Clone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Clone (desambiguação).
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

A palavra clone , do grego κλών (/klon/, "broto, ramo"), é utilizada para designar um conjunto de indivíduos que possuem a mesma característica genética.

O termo clone foi criado em 1904, pelo botânico norte-americano Herbert J. Webber, segundo ele, o clone é basicamente um conjunto de indivíduos descendentes de uma célula, conjunto de células, moléculas ou organismos geneticamente iguais à de um indivíduo matriz.

A clonagem é o processo nato ou artificial de produção de clone. O processo de clonagem natural ocorre em alguns seres, como as bactérias e outros organismos unicelulares que realizam sua reprodução pelo método da bipartição. Além disso, o tatu também produz um clone através da poliembrionia. No caso dos humanos, os clones naturais são os gêmeos univitelinos, ou seja, são seres que compartilham do mesmo material genético (DNA), sendo originado da divisão do óvulo fecundado.

Existem várias técnicas de clonagem artificial. Uma delas permite clonar um animal a partir de óvulos não fecundados, sendo este processo conhecido desde o século XIX. Processos de clonagem artificiais eram praticados pelos horticultores que obtinham clones de orquídeas, que através de tecidos meristemáticos de uma planta matriz, originava dezenas de novas plantas geneticamente idênticas.

Um clone é um individuo geneticamente idêntico a um outro pré – existente. Suas características morfológicas e anatômicas são iguais ao do seu molde. Assim como gêmeos univitelinos são muito semelhantes um ao outro, um clone também é semelhante ao organismo que lhe deu origem. Portanto um clone é um gêmeo de outro individuo com 10, 20, 30 ou mais anos do que seu gêmeo. [1]

Em 1996, houve um trabalho muito impactante no mundo da biologia com a clonagem de uma ovelha chamada Dolly,. Ela foi um fenômeno mundial, em razão dela ser o primeiro mamífero a ser clonado e com isso seria um passo mais adiante para a clonagem em humanos. Mas o que não foi comentado é que Dolly era um clone defeituoso, ela durou apenas metade da estimativa de vida que uma ovelha tem, ela só durou sete anos e era cheia de problemas quando estava viva.

Em razão disso, ainda não foram produzidos clones humanos, pois o processo para produzir uma ovelha defeituosa foi extremamente complexo. Para se ter uma noção foram descartados 277 embriões para que um desse certo.

A espécie humana não esta preparada para a clonagem, porque, por mais parecido que seja a cópia de um individuo, essa cópia, ainda assim, será uma nova pessoa, que nascerá e se desenvolverá até transformar – se em adulto. Essa nova pessoa terá os mesmos diretos que uma pessoa não clonada tem, e se este clone nascer defeituoso, caso venha a falecer, terá os mesmos sentimentos de agonia como qualquer outro individuo e isto é uma coisa que não pode acontecer porque todo ser humano tem direito a vida e o governo não pode produzir um humano sabendo que vai morrer. E apesar de conter as mesmas informações genéticas poderá ter uma natureza completamente diferente, dependendo do lugar onde viver. [2]

A ideia de criar um exercito de somente uma pessoa ou fazer transplantes de órgãos, são ideias totalmente vagas pois todas as decisões seriam tomadas pela pessoa clonada. O clone vai sentir alegrias, tristezas, angustias, frustrações, amor, medo, sentirá tudo o que uma pessoa não clone sente e a decisão de ser bom ou mal será dela e o genes não terá tanta importância nessa questão como muitos acreditam.

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Microsoft Word - Clonagem.doc
  2. Branco, Angela Uchôa (00/1997). «Clones humanos: falácias e retrocesso em uma experiência anunciada». Psicologia: Ciência e Profissão. 17 (2): 43–47. ISSN 1414-9893. doi:10.1590/S1414-98931997000200007  Verifique data em: |data= (ajuda)