Divisionismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Um banho em Asnières
Autor Georges Seurat
Data 1884
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 201  × 300 
Localização National Gallery, Londres
Uma Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte
Autor Georges-Pierre Seurat
Data 18841886
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 207,6  × 308 
Localização Art Institute of Chicago, Chicago

O divisionismo também designado por cromoluminarismo, refere-se a uma teoria ou a um estilo de pintura neo-impressionista, que separa as cores em pequenos pontos ou pinceladas de cor pura.[nota 1] A aplicação destes pontos na tela, leva a que seja o observador a misturar visualmente as cores e, assim, a "construir" a pintura. Em vez de as cores serem misturadas na palete, como até então, aquelas são aplicadas directamente na tela. Esta nova teoria da pintura esteve em voga entre 1884 e 1904, e teve o seu expoente máximo com Georges Seurat.[3]

Notas

  1. Enquanto o termo "divisionismo" se refere à teoria de separação das cores, e seu efeito óptico, o termo "pontilhismo", diz respeito à técnica utilizada para levar a cabo essa separação através de pontos (Pointillism).[1][2]

Referências

  1. Encyclopaedia Britannica
  2. «Neo-Impressionism» (em inglês). TATE. Consultado em 18 de Janeiro de 2014 
  3. «Divisionism» (em inglês). Visual Arts Cork. Consultado em 18 de Janeiro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.