David Morrissey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Morrissey
David Morrissey no Cinema Showroom em Sheffield em Junho de 2010.
Nome completo David Mark Morrissey
Nascimento 21 de junho de 1964 (53 anos)
Liverpool,  Inglaterra
 Reino Unido
Nacionalidade britânico
Ocupação Ator, diretor, produtor, escritor
Cônjuge Esther Freud (2006–presente)[1]
Outros prêmios
  • Royal Television Society Programme Award [1]
  • Broadcasting Press Guild Award [1]
  • Liverpool Daily Post Arts Awards [1]
IMDb: (inglês)

David Mark Morrissey (Liverpool, 21 de junho de 1964) é um ator e diretor de cinema britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Morrissey cresceu em Kensington e Knotty Ash, arredores de Liverpool, onde aprendeu a atuar no Everyman Youth Theatre. Com cerca de 18 anos, estava no elenco da série de televisão One Summer (1983), que ganhou reconhecimento em todo o país. Logo após, Morrissey frequentou a Royal Academy of Dramatic Art, em seguida, trabalhou na Royal Shakespeare Company e no Royal National Theatre por quatro anos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ao longo da década de 1990, por muitas vezes retratou policiais e soldados, assumindo alguns papéis mais notáveis como Bradley Headstone em Our Mutual Friend (1998) e Christopher Finzi em Hilary and Jackie (1998). Depois de algumas aparições seguidas nos filmes Some Voices (2000) e Captain Corelli's Mandolin (2001), desempenhou papéis em filmes aclamados pela crítica como Intrigas de Estado (2003) e o papel de Gordon Brown em The Deal (2003). O primeiro rendeu-lhe uma indicação de melhor ator no BAFTA e o último lhe rendeu o prêmio de melhor ator do RTS. Participou como vilão em outros filmes não tão aclamados, como Instinto Selvagem 2 (2006) e A Colheita do Mal (2007). Nos anos seguintes a esses filmes, teve papéis destacados nas séries Razão e Sensibilidade (2008), Red Riding (2009), e nos filmes, O Garoto de Liverpool (2009) e Centurion (2010), e estrelou e produziu a série dramática Thorne, em 2010.[1][2]

Retornou aos palcos no Everyman Theatre, em 2008, para a série de Neil LaBute, In a Dark Dark House, e interpretando e produzindo Macbeth, no mesmo ano, ele interpretou a personagem Jackson Lake em Doctor Who. Em 2011. David Morrissey também interpretou o personagem "Governador", na série de televisão The Walking Dead, do canal AMC, um dos antagonistas principais da trama.

Como diretor, Morrissey já dirigiu curtas-metragens e os dramas de televisão Sweet Revenge (2001) e Passer By (2004). Seu primeiro longa-metragem, Don't Worry About Me estreou no Festival de Cinema de Londres de 2009 e foi transmitido na televisão pela BBC em março de 2010. É conhecido por sua preparação meticulosa e pesquisa sobre os papéis que desempenha. O British Film Institute descreve Morrissey como "um dos atores britânicos mais versáteis de sua geração". [3][4][5]

Referências

  1. a b c d e «David Morrissey (I) - Biography» (em inglês). IMDb. 2008. Consultado em 6 de outubro de 2012 
  2. «David Morrissey». AdoroCinema. Consultado em 6 de outubro de 2012 
  3. "BFI London Film Festival: David Morrissey". British Film Institute. 14 de Outubro de 2010. Página visitada em 5 de Junho de 2011 (archived by WebCite on 5 June 2011).
  4. Galliano, Joseph (3 de Outubro de 2009). "Cutting it". The Times (Times Newspapers): pp. 46–47 (Saturday Review supplement). 1 August 2011.
  5. Husband, Stuart (24 February 2008). "The incredible disappearing man". The Sunday Telegraph (Telegraph Media Group): p. 32. Página visitada em 4 de Novembro de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]