AMC (canal de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
AMC
País  Estados Unidos
Fundação 1 de outubro de 1984 (31 anos) por AMC Networks
Pertence a AMC Networks
Sede Nova Iorque
Slogan Something More (algo mais)
Formato de vídeo 1080i (HDTV)
480i (SDTV)
Cobertura  Canadá
 Estados Unidos
 Reino Unido
 Brasil
Nome(s) anteriore(s) American Movie Classics
Página oficial AMCtv.com

O AMC é um canal de televisão por assinatura que transmite principalmente filmes. O nome do canal era originalmente um acrônimo de American Movie Classics. No entanto, desde 2003 o nome completo não recebeu mais ênfase, como resultado de uma grande mudança na programação. O AMC pertence à AMC Networks, que anteriormente se chamava Rainbow Media. Ela é uma subsidiária da Cablevision, e entrou no ar em 1 de outubro de 1984.

História[editar | editar código-fonte]

O AMC era, originalmente, um canal premium que exibia filmes clássicos durante as tardes e o início da noite, a maioria de antes da década de 1950, sem comerciais e sem cortes. Não era incomum o canal exibir maratonas de filmes dos Irmãos Marx, ou passar clássicos como The Phantom of the Opera original, de 1925. No início da década de 1990, o canal mudou seu formato para 24 horas por dia, 7 dias por semana. Junto do Turner Classic Movies (TCM), o AMC apoiou a restauração de filmes clássicos e históricos, incluindo os filmes registrados em películas de nitrato de prata, comuns antigamente em Hollywood. Diferentemente do TCM, o AMC raramente levava ao ar filmes em formato widescreen, como aqueles filmados em CinemaScope, em formato letterbox. Bob Dorian e Nick Clooney apresentavam freqüentemente as transmissões do AMC, relatando curiosidades da produção de vários filmes. Hoje em dia, não estão mais no canal. Em 1996 o AMC criou sua primeira série original o Remember WENN e após a sua quarta temporada foi cancelada quando uma mudança de gestão assumiu subistituindo a série por outra chamada The Lot.

Em 1997, o AMC iniciou o Monsterfest, uma maratona que durava a semana inteira, exibida no final de outubro. A 10ª edição começou em 22 de outubro de 2006. Além disso, nas noites de sexta-feira o canal exibe o bloco Fear Friday, com dois filmes de terror seguidos. O canal ainda exibia, de 1998 a 2002, um bloco de programação chamado American Pop!, direcionado para a geração pós-guerra, com filmes da década de 1950 e 1960. Para preencher o tempo, ainda eram exibidos trailers antigos e clipes musicais de artistas da época.

O AMC tornou-se disponível no Canadá em 1 de setembro de 2006, a primeira vez fora dos Estados Unidos. O canal está disponível para os assinantes da Shaw Cable e da StarChoice, seguido pela Rogers Cable em 12 de dezembro do mesmo ano. O canal teve a maior audiência para a estréia de uma série original em 19 de julho de 2007, quando Mad Men estreou. Bem-recebida pela crítica, a série foi renovada para uma segunda temporada. O AMC investiu em outra série original que deu ótima audiência para a emissora, Breaking Bad, que estreiou em 2008.

Em 31 de março de 2009 o AMC se rebatiza com um novo slogan Story Matters Here e estreia sua segunda minissérie The Prisoner, neste ano a emissora passou a transmitir séries adiquirida como The Three Stooges e CSI: Miami. No ano seguinte a emissora introduz duas novas séries Rubicon e The Walking Dead. Após o cancelamento de Rubicon, The Walking Dead prosegue arrebantendo melhores audiências e se tornando a série mais bem roteirizada mais vista na história da Tv a cabo.

Em 2011, a AMC após a mudança do nome da sua empresa proprietaria Rainbow Media para AMC Networks, criou mais duas séries de dramas The Killing que foi cancelada pela a emissora em 2013, e Hell on Weels. Fora as séries estreou um programa de auditório chamado Talking Dead que teve sua estreia após o inicío da segunda temporada de The Walking Dead. No ano de 2012 o AMC estreou três rialitys The Pitch, Man Comic Book e Small Town Security.

Logo da AMC entre 2002 - 2013

Em 31 de março de 2013, o AMC mais uma vez mudou sua programação acrecentando progamas novos como Freakshow, Owner's Manual e Talking Bad. A emissora também trocou seu logotipo que era uma caixa retangular deliniada para um bloco de ouro maciço com as letras do canal ao meio em negrito, e mudou o slogan passando a ser Somenthing More. Em 6 de abril de 2014 estreou no AMC mais uma série original o Turn onde seu contexto se passa entre 1776 e 1777.

Devido ao sucesso da série The Walking Dead, ainda em 2013 no mês de setembro, a AMC anunciou que estava desenvolvendo uma spin-off da série, que mostrará personagens diferentes criados por Robert Kirkmanan. Mais tarde em dezembro de 2014, foi confirmado que o spin-off se passará na cidade de Los Angeles e se chamaria Fear The Walking Dead.

Programas[editar | editar código-fonte]

Séries Originais

Séries Originais Canceladas


Séries Adiquiridas


Programas de Auditório

  • Talking Bad (2013)
  • Talking Dead (2011 - presente)


Realitys

  • Game of Arms (2014 - Presente)
  • Freakshow (2013 - Presente)
  • Owner's Manual (2013 - Presente)
  • Comic Book Men (2012 - Presente)
  • The Pitch (2012 - Presente)
  • Small Town Sacurity (2012 - Presente)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]