Conus pertusus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaConus pertusus
Uma concha de C. pertusus, em vista inferior. Espécime coletado na península de Zamboanga, Filipinas.
Uma concha de C. pertusus, em vista inferior. Espécime coletado na península de Zamboanga, Filipinas.
Quatro vistas de um espécime de C. pertusus da coleção do Smithsonian Institution.
Quatro vistas de um espécime de C. pertusus da coleção do Smithsonian Institution.
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Classe: Gastropoda
Subclasse: Caenogastropoda
Ordem: clade Hypsogastropoda
clade Neogastropoda
Superfamília: Conoidea
Família: Conidae
Género: Conus
Linnaeus, 1758[1]
Subgénero: Rhizoconus[2]
Mörch, 1852[2]
Espécie: C. pertusus
Nome binomial
Conus pertusus
Hwass in Bruguière, 1792[1]
Distribuição geográfica
A espécie C. pertusus ocupa praticamente toda a região do Indo-Pacífico (no mapa), da África Oriental, exceto o mar Vermelho, até a Polinésia Francesa e Havaí, nos Estados Unidos.[3][4][5]
A espécie C. pertusus ocupa praticamente toda a região do Indo-Pacífico (no mapa), da África Oriental, exceto o mar Vermelho, até a Polinésia Francesa e Havaí, nos Estados Unidos.[3][4][5]
Sinónimos
Conus (Rhizoconus) pertusus Hwass in Bruguière, 1792
Rhizoconus pertusus (Hwass in Bruguière, 1792)
Conus amabilis Lamarck, 1810
Conus festivus Dillwyn, 1817
(WoRMS)[1]

Conus pertusus (nomeada, em inglês, Pertusus Cone[3][6][7] ou Lovely Cone[8]; com pertusus, na tradução do latim para o português, significando "perfurado, esburacado, poroso")[9] é uma espécie de molusco gastrópode marinho predador do gênero Conus, pertencente à família Conidae. Foi classificada pelo malacologista dinamarquês Christian Hee Hwass, em 1792; colocada na obra Encyclopédie Méthodique. Histoire Naturelle des Vers, de J. G. Bruguière.[1][10][11] É nativa do Indo-Pacífico, com uma distribuição abrangente entre a África Oriental, exceto o mar Vermelho, até a Polinésia Francesa e Havaí, nos Estados Unidos.[3][4][5]

Descrição da concha[editar | editar código-fonte]

Esta concha tem um corpo cônico e levemente ovalado de, no máximo, 6.9 (quase 7) centímetros de comprimento, com espiral moderadamente baixa, convexa e com um ápice pequeno e pontiagudo; arredondada em sua porção mais larga, e com sua volta final excedendo duas vezes e meia o tamanho da espiral. Sua coloração é muito variável e algumas conchas podem ser principalmente brancas ou amarelo pálidas, com manchas castanho-pálidas, por sua superfície; até os exemplares mais cobiçados, em tons mais ou menos escuros de vermelho, rosa ou laranja (cor), com duas largas bandas espirais brancas, manchadas, e com superfície esculpida por estrias visíveis. Abertura com lábio externo fino e interior branco-rosado, não se alargando muito em direção à sua base (onde fica seu canal sifonal). Seu opérculo é pequeno, comparado com a extensão de sua abertura.[3][5][6][7][12]

Distribuição geográfica e raridade[editar | editar código-fonte]

Esta espécie é encontrada em praticamente toda a região do Indo-Pacífico; da África Oriental, exceto o mar Vermelho, até a Polinésia Francesa e Havaí, nos Estados Unidos; entre o Moçambique até a Somália, incluindo Comores, Mayotte, Madagáscar, Maurícia, Reunião, Seicheles; mas também até Maldivas, Território Britânico do Oceano Índico, Sri Lanka, Índia, Bangladesh, ilhas Keeling, China, Taiwan, Sudeste Asiático (Brunei, Camboja, Filipinas, Indonésia, Malásia, Mianmar, Singapura, Tailândia, Timor-Leste e Vietnã), norte da Austrália, Papua-Nova Guiné, ilhas Salomão, Nova Caledônia, Fiji, Vanuatu (na Melanésia), Tonga, Micronésia, Tuvalu, ilhas Cook, Wallis e Futuna, Tokelau, Guam e Niue.[3][4][5] Vive em águas da zona entremarés até a zona nerítica, entre 5 a 120 metros[4], sendo pouco comum[3]; coletada para colecionismo[6], artesanato e joalheria e considerada espécie pouco preocupante pela União Internacional para a Conservação da Natureza.[4]

Subespécies[editar | editar código-fonte]

C. pertusus possui duas subespécies, segundo o World Register of Marine Speciesː

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f «Conus pertusus» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  2. a b «Conus (Rhizoconus)» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  3. a b c d e f ABBOTT, R. Tucker; DANCE, S. Peter (1982). Compendium of Seashells. A color Guide to More than 4.200 of the World's Marine Shells (em inglês). New York: E. P. Dutton. p. 257. 412 páginas. ISBN 0-525-93269-0 
  4. a b c d e «Conus pertusus» (em inglês). IUCN. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  5. a b c d «Conus pertusus» (em inglês). Seashells to... Blogger. 9 de maio de 2014. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  6. a b c WYE, Kenneth R. (1989). The Mitchell Beazley Pocket Guide to Shells of the World (em inglês). London: Mitchell Beazley Publishers. p. 142. 192 páginas. ISBN 0-85533-738-9 
  7. a b «Conus (Rhizoconus) pertusus pertusus» (em inglês). Hardy's Internet Guide to Marine Gastropods. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  8. «Conus pertusus Hwass, 1792; lovely cone» (em inglês). SeaLifeBase. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  9. «pertusus» (em inglês). Glosbe. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  10. «Species summary for Conus pertusus» (em inglês). AnimalBase. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  11. KOHN, Alan J. (2014). Conus of the Southeastern United States and Caribbean (em inglês). Princeton and Oxford: Princeton University Press - Google Books. p. 85. 480 páginas. ISBN 978-0691135380. Consultado em 19 de abril de 2020 
  12. «Pictures available for Conus pertusus» (em inglês). SeaLifeBase. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
  13. «Conus (Rhizoconus) pertusus elodieallaryae» (em inglês). Hardy's Internet Guide to Marine Gastropods. 1 páginas. Consultado em 19 de abril de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre gastrópodes, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.