Conus textile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaConus textile
Cinco vistas da concha de C. textile, uma das seis espécies de moluscos Conidae potencialmente perigosas ao homem na região do Indo-Pacífico.[1]
Cinco vistas da concha de C. textile, uma das seis espécies de moluscos Conidae potencialmente perigosas ao homem na região do Indo-Pacífico.[1]
Fotografia de C. textile com o animal, em substrato arenoso, a pouca profundidade.[2]
Fotografia de C. textile com o animal, em substrato arenoso, a pouca profundidade.[2]
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Classe: Gastropoda
Subclasse: Caenogastropoda
Ordem: clade Hypsogastropoda
clade Neogastropoda
Superfamília: Conoidea
Família: Conidae
Género: Conus
Linnaeus, 1758[3]
Subgénero: Cylinder[4][5]
Montfort, 1810[4]
Espécie: C. textile
Nome binomial
Conus textile
Linnaeus, 1758[3]
Distribuição geográfica
A região do Indo-Pacífico é o habitat da espécie C. textile, em águas rasas de substrato arenoso.[2]
A região do Indo-Pacífico é o habitat da espécie C. textile, em águas rasas de substrato arenoso.[2]
Sinónimos
Conus (Cylinder) textile Linnaeus, 1758
Cylinder textile (Linnaeus, 1758)
Conus undulatus [Lightfoot], 1786
Cucullus auratus Röding, 1798
Cucullus auriger Röding, 1798
Cucullus gloriamaris Röding, 1798
Conus gloriamaris Perry, 1810
Conus reteaureum Perry, 1811
Conus concatenatus Kiener, 1850
Conus dilectus Gould, 1850
Conus corbula G. B. Sowerby II, 1858
Conus tigrinus G. B. Sowerby II, 1858
Conus cholmondeleyi Melvill, 1900
Darioconus textilis osullivani Iredale, 1931
Conus textile var. loman Dautzenberg, 1937
Conus textile dahlakensis da Motta, 1982
Darioconus textilis
(WoRMS)[3]
Três vistas da concha de C. textile; espécie do subgênero Cylinder Linnaeus, 1758 e espécie-tipo deste.[4][5]

Conus textile (nomeada, em inglês, Textile Cone[2][6] ou Cloth of Gold[7]; na tradução para o português, "Conus têxtil" ou "tecido de ouro") é uma espécie de molusco gastrópode marinho predador do gênero Conus, pertencente à família Conidae.[1] Foi classificada por Carolus Linnaeus em 1758, descrita em sua obra Systema Naturae[3]; sendo uma espécie muito bela, variável e popular.[6] É nativa do Indo-Pacífico[2][6] e considerada uma das seis espécies de moluscos Conidae potencialmente perigosas ao homem, por apresentar uma glândula de veneno conectada a um mecanismo de disparo de sua rádula, em formato de arpão, dotada de neurotoxinas que podem levar ao óbito.[1][8][9]

Descrição da concha[editar | editar código-fonte]

Conus textile possui uma concha cônica, com uma espiral em ângulo suavemente côncavo, ou reto, e última volta com relevo exterior curvo, convexo, mais ou menos acentuado, dando-lhe um aspecto geral arredondado; com no máximo 15 centímetros de comprimento e dotada de coloração geral amarelo-alaranjada ou castanha, com marcações mais ou menos triangulares e grandes, por toda a sua superfície, em branco (espécimes em branco-azulado foram determinados como outra espécie, denominada Conus archiepiscopus Hwass in Bruguière, 1792), dotadas de delineamentos em tons quase negros, num zigue-zague mais ou menos suave. Abertura levemente arredondada, com lábio externo fino e interior branco.[2][6][10][11][12][13][14][15]

Habitat e distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Esta espécie é encontrada espalhada no Indo-Pacífico, do Havaí e Polinésia Francesa até a Austrália e Japão, em direção à África Oriental e Mar Vermelho, no oceano Índico, a pouca profundidade e em fundos arenosos e coralinos da zona nerítica. É uma espécie carnívora, que se alimenta de outros moluscos gastrópodes e peixes, imobilizando sua presa com sua rádula como um arpão; se abrigando durante o dia e saindo para caçar à noite. Em humanos, a morte pode ocorrer por parada respiratória.[1][2][5][6][7][11][13][14][16][17]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d LINDNER, Gert (1983). Moluscos y Caracoles de los Mares del Mundo (em espanhol). Barcelona, Espanha: Omega. p. 83-84. 256 páginas. ISBN 84-282-0308-3 
  2. a b c d e f ABBOTT, R. Tucker; DANCE, S. Peter (1982). Compendium of Seashells. A color Guide to More than 4.200 of the World's Marine Shells (em inglês). New York: E. P. Dutton. p. 244. 412 páginas. ISBN 0-525-93269-0 
  3. a b c d «Conus textile» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  4. a b c «Conus (Cylinder)» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  5. a b c LINDNER, Gert (Op. cit., p.208.).
  6. a b c d e WYE, Kenneth R. (1989). The Mitchell Beazley Pocket Guide to Shells of the World (em inglês). London: Mitchell Beazley Publishers. p. 141. 192 páginas. ISBN 0-85533-738-9 
  7. a b Nelson, Rob (fevereiro de 2014). «Textile Cone Snail: Conus textile» (em inglês). Untamed Science. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  8. Haddad Junior, Vidal; Paula Neto, João Batista de; Cobo, Válter José (outubro de 2006). «Venomous mollusks: the risks of human accidents by conus snails (gastropoda: conidae) in Brazil» (em inglês). Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, vol 39; nº 5. (SciELO). 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  9. Haddad Junior, Vidal; Coltro, Marcus; Simone, Luiz Ricardo L. (julho–agosto de 2009). «Report of a human accident caused by Conus regius (Gastropoda, Conidae)» (em inglês). Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, vol.42; no.4. (SciELO). 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  10. Wang, Pei-Jan (11 de outubro de 2007). «textile (越南)-織錦芋螺» (em chinês). Flickr. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018.. Conus textile Linnaeus, 1758-(Vietnam). 
  11. a b c Wang, Pei-Jan (31 de março de 2014). «textile archiepiscopus (莫三比克)-總主教織錦芋螺 (中文名暫定)» (em chinês). Flickr. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018.. Conus textile archiepiscopus Hwass, 1792-(Mozambique). 
  12. a b «Conus archiepiscopus» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  13. a b John, James St. (24 de novembro de 2016). «Conus textile (textile cone snail) 5» (em inglês). Flickr. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018.. Conus textile, the textile cone snail, is one of the few species that has killed people. This species occurs in the Red Sea, the Indian Ocean, and the Pacific Basin. Death occurs by respiratory failure. 
  14. a b «Conus textile Linnaeus, 1758 - textile cone» (em inglês). SeaLifeBase. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  15. DANCE, S. Peter (2002). Smithsonian Handbooks: Shells. The Photographic Recognition Guide to Seashells of the World (em inglês) 2ª ed. London, England: Dorling Kindersley. p. 187. 256 páginas. ISBN 0-7894-8987-2 
  16. «Conus textile Linnaeus, 1758» (em inglês). Jacksonville Shells. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
  17. «Textile Cone Snail» (em inglês). Aquarium of the Pacific. 1 páginas. Consultado em 7 de novembro de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre gastrópodes, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.