Danilo Larangeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Danilo
Informações pessoais
Nome completo Danilo Larangeira
Data de nasc. 10 de maio de 1984 (33 anos)
Local de nasc. São Bernardo do Campo (SP),  Brasil
Altura 1,85 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Itália Udinese
Número 5
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
20012002 Brasil Paulista
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20032004
2003
20052009
20092011
2011
Brasil Paulista
Brasil Ituano (emp.)
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Palmeiras
Itália Udinese
0041 0000(4)
0034 0000(1)
0152 000(10)
0152 0000(9)
0240 0000(9)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 3 de Setembro de 2015.

Danilo Larangeira (São Bernardo do Campo, 10 de maio de 1984) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente, joga pela Udinese.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2009, chegou ao Palmeiras, por empréstimo e com muita desconfiança. Aos poucos foi conquistando a confiança que precisava para ter bons resultados dentro de campo, ao fim da temporada 2009, o seu empréstimo acabou com o clube paulista que o comprou em definitivo, por 1 milhão de euros[1].

Em 5/5/2015 foi condenado em segunda instancia por injúria racial pagando uma multa de 600 salários minimos, pelo TJ SP processo 0042103- 23.2010.8.26.0050 Julgado

No dia 26 de setembro de 2009, Danilo enfrentou seu o ex-time, o Atlético-PR, dono de seu passe até então, com uma cláusula do seu contrato de empréstimo, o Palmeiras teve que desembolsar 100 mil reais para que Danilo jogasse. O clube pagou e não se arrependeu. Danilo foi o homem do jogo, dando um passe que resultou no 1º gol da equipe na partida, fez o 2º gol e ainda salvou um lance que terminaria em um gol do Atlético-PR em cima da linha. Nessa partida o Palmeiras venceu por 2 a 1.

Em 15 de abril de 2010, durante uma partida da Copa do Brasil, as câmeras gravaram Danilo ofendendo de "macaco" o zagueiro Manoel, de seu ex-clube, o Atlético-PR. O clube paranaense abriu inquérito após a partida acusando o zagueiro de racismo. Em janeiro de 2013, Danilo foi condenado a 1 ano de reclusão, com multa, sendo que a prisão poderá ser revertida em prestação pecuniária. Este caso entra para a história do futebol brasileiro, como sendo o primeiro em que o réu receberá uma punição mais ampla[2].

No dia 1 de fevereiro de 2011, foi confirmado seu acerto com a Udinese, da Itália. Entretanto, por problemas burocráticos a inscrição do atleta não pode ser feita antes do fechamento da janela europeia, com isso foi acertado o empréstimo do jogador por 6 meses com o time paulista [3][4] Em junho de 2011, foi liberado pelo Palmeiras para se apresentar à Udinese onde é titular absoluto.[5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Ituano
Brasil Atlético-PR


Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras


Campanhas em Destaque[editar | editar código-fonte]

Brasil Atlético-PR

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.