1][2]

Em março de 2017, anuncia sua filiação ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). [3]

Referências

  1. «Clodoaldo Silva acende pira em cerimônia com lendas do paradesporto brasileiro». Agência Brasil. 7 de setembro de 2016. Consultado em 7 de setembro de 2016 
  2. «Potiguar Clodoaldo Silva foi escolhido para acender pira Paraolímpica». Nominuto. 7 de setembro de 2016. Consultado em 7 de setembro de 2016 
  3. Nadador e campeão paralímpico, Clodoaldo Silva se filia ao PSOL

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.