Derailed (2005)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o filme com Jean-Claude Van Damme, veja Derailed (2002).
Derailed
Fora de Rumo[1] (BR)
 Estados Unidos  Reino Unido
2005 •  cor •  113 min 
Direção Mikael Håfström
Produção Lorenzo di Bonaventura
Roteiro Stuart Beattie
Baseado em Derailed de James Siegel
Elenco Clive Owen
Jennifer Aniston
Vincent Cassel
Melissa George
Giancarlo Esposito
Addison Timlin
Xzibit
RZA
Gênero suspense
Música Ed Shearmur
Cinematografia Peter Biziou
Edição Peter Boyle
Distribuição The Weinstein Company (Estados Unidos)
Buena Vista International (internacional)
Lançamento Estados Unidos 11 de novembro de 2005
Reino Unido 3 de fevereiro de 2006
Portugal 9 de fevereiro de 2006
Brasil 10 de fevereiro de 2006
Idioma inglês
Orçamento US$22 milhões
Receita US$57,479,076
US$27,051,000 (Home Video DVD EUA)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Derailed (Fora de Rumo BRA ou Pecado Capital POR) é um filme anglo-norte-americano, de género suspense, lançado em 2005, baseado no romance de mesmo nome de James Siegel. O filme é dirigido por Mikael Håfström e estrelado por Clive Owen, Jennifer Aniston, Vincent Cassel, Melissa George, Addison Timlin, Giancarlo Esposito, RZA e Xzibit. Este foi também o primeiro filme a ser lançado pela The Weinstein Company, nos Estados Unidos. O filme é ambientado em Chicago.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Dois executivos casados e bem sucedidos, Charles (Clive Owen) e Lucinda (Jennifer Aniston), se encontram no metrô e são dominados por uma paixão avassaladora, contra a qual tentam lutar. Porém, quando desistem de hesitar e alugam um quarto de hotel, a situação não sai como desejado: um desconhecido invade o quarto, deixa Charles inconsciente e estupra Lucinda. Com medo da repercussão do affair, que poderia acabar com suas famílias, eles não denunciam o acontecido. Contudo, o pesadelo não acaba por aí: o estuprador volta e ameaça Charles de contar tudo sobre o caso dos dois para suas famílias se ele não lhe der 100 mil dólares. Todavia, esse dinheiro está sendo guardado por sete anos para um remédio na fase de testes que poderá curar os ataques de sua filha diabética. Então, Charles estará disposto a tudo para impedir que o segredo seja revelado e esse dinheiro não seja perdido. A situação piora cada vez mais quando seus planos acarretam o oposto do desejado e Lucinda conta que teve de fazer um aborto por causa do estupro.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Derailed foi lançado em 2443 cinemas para um fim de semana de abertura bruta de $ 12,211,986. O filme fez um interno bruto de 36,024,076 e uma bruta internacional de 21,455,000, dando-lhe um bruto mundial de 57,479,076.[2]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Derailed recebeu em sua maioria críticas negativas, com o blog do site Rotten Tomatoes dando-lhe uma classificação de 21%.[3] Roger Ebert, do Chicago Sun Times premiou os filmes de duas estrelas e meio de quatro estrelas e acredita que performances de Owen e Aniston eram intrigantes. Ebert disse: "Clive Owen era o meu candidato para James Bond, e pode interpretar um cafajeste duro e cruel (vejam Closer), mas aqui ele é calmo e triste, com uma espécie de passividade. Ele deixa seu rosto relaxar em aceitação de sua própria má fortuna. Jennifer Aniston faz aquela coisa interessante de não ser um sexpot estereotipada, mas ser irresistivelmente intrigante. Que trabalha com um homem como Charles. Felizmente casado, em dívida, preocupado com sua filha e seu trabalho, ele seria imune a uma puta sexy."[4]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O álbum Soundtrack está em Wu Music & 36 Chambers Records.

  1. "Johnny" - Rular Rah
  2. "I Love You" - Thea Van Seijen
  3. "Sabotage" - Maurice Featuring HottWheelz
  4. "Winston's Theme" (Orquestral) - Edward Shearmur
  5. "50 Ways To Leave Your Lover" - Grayson Hill
  6. "Really Want None" - Free Murda
  7. "I'm Sorry" - Maurice
  8. "Charles' Theme" (Orquestral) - Edward Shearmur
  9. "Better Man" - Maurice
  10. "My Love" - Thea Van Seijen
  11. "Better Man" (Guitar Remix) - Maurice
  12. "Trouble" (Vídeo para a canção pode ser visto e ouvido tocando no fundo de uma cena quando Charles Schine está ajudando sua filha a estudar) - Pink

A faixa que toca durante o trailer é chamado Offshore, por Chicane A trilha no início do trailer é realmente chamado "Breathe Me" por Sia Furler

Remakes[editar | editar código-fonte]

O filme também foi refeito em duas línguas indianas intitulado Pachaikili Muthucharam (Tâmil) e The Train (Hindi) e um filme cingalês adaptação intitulado Dakina Dakina Mal.

Referências

  1. Derailed no AdoroCinema (Brasil)
  2. Derailed (2005). Box Office Mojo. Acessado em 3 de novembro de 2013.
  3. Derailed. Rotten Tomatoes. Acessado em 3 de novembro de 2013.
  4. «Derailed». Chicago Sun Times. Consultado em 3 de novembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]