Dialeto árabe andaluz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Árabe andalusino
Falado em: Al-Ândalus, em composição caligráfica alarve, em verde e vermelho.png Al-Ândalus
Total de falantes: Nativa:
Total:
Família:
 Árabe andalusino
Códigos de língua
ISO 639-1: no
ISO 639-2: no
ISO 639-3: xaa
250px
Mapa cronológico mostrando a presença do Árabe (Arabic) na Península Ibérica.

Árabe andaluz é uma variante da língua árabe, falado em Al-Andalus, regiões da Península Ibérica (atual Espanha e Portugal) sob o domínio muçulmano. Tornou-se uma língua extinta na Península Ibérica depois da expulsão dos Mouriscos que ocorreu um século após a Reconquista. O árabe andaluz ainda é usado na música em árabe andaluz e influenciou significativamente os dialetos de cidades como Fez, Rabat, Nedroma, Tlemcen, Blida, Cherchell,[1] Tangier, Tetouan, etc. para a qual muitos andaluzianos e moriscos fugiram. Ele também exerceu alguma influência sobre o moçárabe, castelhano (particularmente o dialeto andaluz), catalão e o dialeto árabe marroquino.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.